Home » Entretenimento » Kingdom: série de zumbis na Coreia medieval estreia em janeiro na Netflix

Kingdom: série de zumbis na Coreia medieval estreia em janeiro na Netflix

Série da criadora de Signal e do diretor de O Túnel traz história de zumbis passada na Coreia da Dinastia Josean

19/12/2018 às 10:00

A série Kingdom da Netflix parece bem promissora e interessante, pois mistura todo o clima de uma série histórica passada na Coreia medieval com uma autêntica história de zumbis. A trama se passa no período da Dinastia Josean, e de acordo com a sinopse, o príncipe Chang é enviado para investigar uma praga que ameaça todo o reino, e o que ele descobre é uma epidemia de mortos-vivos, com os falecidos voltando à vida com intenções nada agradáveis.

Veja o trailer abaixo.

Essa é a segunda série original sul-coreana da Netflix a ser anunciada, mas será a primeira a ser efetivamente lançada, já que Love Alarm ainda não estreou no serviço de streaming. Kingdom é uma adaptação dos quadrinhos Land of the Gods de Kim Eun-hee, que também assina os roteiros da série.

Nova série Kingdom da Netflix é inspirada nos quadrinhos Lands of the Gods

A autora também criou Signal, uma série policial de 16 episódios que fez sucesso e ganhou vários prêmios na Coreia do Sul em 2016, e esse ano, inclusive teve até seu próprio remake japonês. A direção fica por conta de Kim Seong-hun, do filme O Túnel (2016), no qual ele faz um excelente trabalho por trás das câmeras, que levou o seu filme a se tornar uma verdadeira sensação no mercado sul-coreano.

Nova série Kingdom da Netflix mostra uma epidemia de zumbis na Coreia medieval

Quem também está na série é a excelente atriz Bae Doona (de Cloud Atlas e do clássico Mr. Vingança de Park Chan-wook), que repete a parceria que fez com o diretor Kim Seong-hun em O Túnel, e vai contracenar com Ryu Seung-ryong e Ji-Hoon Ju, que faz o príncipe Chang.

The Walking Dead feelings na nova série Kingdom da Netflix

Como era de se esperar da produção de uma série de época da Netflix com efeitos de mortos-vivos, cada episódio de Kingdom acaba custa bem caro, mas pelo menos ela já foi renovada para uma segunda temporada em 2020, assim podemos ter a certeza que a história terá tempo para ser contada.

Segundo a Variety, os custos por episódio ultrapassaram e muito seu orçamento, e cada capítulo da trama acabou custando cerca de US$ 1,78 milhão, o que acabou reduzindo a temporada de 8 para 6 episódios, cada um com 50 minutos. Por mim, tudo bem, eu prefiro ver menos episódios mais bem produzidos do que mais episódios com menos verba.

A segunda temporada começa a ser gravada em fevereiro, mas o diretor Kim Seong-hun infelizmente não deve dirigir os novos episódios, apesar de ainda continuar envolvido com a produção. Apesar de ter desistido oficialmente de entrar no mercado chinês há alguns anos, a Netflix está investindo bastante em conteúdo original oriental, um bom exemplo é o grande pacote de animes e séries que planejou para os próximos anos.

Poster oficial da nova série Kingdom da Netflix

Gostou da premissa de uma série de zumbis passada na Coreia medieval? Se já for assinante da Netflix, clique aqui para adicionar na sua lista para ser lembrado de assistir no fim do mês que vem.

relacionados


Comentários