Home » Hardware » Lenovo demonstra primeiro laptop com tela dobrável

Lenovo demonstra primeiro laptop com tela dobrável

Protótipo da linha ThinkPad X1 tem tela dobrável de 13 polegadas, e segundo a Lenovo, é mais resistente que o Galaxy Fold

18 semanas atrás

A Lenovo está disposta a lançar um produto com tela dobrável melhor do que o Galaxy Fold: nesta segunda-feira (13) a companhia apresentou o protótipo de um novo laptop da linha ThinkPad X1, com um display OLED de 13,3 polegadas e... bem, só isso. Tudo o mais é segredo.

Lenovo / ThinkPad X1 prototype / lenovo tela dobrável

A Lenovo deu pouquíssimas informações sobre o novo produto. Ele não possui nome, dados sobre suas especificações, preço sugerido (será caro, obviamente) ou uma data de lançamento fixa. A fabricante chinesa se limita a dizer que ele chegará ao mercado "em 2020", que rodará Windows 10, e virá equipado com um processador da Intel. Nada além disso.

O protótipo é descrito como "o primeiro PC dobrável", como se todos os laptops do planeta não o fossem, mas até aí, subentende-se que a Lenovo se refere ao display. Quando aberto totalmente, ele apresenta um OLED de 13,3 polegadas e resolução 2K, e graças à sua articulação, a companhia diz que ele atende vários casos de uso.

Quando dobrado, ele passa a contar com duas telas de 9,6 polegadas, permitindo ser usado como um laptop tradicional, com a tela inferior exibindo um teclado virtual (semelhante ao Yoga A12), ou ser empunhado como um livro aberto, um formato interessante para leitores em trânsito, ou em modo tablet, totalmente aberto. Ele suporta teclados Bluetooth (o mínimo esperado), e a Lenovo pretende despacha-lo com uma caneta stylus da Wacom, que estava disponível na demonstração.

A Lenovo deu a entender que o ThinkPad X1 sem nome muito provavelmente terá suporte a redes móveis, para permitir que ele se conecte à internet em qualquer lugar, e o carregamento poderá ser feito pela porta USB-C (a bateria fica inteiramente na parte "inferior"). Ao mesmo tempo, a fabricante afirma que ele não será posicionado como um substituto de um celular, afinal, Windows 10.

Claro que o papelão do Galaxy Fold ainda assombra todo mundo que ousa explorar a tecnologia de telas dobráveis, mas a Lenovo está confiante de que entregará um produto melhor. Primeiro, ela fechou uma parceria com a LG Display, de modo a desenvolver uma tela OLED flexível e durável, e segundo a empresa, o produto é resultado de três anos de testes.

Não obstante, a Lenovo diz que dobrou a quantidade de testes para garantir que nem a tela, nem as juntas apresentem problemas durante o ciclo de vida do laptop; ao mesmo tempo, a empresa não deixou os jornalistas fotografarem o mecanismo externo com o protótipo fechado, e nem filma-lo para mostrar como ele funciona.

Mecanismo este que, segundo o The Verge, não parece tão resistente quanto deveria ser. A tela dobrável também não oferece bons ângulos de visão, e as cores sofrem distorções severas com o mais leve deslocamento de posição, o que é um problema e tanto para um produto com tela dobrável. Claro, por ser um protótipo, dá para dizer que o bichinho em si ainda está longe de ter sido finalizado.

Tom's Guide / Lenovo X1 prototype / lenovo tela dobrável

Créditos: Tom's Guide

Basicamente, o ThinkPad X1 é uma aposta da Lenovo, mas há coisas que precisam ser consideradas aqui. A principal delas é a expertise da divisão ThinkPad, exatamente a mesma equipe dos tempos da IBM, que não foi mexida em absolutamente nada após a venda para a Lenovo.

O motivo é simples, os laptops que ostentam tal marca sempre figuraram entre os mais confiáveis do mercado, com durabilidade extrema e recursos exclusivos, e por mais que os chineses experimentem algumas firulas, o nome ThinkPad permanece sendo um sinônimo de qualidade. Deprecia-lo é a última coisa que a Lenovo pretende fazer.

De qualquer forma, só nos resta esperar por mais informações acerca do Lenovo de tela dobrável num futuro próximo, especialmente em feiras como a Computex e a IFA, que serão realizadas ainda neste ano, e a CES 2020.

Com informações: Lenovo, The Verge, VentureBeat.

relacionados


Comentários