Home » Mobile » Google descontinua projeto Daydream de Realidade Virtual

Google descontinua projeto Daydream de Realidade Virtual

Google Daydream, projeto para conteúdos de Realidade Virtual que foi evolução do Cardboard is no more; suporte será mantido por enquanto

21/10/2019 às 9:30

O Google Daydream, projeto de Realidade Virtual da gigante das buscas que era uma evolução natural do Cardboard, não existe mais. Durante o evento Made by Google 2019, realizado na semana passada e que introduziu os novos Pixel 4 e o Nest Mini, a companhia confirmou, fora dos holofotes que a linha de produtos e a hmologação de recursos em novos smartphones foi interrompida.

Google Daydream

Matar projetos é um dos hobbies favoritos do Google, visto que a empresa adora atirar para todos os lados sem mirar em nada, mantendo o que dá certo e descartando o que não vingou (por isso muita gente não bota fé no Stadia), mas o projeto Daydream até que durou bastante. Inicialmente a companhia entrou na onda da Realidade Virtual com os dois pés atrás, preferindo introduzir o Cardboard, o curioso headset de papelão.

A ideia era bastante simples, fornecer os meios para que o usuário pudesse ele mesmo montar um acessório para consumir conteúdos em VR e 3D voltados para celular, bastando apenas baixar os moldes, cortar e montar, além de comprar um par de lentes biconvexas assimétricas com distância focal de 45 mm, conforme as especificações.

Com um custo de no máximo R$ 30, qualquer um é capaz de montar um headset e usar qualquer celular que desejar com ele, mesmo iPhones. O Google fornecia conteúdos e ao menos no Android, apps compatíveis. Porém, em 2016 o Daydream View chegou como um produto completo, um headset com controle remoto que infelizmente, só era compatível com a linha Pixel e alguns outros smartphones.

Google Cardboard / google daydream

O Google Cardboard foi uma ideia excelente, tanto que será mantido

No entanto, o Pixel 4 e o Pixel 4 XL não suportam o Daydream, assim como já havia acontecido com o Pixel 3a e Pixel 3a XL. Ao ser questionada sobre isso, o Google confirmou que o projeto foi descontinuado, com a linha de headsets tendo sido retirada de venda em definitivo. Não obstante, a gigante das buscas não mais irá fornecer os meios para que novos smartphones, seus ou de parceiros, suportem a tecnologia.

A posição oficial do Google é que o Daydream não foi muito bem sucedido, tendo sido recebido em uma escala menor do que o esperado tanto pelos desenvolvedores, quanto pelos consumidores. Em suma, o Daydream View vendeu pouco e não há tantos apps compatíveis que justifiquem sua existência.

Por enquanto, o app Daydream continuará no ar na Play Store, bem como os outros conteúdos compatíveis; quem possui um celular que suporta o recurso poderá continuar a usa-lo, mas ele não mais deverá surgir em novos aparelhos Android. Nada foi dito sobre o Cardboard, que deve continuar disponível por tempo indeterminado.

Com informações: VentureBeat.

relacionados


Comentários