Home » Filmes e séries » O Irlandês: entrevista com Scorsese, De Niro, Pacino e Pesci

O Irlandês: entrevista com Scorsese, De Niro, Pacino e Pesci

O Irlandês estreou na semana passada no New York Film Festival, e Martin Scorsese seus atores contaram mais sobre o filme na coletiva de imprensa

30/09/2019 às 17:45

Não é segredo pra ninguém que nós aqui na redação do MB estamos muito empolgados com O Irlandês (The Irishman), novo filme de Martin Scorsese que conseguiu a façanha de reunir no elenco Robert De Niro, Al Pacino, Joe Pesci e Harvey Keitel. O Irlandês é um filme de máfia na melhor tradição de três grandes clássicos do cineasta, Os Bons Companheiros (Good Fellas), Cassino (Casino) e Os Infiltrados (The Departed).

Al Pacino, Robert De Niro e Martin Scorsese na coletiva de O Irlandês

Em uma conversa bem interessante sobre O Irlandês na coletiva de imprensa do filme no festival de Nova York, Martin Scorsese, Joe Pesci, Al Pacino e Robert De Niro responderam a várias perguntas sobre esse ambicioso projeto. O diretor contou que ele e De Niro estão tentando trabalhar juntos novamente desde que trabalharam em Cassino, que também tinha Joe Pesci em mais uma interpretação excepcional, mas foi só agora que as agendas se encaixaram.

Detalhe do pôster de O Irlandês (The Irishman), filme de Martin Scorsese para a Netflix

Na entrevista, Scorsese e De Niro também falaram sobre a dificuldade de décadas em conseguir financiamento para o filme, algo que só foi resolvido quando eles conversaram com Ted Sarandos. Pra quem não conhece, Sarandos é o chefe de conteúdo da Netflix, e o segundo em comando na empresa, só respondendo a Reed Hastings. Com o apoio financeiro de uma gigante como a Netflix, o filme enfim saiu do papel, e em breve poderemos conferir o resultado nos cinemas e depois no serviço de streaming.

Cena de O Irlandês (The Irishman), filme de Martin Scorsese para a Netflix

Já falei aqui nos meus outros posts sobre o filme sobre uma dúvida que paira em cima de O Irlandês, que é a tecnologia de rejuvenescimento digital usada nos atores para que possam interpretar seus personagens ao longo da trama, que se estende por várias décadas. Não acredito que isso vá atrapalhar o filme, mas vi alguns por aí comparando o novo trailer com cenas de videogames.

Cena de O Irlandês (The Irishman), filme de Martin Scorsese para a Netflix

O filme só foi aprovado depois que eles fizeram alguns testes de efeitos especiais usando a técnica de rejuvenescimento da ILM alguns anos atrás, com um resultado positivo. O interessante é que esse teste foi feito com uma cena de Os Bons Companheiros, na qual Robert De Niro aparecia envelhecido interpretando uma cena que fez bem mais jovem.

Com a confirmação da viabilidade técnica dos efeitos especiais, e Martin Scorsese plenamente satisfeito, achando que eles tinham encontrado o caminho, a produção foi adiante, mas o fato é que esse detalhe complicou e encareceu até mesmo as filmagens do longa, já que pra contar com a tecnologia, a equipe tinha que levar nove câmeras, não importa qual cena fosse ser rodada na produção. 

Cena de The Irishman, filme de Martin Scorsese para a Netflix

Al Pacino também falou sobre o seu desafio em viver uma figura lendária como Jimmy Hoffa, que era bem conhecido quando o ator era criança. Joe Pesci parece ter incorporado o seu personagem Russell Bufalino, respondendo sem muita paciência as perguntas do apresentador como se fosse o mafioso da Pensilvânia, que liderou sua família por 30 anos.

Só faltou mesmo Harvey Keitel para esse encontro ficar completo, mas felizmente ele está no filme, e poderemos conferir a química entre ele e os outros atores em cena.

Cena de The Irishman, filme de Martin Scorsese para a Netflix

Um detalhe curioso é que O Irlandês é o primeiro filme de Pacino com Martin Scorsese, mas é como dizem, antes tarde do que nunca. Assista a coletiva de imprensa do filme clicando abaixo.

The Irishman é inspirado no livro I Heard You Paint Houses de Charles Brandt, que aqui no Brasil foi traduzido para O Irlandês: Os Crimes de Frank Sheeran a Serviço da Máfia, e que foi escrito em 5 anos de entrevistas do autor com o assassino de aluguel.

Cena de The Irishman, filme de Martin Scorsese para a Netflix

Assim como o livro, o filme vai mostrar como Frank Sheeran aprendeu seu ofício de matador na Guerra da Coréia, e quando voltou pra casa, resolveu fazer uma carreira "pintando casas", aforismo usado pelos que o contratavam como matador.

Uma curiosidade é que antes de pensar nesta história, Robert De Niro tinha o projeto de fazer um filme sobre Frank Machianno, ou Frankie Machine, The Winter of Frankie Machine, de Don Winslow, que acabou não indo pra frente, e assim o ator pensou em adaptar outro livro que ele adorava, que era justamente o de Charles Brandt.

A fotografia de O Irlandês é do mexicano Rodrigo Prieto, que começou a carreira trabalhando com Alejandro Iñarritu, e que já trabalhou com Martin Scorsese em O Lobo de Wall Street. Como o filme terá cerca de 3 horas e 48 minutos de duração, se for assistir no cinema, vá preparado para isso. 

Clique abaixo para assistir ao trailer.

O Irlandês estreia nos cinemas do Brasil no dia 14 de novembro, e a partir do dia 27 do mesmo mês na Netflix.

relacionados


Comentários