Meio Bit » Arquivo » Internet » Web 2.0 em todos os cantos (Parte 2)

Web 2.0 em todos os cantos (Parte 2)

15 anos atrás



Na primeira parte da série “Web 2.0 em todos os cantos” comentamos dez serviços Web 2.0 desenvolvidos bem longe do Vale do Silício, mas que estão chamando a atenção da mídia (vide Business 2.0), do público e dos investidores por serem idéias inovadoras. Nessa segunda (e penúltima) parte comentamos mais dez deles:

11. O Sky-Click (Suiça) é um serviço baseado no Skype que permite que pequenas empresas criem seus Serviços de Atendimento a Clientes sem os elevados custos de infra-estrutura. O processo é bem simples. Primeiramente, é necessário registrar uma conta com os respectivos atendentes (eles cobram uma mensalidade de US$ 10.00 por cada um). Em seguida, é preciso adicionar um botão no site para que os clientes possam solicitar o atendimento via Skype. O Sky-click administra a fila de solicitações, integrando-se ao Skype através de um plugin. Também há um módulo de integração com o Salesforce.com para os usuários desse serviço de CRM.

12. O Stardoll (Suécia) foi desenvolvido para garotas de 7 a 17 anos de idade. As usuárias podem brincar de vestir celebridades como Adriana Lima e Gisele Bündchen, gastando seus Stardollars na compra de acessórios virtuais no StarPlaza. A conversão de moeda real para Stardollars pode ser feita através do cartão de crédito ou PayPal. É um modelo de negócio muito parecido com o do Second Life, mas direcionado para um público diferente.

13. O burrp! (Índia) permite compartilhar a opinião dos usuários sobre restaurantes e bares das cidades indianas. O site é útil se você precisa saber onde comer uma boa pizza em Mumbai.

14. O OhMyNews (Coréia do Sul) é um jornal online construído com a participação dos usuários que submetem notícias e comentários. Aproximadamente, 80% do conteúdo do jornal é gerado pelos próprios usuários, e somente o restante é produzido por uma equipe de 55 pessoas contratadas. A influência do site na Coréia do Sul é impressionante, inclusive acredita-se que o OhMyNews teve participação decisiva nas eleições presidenciais de 2002. Se seu coreano estiver enferrujado como o meu, dê uma olhada na versão em inglês do site.

15. O Keotag (Nova Caledónia) é uma ferramenta que agrega os resultados das buscas por tags em 18 sites diferentes: Technorati, Blinklist, del.icio.us, Furl, Google, IceRocket, BlogDigger, Live Search, Bluedot, Newsvine, BlogPulse, Feedster, Bloglines, Digg, reddit, My Web Yahoo!, Wikio e Twitter. Gostei o recurso que permite gerar o OPML para os resultados.

16. O YoYo Games (Inglaterra) oferece diversos recursos para a criação de jogos. Vale a pena conhecer o GameMaker 7.0, uma ferramenta para desenvolvimento de jogos sem programação! Além dos clássicos jogos de labirinto o ambiente permite criar jogos com efeitos 3D.

17. O Spreadshirt (Alemanha) tem um modelo de negócios bastante interessante! Através dele é possível criar lojas virtuais para vender camisetas com design personalizado. O Spreadshirt se encarrega do resto: processamento dos pagamentos, produção, entrega e serviço pós-venda!

18. O Trendio (Suécia) é uma bolsa de valores para palavras. O valor das palavras é calculado pela frequência de ocorrências nas notícias. Dessa forma é possível perceber as tendências na mídia e tentar prever o que será manchete amanhã. Clique aqui e veja as palavras de tecnologia que estão mais valorizadas no momento.

19. O eSnips (Israel) é um site de compartilhamento de conteúdo que oferece gratuitamente 5GB de espaço para arquivos. Se você usa Windows instale o eSnips Uploader, um plugin para Internet Explorer e/ou Firefox que facilita o envio de arquivos.

20. O Africator (África do Sul) é um agregador de conteúdo feito especialmente para membros da comunidade digital do continente africano (Afrosfera). A qualidade desse serviço é notável!

Na terceira (e última) parte da série "Web 2.0 em todos os cantos" apresentaremos mais onze serviços. Enquanto isso, qual desses você acha que tem maior potencial?

relacionados


Comentários