Home » Internet » Testando o BRPay - Parte 1

Testando o BRPay - Parte 1

Bom, eu ia testar o BRPay pedindo para um amigo me dar um real por lá e ver se eu conseguiria transferir direitinho até minha conta bancária. Não precisei. Uma amiga minha foi 'corajosa' e, através da campanha que tenho em meu blog, me doou 50 reais, perguntei

13 anos e meio atrás

Bom, eu ia testar o BRPay pedindo para um amigo me dar um real por lá e ver se eu conseguiria transferir direitinho até minha conta bancária. Não precisei. Uma amiga minha foi 'corajosa' e, através da campanha que tenho em meu blog, me doou 50 reais, perguntei e ela disse que usou cartão de crédito.

O resultado veio 4 dias depois (2 a 3 dias úteis, como eles haviam dito):

Recibo do BRPay

Quem usa Banco Real vai reconhecer que essa é uma tela de extrato do Internet Banking deles.

A doação foi de R$50,00, e foi descontada uma taxa de R$1,85 (3,7%) porque eu quis dar um upgrade em minha conta para aceitar cartões de crédito. O BRPay não cobra taxas para conta pessoal (porém o limite de retirada é de R$500,00).

Porém, um teste é pouco e minha mente científica (afinal já participei de estudos médicos com 500, mil pacientes) não está satisfeita. É por isso que eu queria conduzir um estudo em 'larga escala'. A idéia que tive foi a seguinte:

1) Pessoas me mandam R$ 1.

2) Cada pessoa que mandar, me diz que mandou e qual o nome que colocou (seria para eu saber se todas as transferências caem em minha conta no BRPay).

3) Eu devolvo o R$ 1. O ideal é que quem contribuir com o estudo tenha conta no BRPay ou em um dos bancos que eles não cobram taxa. Os bancos são: Banco do Brasil, Unibanco, Itaú, Banco Real ABN AMRO, Bradesco e Caixa Econômica Federal. O único porém é que seu R$1 pode ter um desconto de 3 a 5% devido às taxas do BRPay.

4) Quem mandou o R$1, me avisa se houve o retorno direitinho da quantia e qual a taxa descontada.

5) Faço estatísticas dos resultados (claro que depende da amostragem) e posto aqui quando achar um número considerável. O número considerável seria algo que vocês poderiam me ajudar a definir. 100 pessoas? 1000 pessoas? Obviamente o resultado ideal é 95%, dando uma margem de erro de 5%, que aí pode ser atribuída a falha de comunicação minha com usuários e vice-versa.

PS: É uma idéia, e desejo saber a opinião dos leitores sobre isto. E não encontrei nada sobre valor mínimo a ser transferido no site, por isso ainda chamei este post de 'parte 1' e não vou começar nada nem dar dados de contato até obter uma opinião do pessoal aqui. Se a maioria achar que minha idéia é estúpida, eu não faço, simples assim.

O motivo disso, ou seja, de meu interesse em saber se o negócio é 'firmeza'? É que acho que um sistema como o Paypal no Brasil é uma ótima alternativa para micropagamentos. O que quero dizer com isso?

1) Campanhas de doação, seja em meu blog ou qualquer outro lugar. Às vezes alguém quer doar R$5 ou R$10 para alguma causa via internet e não o faz porque teria de fazê-lo via DOC, aí gastaria mais 5 a 10 reais. Quando eu pude, eu já doei algo como 5 dólares para freewares daqueles que 'mudaram minha vida' usando o Paypal, mas não o faria para um freeware nacional que me fosse útil sem uma alternativa como esta.

2) Produtos 'baratos'. Quantas vezes já não vi no Mercadolivre produtos de R$15,00 por exemplo e não o adquiri simplesmente pelo fato de eu não querer gastar a mais com o DOC e não querer ir ao banco? Tá, hoje em dia o ML tem o Mercadopago, mas ainda assim é algo restrito a um só site.

3) Liberdade de vender o que quiser, onde quiser. Uma amiga minha, por exemplo, tem uma banda que acho ótima e vende o CD da banda por R$19 no site deles, o que não é caro. Só que pode ficar caro com o lance do DOC e tudo o mais, a não ser que você vá até o banco, o que, se você for como eu, acha um saco. Seria uma ótima aplicação do sistema sem ter que se sujeitar a Mercadolivre e afins.

Por isso, em minha opinião, acho que seria uma boa testar o sistema com um monte de microtransações de R$1,00, com vinda do dinheiro para minha conta e depois a volta dele para sua conta bancária (se forem dos bancos acima citados, porque não poderei devolver R$1,00 quando eles cobram R$5,00 para transferir para bancos que não sejam os que listei acima) ou conta do BRPay.

E tem um material bacana que estou preparando sobre o dito-cujo, basicamente um bombardeio de perguntas ao pessoal de lá 😉

relacionados


Comentários