Home » Games » Criador do Gran Turismo quer jogos a 120, 240fps

Criador do Gran Turismo quer jogos a 120, 240fps

Para Kazunori Yamauchi, melhor do que termos um Gran Turismo em 8K, seria os próximos jogos conseguirem rodar a 120 ou até mesmo 240fps

18/02/2020 às 11:01

Com o lançamento do Xbox Series X e do PlayStation 5 se aproximando, uma das principais bandeiras levantadas tanto pela Microsoft quanto pela Sony é a capacidade de tais consoles rodarem jogos numa resolução 8K. Tal salto na qualidade da imagem certamente deverá ser comemorado, mas para Kazunori Yamauchi, que é o responsável pela série Gran Turismo, seria mais interessante se os futuros games conseguissem alcançar muito mais do que apenas 60 frames por segundo.

Gran Turismo Sport

A declaração do game designer que chefia a Polyphony Digital e que na década de 90 criou a lendária série de corrida foi dada durante um evento na Federação Internacional de Automobilismo (FIA), após ele ter sido questionado sobre o futuro do Gran Turismo:

Ao irmos do PS1 para o PS2 tivemos uma diferença de performance de centenas de vezes entre as duas gerações de consoles. Um avanço como aquele não é mais possível.

Acho que em termos de resolução, 4K já é o suficiente. Ao invés da resolução espacial sobre a qual vocês estão falando, eu estou mais interessado nos avanços que podemos fazer em termos de resolução temporal. Em termos de frames por segundo, ao invés de permanecermos em 60fps, estou mais interessado em aumentá-los para 120fps ou até mesmo 240fps. Penso que é isso o que irá mudar a experiência daqui em diante.

Tal declaração pode ser considerada por alguns como nada mais do que um devaneio, mas ela ganha importância por vir de alguém tão famoso quanto Yamauchi e por ele estar a frente de um dos principais estúdios da Sony. Isso porque, se a fabricante quer tanto entregar jogos a 8K, ninguém ficará surpreso se os donos de um PS5 tiverem que se contentar com uma taxa de atualização de meros 30fps.

Mas deixando as especulações de lado, posso dizer que eu não poderia concordar mais com as palavras de Kazunori Yamauchi. Poder ter acesso a um jogo como o Gran Turismo rodando com uma taxa de atualização de frames tão alta quanto 240fps deve ser algo sensacional e se para isso eu tiver que encará-lo em 4K ou até mesmo em apenas 1080p, poderia conviver com isso numa boa.

Mesmo hoje em dia eu sempre opto por um maior fps em detrimento da resolução quando o jogo me permite fazer tal escolha no console, pois acredito que existe uma diferença muito grande entre 30 e 60fps. Porém, se há algo que considero ainda mais importante do que poder jogar em 120 ou 240fps, é ter uma taxa de atualização estável.

É impressionante como quedas nos frames dos jogos tem irritantemente se tornado cada vez mais comum nos consoles e se para atingir 240fps num futuro Gran Turismo teremos que conviver com o fps oscilando gritantemente, preferia que a Polyphony Digital — ou qualquer outro estúdio — se dedicasse a garantir uma taxa menor, mas cravada.

Fonte: GTPlanet

relacionados


Comentários