Home » Mobile » Chinês que vendeu rim para comprar iGadgets sofre de falência renal

Chinês que vendeu rim para comprar iGadgets sofre de falência renal

Em 2011, Wang Shangkun vendeu um rim para comprar um iPad 2 e um iPhone 4; oito anos depois, chinês depende de diálise para continuar vivo

13 semanas atrás

Em 2011, o chinês Wang Shangkun virou notícia ao vender o rim no mercado negro, de modo a conseguir a grana necessária para comprar os então lançamentos da Apple, o iPad 2 e o iPhone 4.

Corta para 2019: como todo mundo sabiamente previu, o ato custou caro: Wang agora sofre de falência renal, e corre risco de vida.

iPhone XS e parte do sistema urinário: rins, veia cava e artéria aorta / rim

O caso ganhou notoriedade pelos contornos bizarros: o comércio de órgãos na China é, por mais estranho que pareça, lugar comum, e um interessado pode negociar suas próprias partes em troca de um pagamento polpudo. foi o caso de Wang, que devidiu vender um de seus rins após encontrar um anúncio na internet.

Na época, o jovem de então 17 anos disse à TV chinesa que o procedimento ocorreu num hospital militar na província de Hunan, próximo a sua cidade natal.  após encontrar um anúncio na internet, oferecendo dinheiro pela venda de órgãos; ele foi submetido a uma cirurgia que retirou um de seus rins, e liberado três dias depois, com um pagamento de¥22.000. Em valores corrigidos pela inflação, o montante equivale hoje a ¥26.216,07, ou convertendo em reais, R$ 14.525,54 (cotação do yuan em 18/01/2019).

O caso foi um escândalo, ainda mais por tornar público os problemas que o governo chinês sofre com o tráfico de órgãos. Em 2010, o País do Meio havia sido considerado pela mídia japonesa um dos destinos preferenciais do turismo médico ilegal, com pacientes pagando até R$ 166 mil por um transplante de rim (valores corrigidos pela inflação).

O motivo para Wang se desfazer de um de seus rins foi o mais torpe possível: ele queria dinheiro para comprar um iPad 2, na época o gadget mais recente da Apple. Com a grana que levantou, ele adquiriu tanto o tablet quanto um iPhone 4 (o caso veio à tona em junho de 2011, meses antes do lançamento do iPhone 4S), mas qualquer um minimamente sensato apontou que essa não foi uma boa ideia. Sobre isso, Wang retrucou: "para que eu preciso de dois rins?"

Não demorou muito para ele descobrir a resposta, da pior maneira.

Pouco tempo depois da cirurgia, Wang começou a sofrer de complicações do pós-operatório (para a surpresa de ninguém, o rim foi retirado de qualquer jeito, e o jovem, costurado com cuspe e barbante), que foi nesse momento que seus pais descobriram o que ele fez. A seguir, Wang foi diagnosticado com insuficiência renal, já que o rim restante não conseguia trabalhar direito.

Hoje Wang, com 25 anos, está sofrendo de falência renal, o rim que sobrou pediu penico. Ele depende de longas sessões diárias de diálise para se manter vivo, e não há informações se ele está ou não na fila do transplante. Enquanto isso, nove envolvidos na remoção do rim, incluindo cinco cirurgiões, foram presos em 2012 por tráfico de órgãos.

No fim das contas, Wang deve ter agora uma opinião bem concreta sobre se valeu a pena vender o rim para comprar seus tão desejados iGadgets, hoje ambos defasados.

Com informações: Newsweek.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários