Home » Hardware » Intel apresenta novos processadores Core de 9ª geração

Intel apresenta novos processadores Core de 9ª geração

Novos processadores Intel Core de 9ª geração para desktops chegam ao mercado ainda em janeiro, e os para notebooks, no 2º trimestre

27 semanas atrás

A Intel está expandindo a família Coffee Lake Refresh, os processadores Core de 9ª geração: nesta segunda-feira (07) a companhia revelou seis novos modelos de chips i3, i5, i7 e i9, todos com ganhos de desempenho em relação à geração anterior, mas ainda produzidos num processo de fabricação de 14 nanômetros.

Curiosamente, a Intel está introduzindo pelo menos mais quatro chips, um deles da 8ª geração, que ela não divulgou abertamente.

Intel Core i9

Não é segredo para ninguém que a Intel se enrolou um bocado com os tão esperados processadores de dez nanômetros, e a solução encontrada, além de abolir o processo "tick-tock", foi refinar ao máximo o processo de 14 nanômetros.

Como resultado, os chips Coffee Lake (8ª geração) usaram o processo 14nm++, que foi mantido na linha Coffee Lake Refresh, que a Intel nomeou como a 9ª geração. Cannon Lake? Só saiu um chip até agora.

Agora, para acompanhar os processadores Intel Core i9-9900K, i7-9700K e i5-9600K anunciados em outubro, a Intel está introduzindo seis novos modelos, todos para desktop, mas indo até ao Core i3. São eles:

  • Core i9-9900KF: oito núcleos, 16 threads, clock base de 3,6 GHz (5 GHz com TurboBoost), 16 MB de memória cache e TDP de 95 W;
  • Core i7-9700KF: oito núcleos, oito threads, clock base de 3,6 GHz (4,9 GHz com TurboBoost), 12 MB de cache e TDP de 95 W;
  • Core i5-9600KF: seis núcleos, seis threads, clock base de 3,7 GHz (4,6 GHz com TurboBoost), 9 MB de cache e TDP de 95 W;
  • Core i5-9400: seis núcleos, seis threads, clock base de 2,9 GHz (4,1 GHz com TurboBoost), 9 MB de cache, TDP de 65 W e GPU integrada Intel UHD 630;
  • Core i5-9400F: seis núcleos, seis threads, clock base de 2,9 GHz (4,1 GHz com TurboBoost), 9 MB de cache e TDP de 65 W;
  • Core i3-9350KF: quatro núcleos, quatro threads, clock base de 4 GHz (4,6 GHz com TurboBoost), 8 MB de cache e TDP de 91 W.

Com exceção do i5-9400, todos os novos processadores Coffee Lake Refresh não possuem placa gráfica integrada; além disso, os chips identificados pela letra "K" vêm todos desbloqueados de fábrica, suportando overclock sem oferecer obstáculos ao usuário. Por fim, o i3-9350KF trabalha em uma frequência de RAM de 2.400 MHz, contra 2.666 MHz dos demais.

Com isso, fica evidente que aos menos os chips sem placa gráfica são indicados para computadores voltados a edição de vídeo, ou outras tarefas que exigem o uso de GPUs dedicadas e claro, serão direcionados para o mercado gamer.

E se levarmos em conta que o i3-8121U, mesmo sendo de baixa performance também não possui placa gráfica, pode ser que a Intel não esteja mais interessa em inclui-las em seus chips. Mas divago.

Só que não para por aí. O site AnandTech apurou que a Intel não revelou todas as cartas que possuía na manga, e existem pelo menos mais três processadores de 9ª geração:

  • Core i7-9700: oito núcleos, oito threads, clock base não revelado (4,7 GHz com TurboBoost), TDP de 65 W e GPU integrada Intel UHD 630;
  • Core i3-9100: quatro núcleos, quatro threads, clock base não revelado (4,2 GHz com TurboBoost), TDP de 65 W e GPU integrada Intel UHD 630;
  • Pentium G5420: dois núcleos, quatro threads e clock base de 3,8 GHz (TurboBoost e demais informações não reveladas).

Destes, apenas o i7-9700 trabalha com a RAM em 2.666 MHz, e os demais em 2.400 MHz.

Curiosamente, a Intel aproveitou também para introduzir mais um processador de 8ª geração, o Core i3-8100F. Ele é basicamente igual ao i3-8100 lançado em 2017, com quatro núcleos, quatro threads, clock base de 3,6 GHz, suporte a RAM de 2.400 GHz e TDP de 65 W, mas a presença do "F" denuncia a ausência da placa gráfica, como a maioria dos novos chips Coffee Lake Refresh.

Segundo a Intel, os novos processadores chegarão ao mercado em janeiro, mas os preços sugeridos não foram revelados; no entanto, não espere por preços camaradas, ao menos no que tange aos Core i7 e i9. Quanto aos chips Core de 9ª geração para notebooks, a companhia pretende apresenta-los apenas no segundo trimestre.

Com informações: Intel, AnandTech.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários