Home » Games » Poderá o Dauntless se tornar o novo queridinho da indústria?

Poderá o Dauntless se tornar o novo queridinho da indústria?

Tendo alcançado mais de 5 milhões de jogadores em uma semana, Dauntless já é um dos maiores sucesso do ano, mas será ele o início de uma nova febre?

28/05/2019 às 10:58

Quem acompanha a indústria de games está acostumado a ver o nascimento e o declínio de algumas tendências. Houve uma época em que as empresas pareciam estarem interessadas apenas em criar FPSs, depois vieram os MOBAs, os jogos de cartas e a mania mais recente é colocar algum battle royale no mercado. Poderia então algo no estilo da série Monster Hunter se tornar a nova febre?

Apesar de até pouco tempo atrás a franquia da Capcom se vista por muitos como algo de nicho (e talvez ela continue sendo), quando a empresa divulgou o seu último relatório financeiro ficamos sabendo que o elogiadíssimo Monster Hunter: World havia ultrapassado 12 milhões de cópias. Este número é importante pois com ele o título se tornou o mais vendido da história da editora e por se tratar de uma empresa que tem em seu portfólio gigantes como Mega Man, Street Fighter e Resident Evil, ele mostra que o nicho não é tão pequeno quanto pensávamos.

Mas como isso pode significar o nascimento de uma nova tendência? Bom, acontece que na semana passada a Phoenix Labs tirou do período de testes o Dauntless, jogo que segue o mesmo estilo da consagrada série da Capcom e que em tão pouco tempo já ultrapassou a impressionante marca de cinco milhões de jogadores — e sem indícios por enquanto de que deixará de seguir crescendo.

Disponível gratuitamente para PC, PlayStation 4 e Xbox One, o título ainda pode se orgulhar por ter sido o primeiro a chegar ao console da Sony contando com suporte a cross-play total e embora esses dois fatores provavelmente tenham contribuído bastante para chamar a atenção das pessoas, não há como ignorar o sucesso que o jogo está fazendo.

Em Dauntless assumiremos o papel de um Slayer, caçadores cujo objetivo é aniquilar todos os monstros (aqui conhecidos como Behemoths) que invadiram o nosso planeta após um cataclismo. Com um estilo visual mais cartunizado e que lembra o do Fortnite, o game tem um forte apelo às partidas cooperativas, quando os jogadores precisam traçar estratégias para derrubar os poderosos adversários.

Por se tratar de um título em que estaremos sempre online, tem sido comum vermos relatos de pessoas que precisam ficar um bom tempo na fila de espera até conseguir entrar em um dos servidores, o que pode ser tanto um demonstrativo da sua popularidade quanto a prova de que a desenvolvedora não estava preparada para tamanho interesse.

Pode ser também que todo este alvoroço em torno do Dauntless não passe de curiosidade, de um grupo (grande) de pessoas apenas interessadas em dar uma chance a um jogo gratuito de grande porte. Por isso acredito que será fundamental o pessoal da Phoenix Labs continuar trazendo conteúdo relevante para o seu jogo e melhorando a estrutura que o mantêm funcionando. Ainda assim, qual a garantia de que daqui algumas semanas o interesse não desaparecerá, assim como temos visto acontecer com o Apex Legends?

De qualquer forma, é muito legal ver um título gratuito chamando tanto a atenção da comunidade e mostrando que existe espaço para diversos modelos de negócios. Eu só não sei se seria uma boa ele e a sua fonte de inspiração terem dado início a uma nova febre, já que não estou pronto para ver quase toda franquia ser transformada numa “caça a monstros”.

Quanto a dar uma chance ao Dauntless, por enquanto eu ainda não senti vontade de experimentá-lo e como nem o Monster Hunter: World conseguiu me fisgar, imagino que não será este que o fará.

relacionados


Comentários