Meio Bit » Games » Breaking Bad poderia ter virado um jogo no estilo GTA

Breaking Bad poderia ter virado um jogo no estilo GTA

Criador do Breaking Bad revela que gostaria de ver a série virar um jogo parecido com o Grand Theft Auto, mas será que essa é mesmo uma boa ideia?

11/08/2022 às 9:30

Com um nível de qualidade muito acima da média até o seu último capítulo, a série Breaking Bad conseguiu se tornar uma das obras de entretenimento mais adoradas de todos os tempos. O tour de force de Vince Gilligan tornou-se um ícone da cultura pop e se dependesse da vontade do criador, a franquia poderia ter se tornado muito maior do que já é.

Breaking Bad

Crédito: Reprodução/Hyanide/ArtStation

Repleta de personagens fascinantes e contando com uma narrativa que poderia dar origem a um ótimo jogo, durante muito tempo os fãs imaginaram se a série poderia ser adaptada. Na verdade, em 2019 até vimos o lançamento do Breaking Bad: Criminal Elements, um jogo no máximo mediano para dispositivos mobile, mas aquilo com que sempre sonhamos foi um título de grande porte.

Pois ao participar do Podcast Inside the Gilliverse, o autor revelou que em um determinado momento ele chegou a propor a criação de um jogo no melhor estilo Grand Theft Auto, algo que, para o bem ou para o mal, nunca aconteceu.

“Eu não sou muito um jogador de videogame, mas como você pode não conhecer o Grand Theft Auto?” questionou Gilligan. “Lembro de ter dito para os caras, que agora estão trabalhando na Apple e originalmente aprovaram o Breaking Bad: ‘Quem é o dono do Grand Theft Auto?’ Não podemos ter um mod? Podemos ter um jogo Breaking Bad?’”

O criador da série então lamentou por a ideia nunca ter sido aproveitada, algo que ele ainda considera fazer sentido. Gilligan ainda mencionou a existência de diversas possibilidades de transformar a franquia em jogos, como, por exemplo, um em realidade virtual e seria produzido para o PlayStation VR.

“Colocamos muita energia e talento para escrever três ou quatro histórias para diferentes videogames,” disse Vince Gilligan. “Muitas pessoas passaram horas nisso. Criar um jogo é muito difícil, leva anos e milhões de dólares, especialmente quando você está tentando abrir novos caminhos, como a RV.”

Breaking Bad

Crédito: Reprodução/Hyanide/ArtStation

E além da questão financeira usado por ele para justificar tais projetos nunca terem evoluído, as pessoas envolvidas com a produção sempre foram superprotetoras com a marca. O temor seria que o jogo só atraísse a atenção do público por estar atrelado ao nome Breaking Bad, assim como aconteceu com o famigerado E.T. the Extra-Terrestrial, para Atari.

Por tudo isso, Vince Gilligan sugeriu que os fãs não criaem expectativa em relação a um dia vermos o lançamento de uma versão interativa da série. Contudo, eu não descartaria essa possibilidade, afinal já vimos filmes fazerem essa transição mesmo vários anos após eles terem sido lançados.

Só para ficarmos nos filmes que deram origens a jogos que seguiam a fórmula do GTA, podemos citar o The Godfather e o Scarface: The World Is Yours. Lançados respectivamente pela Electronic Arts e pela Vivendi Games, tais títulos conseguiram algum sucesso e até foram elogiados por não terem sofrido com as agendas apertadas das adaptações, já que não precisavam ficar prontos antes das suas contrapartes chegarem ao cinema.

Mas se um jogo do Breaking Bad produzido atualmente poderia se beneficiar dessa falta de urgência para ser concluído, será que a semelhança com um Grand Theft Auto não seria um fardo pesado demais para ele carregar? Com as comparações sendo inevitáveis, o estúdio que assumisse essa responsabilidade realmente teria que entregar algo mais do que apenas o nome para evitar as críticas e mesmo assim ainda tenho dúvidas se a cobrança não seria exagerada.

O problema aqui é que a decisão de ceder os direitos para alguma empresa não depende só do Gilligan e por mais que ele defenda que os executivos da AMC são cautelosos, sabemos que isso pode mudar de uma hora para outra. Assim, não duvido que um dia vejamos um Breaking Bad: The Game sendo anunciado, com o projeto desde o início dando sinais de não passar de um caça-níqueis.

Breaking Bad

Crédito: Reprodução/Hyanide/ArtStation

Particularmente, eu adoraria se Breaking Bad desse origem a um jogo, mas não nos moldes do GTA. Considerando os muitos dilemas morais que cercam a série, acredito que o melhor seria um título voltado para a narrativa, algo como o que foi feito pela Telltale Games com a franquia The Walking Dead.

Eu sei que muitas pessoas não gostam muito desses jogos no estilo Escolha sua Aventura, mas penso que assim a adaptação poderia respeitar muito mais a obra original. Tudo bem, com o tempo o Walter White deixa aflorar seu lado Heisenberg, mas seria estranho vê-lo desde o início correndo por aí explodindo tudo com um lança-mísseis ou se divertindo com o caos gerando.

Uma saída seria a história desse possível jogo trazer como protagonista um personagem inédito, com aqueles que vimos na série servindo como apoio. Ainda assim, não consigo deixar de pensar em como um “Grand Theft Breaking Bad” fatalmente resultaria num jogo de mundo aberto bastante genérico.  

Fonte: NME

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários