Home » Mobile » Desenvolvimento para iOS em crise? Bad Apple!

Desenvolvimento para iOS em crise? Bad Apple!

Desenvolvedores de aplicativos para iOS são intimados por terceira sobre violação de patentes no sistema "in-app purchasing". Apple se omite, e isso pode ser bastante danoso para o seu ecossistema...

8 anos atrás

Badapple

Na última sexta-feira, mais de uma dúzia desenvolvedores de iOS começaram a receber cartas via FedEx. E não eram de ex-namoradas...

As correspondências informavam que uma certa empresa acreditava que seus aplicativos violavam uma patente envolvendo a tecnologia de "in-app purchasing", sistema que oferece ao usuário a possibilidade de efetuar compras de adicionais direto do aplicativo, e que era "recomendável" que eles fossem cautelosos o bastante para puxarem o plug desta função em seus projetos. Não houve um desenvolvedor sequer que tratou as cartas como mero "correio elegante".

Até mesmo coders mais bem estruturados como a IconFactory, criadora do Twiterrific, também andaram a receber as tais correspondências encardidas pelo correio, adicionando ao desconforto e a vontade frustrada de responder à altura das intimidações.

Nos últimos anos, uma migração em massa de criadores de todos os tamanhos passou a desenvolver para o iOS. Um dos grandes responsáveis por isso foi a aparente dedicação de tempo e recursos por parte da Apple em fornecer SDKs regulares e uma ampla documentação de suporte e coding. Uma boa infra-estrutura é como mel para esse tipo sempre faminto de abelhas.

Isso fez com que a Apple ganhasse rápido para si a criatividade de programadores que andavam meio dispersos e sem saber para onde escrever, longe dos tempos frutíferos em que se programava para o antigo Symbian, o Windows Mobile e até mesmo os portáteis monocromáticos da Palm. Mas até mesmo toda essa época também não contava com um modelo mercantil de rendimentos para freelancers que fosse realmente lucrativo, como hoje é possível com o iOS e como ainda engatinha para com o Android.

ApplePor essa razão que muitos desenvolvedores, neste momento, já se questionam sobre toda essa "devoção" da Apple em relação à sua real força de trabalho. Um número crescente deles está organizando um provável boicote em massa contra a própria Apple, caso toda a sua "dedicação" em agregar milhares de independentes pelo mundo não se converta em apoio nessa hora de dificuldade e de resposta.

O grande problema é que a maioria maciça dos desenvolvedores não tem condições, fundos ou recursos para peitarem sozinhos uma retaliação na esfera jurídica contra aquela que já é publicamente reconhecida como um Troll no "mercado" de processos de patentes e invenções: a própria Lodsys.

Essa empresa alega que a Apple licenciou a patente de sua tecnologia, embora não esteja claro como a Apple adquiriu a licença para empregar a tecnologia de in-app na sua grade e também não está totalmente claro onde ela transgride qualquer possível proteção da patente.

Avaliando o coding para iOS do ponto de vista mercantil e de business, neste momento, é consenso geral entre os desenvolvedores que todos acabaram ficando na geladeira sobre usar ou não as APIs disponilizados para a Apple em seus projetos.

A instrução normativa e parâmetros de um projeto para iOS podem ser um tanto trabalhosas e caras e ninguém quer investir altos montantes e algo que, diante do incômodo silêncio da Apple diante da questão, possa vir a ser tão útil quanto um perneta num campeonato de chutar traseiros, se a coisa toda descarrilar juridicamente.

Também é estimado pela mesma comunidade de desenvolvedores que a Patente #772,078, que prerroga em sua substância que "métodos e sistemas para a coleta de informações via unidades de um commodity a partir de uma dada rede" é algo extremamente vago e amplo, podendo ser finalmente anulada e levar para um ponto final em relação à abordagem nada ortodoxa da Lodsys de endereçar o assunto.

Abordagem essa que, ao invés de reinvidicar diretamente seus possíveis direitos junto ao maior responsável pela transgressão, ou seja, a Apple por escrever proprietariamente as APIs de integração a tal tecnologia, acabou sendo empreendida por meio de sutis ameaças em forma de bullying, contra quem seguramente se alarmaria por medo e incapacidade de responder à altura.

No final do dia, o silêncio da Apple em apoiar uma comunidade que literalmente carrega todo o seu projeto nas costas (pois sem appstore, sem nada, desculpe!) é o que mais perturba os desenvolvedores.

E com todo respeito, acho que estão cobertos de razão nesse caso. Cadê "Dio" quando mais se precisa dele? Hmmm?

A Apple já adquiriu notoriedade com suas políticas arbitrárias de banimento e restrições à entrada de toneladas de aplicativos e ainda é amplamente criticada por seu formato eficientemente hermético de negócio, porém, por muitas vezes autoritarista e segregacional.

Que a Apple não se acovarde dessa vez, ou o acrônimo "WWDC" (que já está logo aí) tem um enorme potencial para se transformar em "World Wide Developers Crashing".

Leia mais sobre: , , , , , , .

relacionados


Comentários