Home » Mobile » Sony reestrutura divisão Xperia, e pode deixar de vender celulares no Brasil

Sony reestrutura divisão Xperia, e pode deixar de vender celulares no Brasil

Divisões Xperia, de TV e de câmeras da Sony serão fundidas em uma só; empresa dá indícios de que desistiu do mercado brasileiro de celulares

34 semanas atrás

A Sony anunciou uma tremenda reestruturação: as divisões Xperia (telefonia celular), de TV e áudio e de câmeras digitais estão sendo fundidas em uma só, num esforço para aumentar a lucratividade e conter prejuízos.

Não obstante, a Sony vai fechar sua fábrica de celulares na China, está demitindo funcionários, e pode até mesmo deixar de vender a linha Xperia no Brasil.

Sony / Xperia 1 / Sony Mobile

Xperia 1: as chances dele ser lançado no Brasil são poucas

O anúncio oficial detalha o que será da Sony de agora em diante: a partir da próxima segunda-feira (01), data que marca o início do ano fiscal de 2019, as divisões de Comunicações Móveis (celulares da linha Xperia), de Produtos de Imagens e Soluções (câmeras digitais) e de Entretenimento Doméstico e Soluções (TV e áudio) serão unidas em um novo setor consolidado, chamado Produtos Eletrônicos e Soluções.

As outras divisões de hardware da companhia, como a Sony Interactive Entertainment (a divisão PlayStation, que é subsidiária da Sony of America), de semicondutores e sensores fotográficos, e de equipamentos médicos, entre outras, seguem sem alterações.

As mudanças na estrutura da Sony visam um objetivo: contenção de gastos. É fato notório que a divisão Xperia sangra sem controle há alguns anos, e a divisão de câmeras começa a sofrer com a retração do mercado, que também afeta outras fabricantes de modelos profissionais. A gigante japonesa não conseguiu, entretanto, atrair os consumidores de suas câmeras de entrada para seus celulares, por vários motivos.

Segundo um porta-voz da Sony, que explicou a mudança interna à Bloomberg, a medida foi tomada para "criar valor ao melhor utilizar os ativos combinados, e as equipes de nossa área de eletrônica"; ele afirma também que a fusão proporcionará "uma maior interação entre os funcionários, o que levará ao desenvolvimento e crescimento de nossa equipe".

A fusão, no entanto é apenas uma das medidas para conter as perdas da divisão Xperia: a Sony está fechando sua fábrica de celulares em Pequim, na China, e manterá funcionando apenas a unidade de manufatura da Tailândia, enquanto atua com terceirizadas; recentemente, a gigante demitiu cerca de 200 funcionários, ou 25% da mão-de-obra da divisão móvel em Lund, na Suécia.

Ao mesmo tempo, a linha Xperia está de uns tempos para cá se retirando de vários mercados. Seus aparelhos já não mais estão disponíveis no Sudeste Asiático, em países como Malásia, Singapura, Tailândia e Vietnã; ela também puxou o carro do Oriente Médio, e ao que tudo indica, o Brasil será o próximo.

Sony Store BR

Conforme corretamente apontado pelo site AndroidPIT, a Sony Brasil não faz mais nenhum esforço para continuar oferecendo seus celulares no país: o último lançamento por aqui foi a linha Xperia XZ2, em maio de 2018, e destes, apenas o Xperia XZ2 Compact segue disponível na Sony Store. Além disso, a página oficial da Sony Mobile Brasil só traz informações de suporte, e a página do Facebook foi silenciosamente deletada.

Oficialmente, a Sony Brasil informa que os mais recentes lançamentos, tais como o Xperia 1, o Xperia L3, o Xperia 10 e o Xperia 10 Plus "ainda seguem sem previsão de comercialização no Brasil”. O Xperia ZX3, introduzido na IFA 2018, também não é mencionado e dificilmente deverá desembarcar no país.

Por outro lado, a Sony não comenta possíveis decisões direcionadas ao mercado de câmeras digitais, que tal como as concorrentes Canon e Nikon, anda vendendo menos, ou ao de TVs, onde a empresa recentemente mudou o foco para o mercado premium, o que parece estar dando resultado. O que se pode dizer é que a divisão Xperia é a mais problemática da Sony hoje, e tudo está sendo feito para que ela volte a dar lucro.

A Sony informa que a fusão não é uma estratégia para esconder os resultados financeiros da divisão Xperia, e que continuará publicando relatórios detalhados sobre cada mercado em que atua. O próximo, a respeito do quarto trimestre fiscal de 2018 (o primeiro trimestre de 2019) será publicado no dia 26 de abril.

A título de curiosidade, os resultados financeiros do terceiro trimestre fiscal de 2018 (o último trimestre do ano em questão), divulgados em fevereiro podem ser consultados aqui (cuidado, PDF).

Com informações: Sony, Xperia Blog, Bloomberg, Reuters.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários