Home » Games » Far Cry New Dawn - Review

Far Cry New Dawn - Review

Far Cry New Dawn traz o verdadeiro desfecho para os eventos apocalípticos de Far Cry 5

14/02/2019 às 9:00

Quem jogou Far Cry 5 provavelmente ficou confuso com o final do game, que levantou mais dúvidas do que esclareceu os destinos do protagonista e do líder religioso (e maluco), Joseph Seed. Far Cry New Dawn, da Ubisoft, é uma sequência do 5 e coloca um novo herói na renascida Hope County, no estado de Montana (EUA), 17 anos após uma catástrofe nuclear. Sua principal preocupação agora é reconstruir o que sobrou da vida por lá e, de quebra, sobreviver a uma nova ameaça: as gêmeas Mickey e Lou e sua gangue de Salteadores, que parecem viver em altas viagens de ácido.

Tratando-se de uma sequência, para efeitos de história, é bom jogar o FC5 caso você vá encarar o New Dawn. Entretanto, você não precisa ter o anterior para jogar este. Far Cry New Dawn chega dia 15 de fevereiro para Xbox One, PS4 e PC. O título traz a opção de áudio e legendas em português do Brasil. Veja o review completo a seguir.

far cry new dawn / reprodução

Mirei na Imperatriz Furiosa e acertei na Sarah Connor para criar minha personagem

Pós-apocalipse e 50 tons de neon

Tirando o maravilhoso Far Cry Blood Dragon, New Dawn é o game da série mais chamativo visualmente já feito, até onde me recordo. Acredito que isso tenha sido uma forma de mostrar “quem é que manda agora”, em Hope County. A gangue dos Salteadores, caracterizada por cores em tom neon e sempre com um hip-hop meio dubstep (não entendi bem) tocando nas alturas, está por todos os lugares. Esse visual contrasta com o tom mais morno do 5, com uma pegada mais religiosa. Transtornada e totalmente maníaca, mas ainda sim religiosa.

E por falar em Hope County, a cidadezinha já viu dias melhores. Após 17 anos de uma catástrofe nuclear, os poucos sobreviventes finalmente sentiram-se “seguros” e saíram dos abrigos subterrâneos para tentar reconstruir alguma coisa de suas antigas vidas. O mundo a volta está bem diferente do que era, principalmente a vida selvagem. Todos os animais sofreram algum tipo de mutação (outros mais). Mas nada do tipo Fallout da vida, com aquelas baratas nojentas megalomaníacas. As mudanças aqui foram mais nas cores e um pouco na aparência. No entanto, se prepare para enfrentar alguns animais bem mais fortes.

far cry new dawn / reprodução

E onde você se encaixa nesse universo? Seu personagem (que pode ser um homem ou uma mulher) é o capitão de uma missão de ajuda para reconstruir assentamentos. Aparentemente, o caos nuclear foi bem além de Hope County. No entanto, para variar, assim que seu trem (levando mantimentos, vários equipamentos e especialistas) se aproxima da cidade ele é atacado. Por quem? Sim! Pelos Salteadores adoradores do Deus Neon. Com tudo destruído, ou melhor, explodido pela gangue, você consegue por pouco escapar das gêmeas e chegar até o assentamento Prosperidade. Aí é que sua aventura realmente começa.

Um herói por acaso
(bem Sessão da Tarde)

Seu objetivo principal consiste, basicamente, em fortalecer os sobreviventes, aprimorar as defesas de Prosperidade, convencer novos especialistas a se juntarem à sua causa e até mesmo fazer alianças bem inesperadas. E lá vamos nós para mais um camp simulator, só que agora mais complexo do que em Red Dead Redemption 2.

A propósito, Prosperidade é sua principal base no jogo, mas ainda será possível liberar fortes pelo mapa, como em todo Far Cry que se preze (falaremos mais sobre isso adiante). Lá, você poderá criar armas, veículos, treinar sua equipe de mercenários (Guns for Hire) e ainda rever alguns antigos personagens. Esse acampamento é meio que aquela ideia de uma área segura para se organizar com calma, porque quase tudo feito ali você também consegue fazer pelo menu do jogo e nos fortes.

far cry new dawn / reprodução

As expedições têm prêmios raros extras e valem ser jogadas em co-op também

A sua base segura é o único lugar no mapa em que você poderá fazer "Expedições", missões extras (e fora da história do game) que te levarão a outras regiões dos Estados Unidos, como pântanos e cânions. Sua missão é resgatar pacotes com matérias-primas raras e muito valiosas, que foram roubadas pelos Salteadores.

Há alguns níveis de dificuldade disponíveis e você pode jogar essas aventuras em modo co-op também. Ah, as Expedições não interferem no desenrolar do jogo. O tal pacote especial é sinalizado no mapa por uma fumaça rosa. Assim que pegá-lo corra até o ponto de extração sem olhar para trás: o pacote tem GPS e, por isso, um arrastão de Salteadores virá atrás de você.

Catadores de bugigangas, este jogo é para você!

Far Cry é um jogo mundo aberto de ação em primeira pessoa, mas também é um RPG. Portanto, coletar é preciso. Todas as suas armas, suprimentos de vida, explosivos e melhorias para Prosperidade, dependem de matérias-primas (ervas, restos mecânicos e combustível) para serem criadas e aprimoradas.

far cry new dawn / reprodução

Inclusive, a matéria-prima mais valiosa do jogo é o etanol. Combustível é artigo de luxo neste novo mundo e essencial para aprimorar as defesas da sua base, bem como desbloquear a possibilidade de montar armas e veículos mais poderosos. É possível conseguir etanol de algumas maneiras, como liberando fortes, resgatando caixas de suprimentos jogadas por aviões, roubando caminhões de combustível dos Salteadores e etc.

Outra forma de conseguir matéria-prima é caçando e pescando. Ao invés de usar o couro dos animais, por exemplo, para criar e melhorar armas, bolsas de munições e suprimentos (como nos outros games da série), você troca esse material de origem animal por itens de criação. O tipo de material e a sua qualidade dependem da raridade e dificuldade de abater um animal.

far cry new dawn / reprodução

Fique de olho nas caixas de suprimentos que caem de aviões. Às vezes você terá que matar por elas também

Assim como todo Far Cry, sempre tem aquele animal selvagem miserável que vai ser o seu calvário quando aparecer. Já tivemos o texugo (Far Cry 4), o casuar (Far Cry 3) - uma galinha de Mordor misturada com pavão do demônio, e agora é a vez do carcaju (wolverine, em inglês). O bicho é pequeno e ágil, então, você apenas escuta os grunhidos dele no meio do mato, até ser tarde demais. Essa cria de Satã tira muita vida e come bastante munição normal até morrer. Experimente explodi-lo ou flambá-lo para máxima eficiência.

Fora isso, para achar itens de criação é mesmo vasculhar por destroços de casas, veículos, cavernas, matar e saquear inimigos e ir atrás de tesouros. Para conseguir dicas de onde estão escondidos, converse com as pessoas (não hostis, é claro) ao explorar o mapa.

far cry new dawn / reprodução

Locais descobertos, com matérias-primas disponíveis, ficam marcados no mapa

Quando algum NPC tem algo importante a dizer, ele terá algum indicador colorido sobre a cabeça. Essa galera pode te indicar, por exemplo, onde fica o forte mais próximo, além de te informar sobre a localização de especialistas. Uma coisa interessante sobre os diálogos com os NPCs, ou com os seus companheiros de equipe, é que se eles tiverem te dizendo algo e, de repente, são interrompidos (por algum inimigo atacando do nada) quando você volta a conversa, eles retomam a fala de onde pararam com algo do tipo "como eu estava dizendo..."

Dica: o próprio mapa do jogo marca quais os itens principais estão disponíveis em cada nova localidade que descobrir. Dá para viajar rápido para estes lugares também, assim que você tiver desbloqueado essa função na sua base.

Mesmos controles, mas algumas novidades no gameplay

[Atenção] É um review, portanto, tenho que falar de controles e gameplay para quem se interessar em saber. Mas caso considere isso um spoiler é só pular para o tópico seguinte.

Continuando...

far cry new dawn / reprodução

Jogar New Dawn sozinho diverte, mas jogar em modo cooperativo é bem mais engraçado. Você pode convidar um amigo, que também tenha o jogo, para fazer missões e expedições ou só andar por aí atirando em tudo. O progresso adquirido é salvo para ambos os jogadores. Para desbloquear o co-op você precisa terminar o prólogo, ou seja, chegar à Prosperidade pela primeira vez. Ao menos no cooperativo, você pode pedir para seu amigo fazer um print da sua roupa nova (desbloqueada com muito suor e sangue) em ação.

Outra coisa, se você já jogou algum Far Cry, do terceiro em diante, terá zero dificuldade em se adaptar aos controles. São os mesmos, inclusive o maldito botão de corrida no L3 (eu testei o jogo no PS4). Correr nem é tanto o problema, você aperta uma vez, segura o botão e só direciona para onde quer ir. Nadar (mais rápido) é o que estressa. Seu personagem parece perder quase todo senso de mobilidade assim que mergulha. Procure investir pontos de vantagem para melhorar seu fôlego, vai ajudar tanto na corrida quanto nos mergulhos desengonçados.

far cry new dawn / reprodução

Liberando fortes no modo cooperativo

Dica: se este é o primeiro Far Cry da sua vida, ou já jogou, mas esqueceu muita coisa, você pode consultar o Guia de Sobrevivência no menu principal do jogo.

