FIFA 18 ganhará atualização gratuita para Copa do Mundo

Desde 1998 a Electronic Arts vinha aproveitando o maior evento de futebol do planeta para lançar versões da série FIFA e com a Copa da Rússia estando a menos de dois meses de começar, parecia estranho o silêncio da editora em relação a edição deste ano.

O motivo parra isso ter acontecido é que para a surpresa de muita gente, desta vez o torneio não receberá um jogo específico, mas sim uma atualização gratuita para o FIFA 18 e imagino que ninguém reclamará dessa mudança de postura adotada pela EA.

Previsto para chegar no dia 29 de maio com versões para PC, PlayStation 4, Xbox One e até Nintendo Switch, a expansão promete recriar toda a atmosfera da Copa 2018, incluindo aí os uniformes atualizados para as 32 seleções que se classificaram e os 12 estádios russos onde acontecerão as partidas. Também podemos esperar toda a parte audiovisual que característica das Copas, como as bandeiras e cantos das torcidas e imagino que até os gráficos imitando as transmissões de TV.

A atualização ainda nos permitirá disputar amistosos online, assim como montar a competição com os times que desejarmos. Desta forma será possível ver países como Itália, Holanda, Chile e Estados Unidos disputarem a Copa, já que suas seleções foram incapazes de passar pelas respectivas eliminatórias.

Já para aqueles que preferem se dedicar ao modo FIFA Ultimate Team, saibam que cartas especiais serão adicionadas e que o sistema de química será reformulado para privilegiar os jogadores de acordo com as nacionalidades e confederações a que pertencem.

A única coisa que sinto falta aqui é o modo onde podíamos disputar as eliminatórias e que existia nos jogos das Copas lançados anteriormente. Tentar levar uma seleção minúscula ao campeonato era algo bastante divertido e desafiador, mas como imagino que quase ninguém encarava esse desafio, a ausência não deverá ser muito lamentada.

De qualquer forma, por se tratar de uma atualização gratuita, acho que só podemos elogiar a iniciativa da EA. Ter que pagar mais de R$ 200 por um jogo que logo estaria sendo vendido por 10 ou 15% deste valor é algo que eu já não estava disposto a fazer na Copa passada e que certamente não faria agora.

Fonte: FourFourTwo.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar