Digital Drops Blog de Brinquedo

Resenha: Busque e Destrua–Por que você não pode confiar no Google Inc.

Por em 9 de julho de 2012
emDestaque Google relacionados   
Mais textos de:

Site | Twitter
  • http://twitter.com/ajscaldas Abraão Caldas

    Por isso para buscas use o duck duck go hahahahah

    Falando sério, se fecharem a minha conta no Gmail eu perco a minha vida, simplesmente é pular do prédio e rezar para ter reencarnação porque essa vida já era….

    • DanielBastos

      Pois é. Eu baixo os e-mails, seja ele de qual empresa for. Não quero correr o risco de ter ter o meu conteudo perdido por uma decisão unilateral de qualquer empresa.

  • http://twitter.com/marcosrdd Marcos Damasceno

    “Apesar do que possa parecer, Scott Cleland está longe de ser um hippie da Free Software Foundation. Ele não é fã daquela turma, muito menos faz discurso anticapitalista. Ele é um republicano defensor do livre comércio, que acha que monopólios são prejudiciais à economia e, em última análise, ao indivíduo.”

    Isso me animou, lerei em breve.

    • Louise Landin

      Ford também era um republicano defensor do próprio rabo (talvez fosse democrata, não ligo a mínima) e em nome disso destruiu Tucker.

  • Felipe Fernandes

    “ah, agora eu entendo por que o canal do Zé Graça caiu”

    Falando sério, as informações estão brutalmente centralizadas no Google até mesmo pelo fato da concorrência não ter a mesma qualidade. Sim, o Bing até que chega no chulé do Google Search, mas o Hotmail é um lixo, o Yahoo mail igualmente, alias a Yahoo parece ter adolescentes como público alvo.

    • Romulopb

      Digo o mesmo, sinceramente não sei o que faço… Alguém conhece outro academic search? Acho que discutir o que o Google faz é irrelevante, este escritor devia discutir a imprudência da população na modernidade pós anos 80, onde as pessoas tem prazer em ir no programa da Hebe falar de sua sexualidade…

      A vida tem cacos e quem quiser andar descalços vai se cortar…

  • achsanos

    “Regulamentação, vigilância e concorrência são a melhor saída.”

    – a primeira conflita com a mesma geopolítica que favorece spammers e pedófilos;
    – contra a terceira, a própria citação do texto que diz que, ao contrário das outras grandes, tem o consumidor como usuário, não como cliente;
    – vigilância? De governos centralizados, moroso e burocrático. Do próprio “usuário” seria algo bem vindo. Mas…

    • Humberto Henrique

      A culpa maior é do usuário, a galera hoje em dia é muito sem noção, quem aqui não conhece um caso de um cara q filmou o sexo com a namorada e mandou pra lista de emails?

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100000850260790 Bruno Demétrio

    #aliens hauhauhauhauhau.

  • Daniel Almeida

    O F*da é… Corremos pra onde? Quem não usa o Gmail? Quem não sincroniza os contatos do smartphone por lá? Ok, não tenho iPhone mas o iPad sincroniza. Acho que os tentáculos do Google já estão bem fixos.

  • http://twitter.com/rinaldodem Rinaldo

    Fiquei curioso vou comprar o livro.

  • DanielBastos

    Eu bloqueio tudo o que eu conheço que tenha a chance de me monitorar. Em minha casa, empresa, ou outro lugar que eu tenha acesso a infra-estrutura. Seja google, Facebook, MS ou qualquer outra empresa.
    Mas, de todas as empresa, o Google e o Facebook são as que mais se esforçam pra capturar dados hoje em dia. Por isso eu tenho mais cuidado estes 2 atualmente.
    Agora, convence um usuário médio de que privacidade é importânte, enquanto ele ta doido pra ser muito curtido no facebook……..

    • hamacker

      Celular, você usa ?
      É o maior espião do mundo e ninguém liga.

      • http://www.twitter.com/RaptorHawk Hawk

        Celular liga sim…. TUMDUM TSSSS

      • http://twitter.com/adrianobbatmam adriano

        eles é quem tem o poder de te espionar ex: oi donos filho de lula que tambem é dono da ig que tem parceria com o google ,
        quem cair na mira deles estarão espionados

  • http://twitter.com/limaolehmann André Lehmann

    Acho que graças ao Cardoso, eu não consigo mais assistir House…

  • http://estou-sem.blogspot.com/ Andarilho

    Como diria o Sr. K, tem coisas que você paga, e nem sempre é com dinheiro.

  • http://www.facebook.com/EdimarEstevam Edimar Pacheco Estevam

    Para resolver um problema, o cara sugere uma solução que não só não resolve, como agrava o problema. É melhor saber que o Google vende nossas informações pessoais para anunciantes e em troca nos dá produtos e serviços de alta qualidade do que ver tudo isso ir parar legalmente nas mãos dos “bem intencionados” governos, sempre preocupados em proteger nossa liberdade. Os burocratas e comunas devem ter adorado esse sugestão de regulamentar o Google.

    • DanielBastos

      Ótimo. Coloca logo os seus dados pra download público e seja feliz. Mas impedir a regulamentação do Google vai apenas causar desrespeito aos usuários que acham que sua privacidade vale mais do que alguns serviços na internet.

      • Edmilson_Junior

        Concordo com o Edimar, confio mais no Google que no governo brasileiro, ele me dá bons serviços e cobra por isso na forma de informações, informações tais que ele usa para me vender produtos de meu interesse e que me ajudam bastante, ruim? Sim, mas pior seria dar todas estas informações a empresas que não me dariam nada em troca ou ao governo que a usaria para inventar alguma outra taxa ou, na “pior” das hipóteses usar para perseguir a população me prender por qualquer crime aleatório como fazer uma citação genérica sem mencionar o autor.

      • http://pulse.yahoo.com/_3MGIZSBPFZF2PMS76DYTECSO3U Dr. Ricardo

        Não existe almoço grátis…O Google nos fornece uma fonte ilimitada de informações a custo zero. O que ele cobra é saber o que fazemos e o que gostamos para que outras empresas possam nos vender algo, que podemos ou não comprar. E eu tenho que ter responsabilidade sobre a minha vida e o que eu coloco na internet.

      • Humberto Henrique

        Há uma solução eficaz e simples: remova seus dados do google, eles te ensinam como fazer isso, e deixem o resto do povo em paz pelamordedeus. Sem leis feitas por deputados que não entendem de nada por favor.

        • Felipe Fernandes

          Tu quoque.

        • DanielBastos

          Mas eu compartilho poucos dados com o Google(Pouqíssimos mesmo, sou meio neurótico com isso).
          Mas é impossível explicar pra minha mãe como ela deveria navegar pra evitar compartilhar dados.
          Pra mim, é automático, pra alguem quem conheçe um pouco mais de info é bem fácil, mas e pra quem usa o pc de vez em quando? Quem tem pouca familiaridade com informática? Ou mesmo quem simplesmente não sabe nada sobre isso?
          Não to falando de quem não se importa, mas a maioria dos dados é de quem não sabe que está compartilhando, e isso é muito perigoso. Tão perigoso quanto deputado querendo mostrar serviço.

          • Leonardo Couto

            Culpa de quem não se informa sobre o que utiliza.

      • http://www.facebook.com/EdimarEstevam Edimar Pacheco Estevam

        Se governos fossem geridos por anjos ou por outros seres altruístas 100% preocupados apenas com o seu bem-estar e com sua proteção, aí sim, eu daria o meu apoio para que ele defendesse os meus interesses. Mas neste mundo, tal maravilha não existe e nunca existirá. Então, não vamos ser bobos e dar aos lobos a missão de proteger um curral cheio de ovelhas gordas.

      • Leonardo Couto

        Simples: Não o use.
        Esse pessoal quer exportar à força suas opiniões a terceiros.E quanto aos “usuários que acham que sua privacidade vale mais do que alguns serviços na internet”, bem, se o acham mesmo, por que simplesmente não deixam de ser usuários?
        Cada um que aparece…

  • Paulo Figueiredo Vicente

    Creio que você controla o tanto que o Google sabe de você.
    Uso a internet desde a década de 90, e algo que eu aprendi é que a internet não tem dados que você não tenha colocado.

    • Edmilson_Junior

      Mas tem oque outras pessoas colocam sobre você. Aquela foto com os amigos no aniversário da prima, na viagem de amigos, no trabalho, aquela colocação no concurso, aquele registro no DETRAN, e assim vamos.

    • Humberto Henrique

      Exato, aposto que quem faz mimimi sobre privacidade tá cheio de conta de facebook e blog com informações pessoais diversas. Bom senso resolve isso tudo mas um livro sobre bom senso não iria vender nada né.

  • http://twitter.com/craf07 Cláudio Alves

    Interessante notar que o autor trabalhou na Microsoft, há quem o caracterize como “pistoleiro de aluguel”. O que será que ele tem a dizer daquela empresa da qual a Microsoft é acionista, o Facebook – que por sinal, é muito mais invasivo com a minha privacidade do que o Google jamais foi?

  • http://vizualize.me/capuski Capuski

    Creio que deve haver algo plausível nas afirmações. Mas a qualidade do serviço do Google prestado ao usuário é incontestável. Tem seu preço? Claro que tem, você não paga com dinheiro, paga com seus dados. E sabe aquela história de branding, se quer se destacar ataque quem é famoso? Pois é.
    E tem mais uma, dizer que os usuários do Facebook são clientes? Os usuários do Facebook são tão produtos quanto os usuários do Google. Talvez até mais.

  • http://twitter.com/zardolino Anderson Zardo

    Concorrência até temos, mas ela é irrelevante fora dos EUA, justamente porque fora dos EUA as ferramentas das concorrentes não são tão eficientes.

  • BroncoRude

    Quem o pessoal do Google desagradou? Para se darem ao trabalho de lançar um livro colocando-os como membros do Eixo do Mal?

    Sério mesmo, que em pleno século xxi alguém crê em empresas capitalistas com “responsabilidade social”?

    Quem não usa seus dados pessoais? O seu banco? Cartão de crédito? Empresas telefônicas não interceptam inclusive quais teclas de seu smartphone são pressionadas? bahhh ou é livro encomendado ou alguém querendo aparecer falando mal de famosos.

    Pessoas são produtos para o Google e para o Facebook não? faz-me rir.

    Quem é o “Mauzinho”? e quem é o “Bonzinho”? google, facebook, yahooo, ibm, microsoft, apple? Dependendo de sua Fé, uns são demônios e outros santos. Os queridinhos nunca tem defeito, ao passo que os invejados, odiados, são portadores de todo o mal e ameaças ao mundo livre e à humanidade.

    • http://twitter.com/HufflepuffBR Fábio Emilio Costa

      Concordo…

      E o Google tem uma coisa a favor: ele sempre deixou às claras as coisas, ao menos no meu ponto de vista.

      Ele sempre deixou bem claro que usa o meu email para descobrir mais sobre mim e mandar anúncios e tudo o mais. Para mim, sempre me pareceu algo honesto, e parte do negócio.

      É apenas uma extensão do “Não existe almoço grátis.”

  • http://twitter.com/nilsonmorais Nilson

    Bom, acho que o consenso geral aqui nos comentários é a melhor resposta a esse livro.

  • http://georgeanderson.com.br George Anderson

    A promoção de um livro atacando o Google me parece bem conveniente vindo de um garoto Microsoft (patrocinado?). Os argumentos do autor podem até fazer sentido, mas não dá para usar apenas o Google com bode expiatório para tais práticas tão comuns em TODA a indústria da informação, dentro e fora da internet. Quer dizer que agora a solução é todo mundo usar Bing? Bingo, garoto Micro$oft!

    • hamacker

      Eu entendo que não é isso, pois se fosse não estaria aberto a comentários. Os comentários podem gerar uma propaganda boa ou ruim, um risco muito alto para um post patrocinado.

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      Até me daria ao trabalho de responder, mas a assinatura digital de retardado, escrever “M$” me livrou dessa necessidade, obrigado.

      • http://georgeanderson.com.br George Anderson

        Eu fiquei realmente muito curioso pela resposta Cardoso. Sinceramente eu gosto muito dos seus posts e não tenho nada contra você, muito pelo contrário. Acho que você enriqueceria a nós todos leitores “se dado ao trabalho”. A julgar pelos demais comentários eu não fui o único que não concordei com esse post. Enfim, o post é seu e você fala o que quiser e responde a quem quiser. Nâo é por um que vou deixar de apreciar os seus textos, mesmo sendo chamado de retardado.

      • Louise Landin

        Sai da defensiva, Cardoso. Amo você, o jeito como escreve. Mas não senti imparcialidade. E se somos consumidores, em vez de produtos, para Apple e Microsoft, sinto, com relação a estas, o mesmo com relação às operadoras de telefonia. A gente pula de uma pra outra e sente pouca diferença. Não nego que, às vezes, sinto como se a Google tivesse uma câmera apontada pra mim e veja tudo o que faço, e no futuro vão usar meus dados para uma espécie de recrutamento sei lá pra quê. Mas é de graça e no momento eu só posso pagar cedendo a testa para uma injeção experimental, que eu não conheço bem os efeitos colaterais.

  • Alexandre Oliveira

    “Do no evil” para os usuários, não para os concorrentes, oras. :-)

    Eu acho o argumento do cliente/produto é bem falho, por vários motivos. Se eles abusarem do “produto”, ele desaparece do mesmo jeito (e se perder os usuários, o produto foi embora e o cliente não vai gostar). Além disso, quando separamos por produtos específicos e analisamos o modelo de negócios da busca da Microsoft ela fica muito parecida com o Google, só perde na escala. O Facebook também tá muito mais pra estar na mesma categoria do Google do que na outra, mesmo sob o prisma dele. Ele parece ter escolhido a Google por outras razões que prefere não revelar.

    O principal ponto é que na questão Youtube / Busca os concorrentes são tão piores, que se eles abusarem o usuário fica como mulher de malandro que não tem pra onde ir e prefere apanhar calado. Note que mesmo que ele pagasse por isso, nada mudaria. Se não tem opção boa, tem que aceitar o o que tem. O Facebook goza exatamente do mesmo status.

    A questão de analisar os emails para gerar anúncios gera um alarde que eu nunca entendi. Enquanto eles não repassam pros anunciantes nenhuma informação que identifique o usuário, acho perfeitamente normal. Hoje os termos do Google não permitem que eles façam isso. Quanto a retirar conteúdo das buscas, a menos que você seja o dono da página e quer retirar algo que estava público por engano (isso eu já fiz e é super fácil) eu acho que tem que ser via justiça mesmo, ou eles seriam acusados de censura.

  • http://profiles.google.com/1bertorc Humberto Ramos Costa

    Pelo seu post vai na velha (e para mim correta) linha: “Se você não paga o produto é você”
    Apesar do que ele disse acho difícil as pessoas abrirem mão do facebook e da MS em favor da concorrência… Ainda assim a crítica faz sentido por causa do ‘fluxo do dinheiro’. O google ‘controla’ o conteúdo que você tem acesso (por causa das buscas) e o pagamento dos anúncios, isso ‘fecha o pacote’ e sustenta os problemas que seu artigo (e o livro) apontam.

  • zed alves

    “devemos saber o quê colocamos na Internet, quais informações damos ao Google (e a qualquer um no lugar dele)”. Eis aqui o pulo do gato.

  • hamacker

    Eu até usaria o Bing…se ele não fosse tão ruim.
    Fala sério, eu acho os artigos KB e Hotfixes da Microsoft usando o Google melhor do que conseguiria usando a página de busca da microsoft. Não me entendam mal, eu acho o Bing excelente para procurar, mas ineficiente para achar.

    Deve ter código alienígena ou ciência oculta no buscador do Google para que mesmo depois de anos ainda continue ser insuperável e muito distante dos demais.

    • Louise Landin

      Disse tudo sobre o Bing. Bonitinho, mas ordinário.

  • cquintela

    “Já o Google não tem esse problema. O cliente dele é o anunciante. Nós somos usuários dos serviços.”

    Eu já diria que nós somos o produto…

  • Jeronimo Barros

    Cardoso, e qual a sua opiniao em relacao `a traducao ? Presta ? Pergunto porque geralmente passo raiva com traducoes porcas que sao feitas a toque de caixa sem revisao decente para lancar logo alguma obra.

  • clement

    Você está em qualquer tipo de dificuldades financeiras? Você precisa de um empréstimo para limpar as suas dívidas? Você vai aumentar suas finanças? Você é uma pessoa de negócios que quer expandir seu / sua empresa. Você são convidados a contactar o verdadeiro herói, confiança e companhia efetiva de empréstimo do empréstimo para um empréstimo. Eu reconheci os indivíduos eo governo para a nossa alta eficiência.

    Os serviços incluem:

    * Empréstimos pessoais (Secure e quirografários)

    * Empréstimos de negócio (Secure e quirografários)

    * Home Improvement

    * Inventor Empréstimos

    * Auto empréstimos

    etc ..

    Por favor, volte para nós se interessado, através [email protected]

    Somos certificados,

    Atenciosamente,

    Clement Johnson

    [email protected]

    Disponíveis e oferecer uma garantia de empréstimo