Home » Software » Microsoft quer que Cortana faça amizade com outras assistentes virtuais

Microsoft quer que Cortana faça amizade com outras assistentes virtuais

Segundo Satya Nadella, Cortana vai se integrar a outras assistentes virtuais; recurso foi movido da divisão de IA para Experiências e Dispositivos

22 semanas atrás

Sejamos sinceros, a Cortana perdeu o bonde da inovação. A assistente virtual surgiu quando a Siri era a única concorrente, portanto havia espaço para mais uma, mas ela foi  perdendo terreno por falta de interesse e visão; a Google Assistente e a Amazon Alexa possuem integração com vários produtos e serviços e se tornaram bem mais populares, enquanto Cortana ficou relegada ao Windows Phone e posteriormente, ao Windows 10 e Xbox One.

343 Studios / Halo 5: Guardians / Cortana

O tempo passou, as concorrentes foram ficando cada vez mais inteligentes e funcionais, e com o advento das caixas de som espertas, se tornaram mais presentes na vida dos usuários. A rigor a Alexa nasceu no Amazon Echo, mas é consenso que o uso das assistentes hoje migrou dos desktops e celulares para outros aparelhos.

Até a Apple aderiu à onda com o HomePod, mas jura de pé junto que a função primária da caixinha é reproduzir música, mas claro, a Siri está lá.

A Microsoft, por sua vez foi dando cada vez menos atenção à intrépida IA que possui um Spartan como ajudante. Aos poucos ela foi perdendo funções, nunca recebeu o recurso de ditado em português, e em breve será dissociada da barra de busca do Windows 10, inclusive podendo ser silenciada durante a instalação limpa do sistema. E o Harman Kardon Invoke, a tentativa de levar a assistente para a sala de estar não deu muito certo.

Isso não quer dizer que a Microsoft desistiu, mas o propósito da Cortana está mudando . Em 2018, o então o vice-presidente corporativo da divisão Javier Soltero já havia adiantado que a assistente se tornaria "mais assistiva", se tornando mais pró-ativa e presente em mais dispositivos e plataformas. Na BUILD 2018 a companhia demonstrou a integração da Cortana com a Alexa, algo que foi prometido em 2017, e a ideia é seguir esse caminho.

Windows 10 / Cortana

A Microsoft hoje não vê a Cortana como uma solução de IA avançada, e sim como mais um serviço, que deverá ser distribuída para o maior número de usuários possível. Não surpreende que ela tenha sido movida da divisão de IA e Pesquisa (a qual o Bing faz parte) para a de Experiências e Dispositivos, que inclui Windows, Office, Xbox, Skype, MSN, dispositivos e servidores.

Para o CEO Satya Nadella, a Cortana nem deve ser vista como uma concorrente da Google Assistente ou Alexa, e sim como um produto complementar, que deverá ser integrada a outros sistemas e dispositivos com uma função em mente: facilitar a vida do usuário de soluções Microsoft, com foco no corporativo, obviamente:

"Cortana precisa ter habilidades direcionadas aos assinantes dos serviços Microsoft 365 (que inclui Office 365, Windows 10 e Enterprise Mobility + Security, voltado para empresas e instituições educacionais). Você deveria ser capaz de usa-la com a Google Assistente ou com a Alexa, da mesma forma que você pode usar nossos apps no Android ou iOS; pelo menos, é dessa forma que pensamos sobre seu futuro daqui em diante."

Para a Microsoft, Cortana terá a função de suprir deficiências de outras assistentes e cobrir suas próprias falhas com as habilidades de suas parceiras, de modo a oferecer habilidades e recursos essenciais para os usuários das soluções da empresa, em especial empresas e clientes corporativos. A companhia entende que a evolução das caixas de som inteligentes selou seu destino, pois não há mais espaço para ela em residências onde Google e Amazon já conquistaram seu espaço, e por isso mesmo, a Apple não entrou nessa briga diretamente.

A Microsoft muito provavelmente vai continuar inserindo a Cortana em dispositivos de menor porte, como fones de ouvido e o Surface, mas parece que o futuro da assistente será mesmo o de auxiliar soluções de terceiros. O que é uma pena.

Com informações: The Verge, ExtremeTech.

relacionados


Comentários