Falando em pontos de vantagem, você precisará deles para desbloquear habilidades especiais, como mais espaço para carregar armas e munições, mais fôlego, nocautes e por aí vai. É a já conhecida skill tree. Para conseguir esses pontos, você precisa terminar com sucesso missões, coletar revistas durante caças ao tesouro e completar desafios, como matar inimigos ou animais usando uma determinada arma, por exemplo.

Cada tipo de atividade te dá mais ou menos pontos, dependendo (é claro) do grau de dificuldade. Você também consegue alguns pontinhos preciosos ao libertar sobreviventes em caminhões dos Salteadores. Fique de olho neles!

far cry new dawn / reprodução

Algo que melhorou um pouco, em relação ao Far Cry 5, foi a inteligência artificial dos seus companheiro de equipe. Não que eles tenham deixado de, às vezes, passar na sua frente do nada no momento em que você puxa o gatilho da sniper, mas eles estão mais versáteis. Sua equipe se adapta melhor às situações de perigo, se esconde melhor (inclusive escolhendo o lugar para se posicionar por conta própria, quando você não seleciona) e têm habilidades extras, que são desbloqueadas conforme você investe em treinamento em Prosperidade.

Gostaria de deixar aqui a menção honrosa para o Horácio, o javali, o “mercenário” mais badass do jogo. Não é à toa que a classe dele é “tanque”. Ele só não é muito furtivo para liberar fortes sem soar o alarme. Fora isso, virou meu companheiro de aventuras oficial. Apelidei ele de "Carreta Furacão": ele sai varrendo tudo e a todos pelo caminho. Ah, o cachorrinho é fofo, somente. Mas não aguenta nem estouro de estalinho direito.

far cry new dawn / reprodução

Horácio e seu apetitoso lanchinho da tarde

Sobre liberar os fortes dos loucos e entorpecidos Salteadores, a mecânica é a mesma de sempre: quanto mais furtivo for, mais prêmios ganhará. A novidade agora é a possibilidade de jogar cada forte novamente. Assim que liberar um local desses, você terá a opção de manter a posição ou saquear todo o lugar para conseguir mais etanol. Os Salteadores tomarão o forte de volta e elevará a defesa para o nível 2. São 3 no máximo. A cada nova investida com sucesso, você conseguirá mais combustível.

Há mais uma novidade no gameplay, especificamente nas habilidades desbloqueáveis por pontos de vantagem. Como para falar disso seria necessário explicar acontecimentos importantes da história, vou deixar apenas a dica de que elas serão extremamente úteis no desfecho do jogo. Ah, no menu de opções, é possível fazer com que a barra de vida dos animais e inimigos apareça sobre eles, bem como o dano que eles tomam. Desativei isso logo de cara. Fica um carnaval de cores na tela. Mas aí é gosto de cada um.

Conclusão: diverte, mas poderia ser maior

far cry new dawn / reprodução

Não contei, com precisão, as horas que joguei, mas fazendo uma média, fechei o jogo (liberando todos os fortes, caçando os tesouros, fazendo as missões secundárias e destravando todos os mercenários) em umas 20 horas (pode ter sido um pouco mais). Para um game de mundo aberto, achei que poderia ter rendido mais. E digo isso porque ele diverte, dentro da fórmula Far Cry já conhecida. É claro que tem todos os desafios de caça para fazer e terminar as expedições, mas no geral é mais ou menos isso.

Este não é o melhor jogo da série, mas traz um desfecho satisfatório aos eventos de Far Cry 5. É fácil de aprender a jogar, para os veteranos da franquia e novatos, mas isso não quer dizer que você vá ter vida fácil, especialmente perto do fim. Novamente, jogá-lo solo é legal, mas juntar um amigo para caçar animais mutantes e inimigos em tom neon e virados no ácido é bem mais interessante e, talvez, o maior trunfo desse game.

A Ubisoft já revelou os preços oficiais do Far Cry New Dawn no Brasil: a pré-venda da versão digital sai por R$ 149,00 nos consoles e R$ 129,00 no PC. A mídia física custará R$ 179,00 para Xbox One e PS4.

PS: e é claro que não podia faltar ele... O modo retrato! Luv u! <3

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários