Contra a violência, Trump reúne membros da indústria de games na Casa Branca

Sempre que alguma tragédia envolvendo armas de fogo acontece em um escola dos Estados Unidos, vemos a retomada da discussão sobre a influência dos games no comportamento dos jovens e com o massacre de Parkland não foi diferente. Poucos dias depois um político de Rhode Island chegou a propor que fosse aplicada uma taxa sobre jogos violentos, mas quando parecia que o assunto não iria a diante, a indústria de games foi sacudida com uma importante notícia.

Querendo colocar um ponto final na situação preocupante em que se encontra o país, o presidente Donald Trump convocou para hoje uma reunião com figuras importantes do meio e após a Entertainment Software Association (ESA) chegar a afirmar que não havia recebido tal convite, o problema foi contornado e agora sabemos quem participará do encontro.

Do lado dos games, os escolhidos para o debate foram Robert Altman, CEO da Zenimax (que comanda a Bethesda e a id Software); Strauss Zelnick, CEO da Take Two (dona da Rockstar e da 2K Games); Robert Trump, que é irmão do presidente e membro do conselho da Zenimax; e por fim Michael Gallagher, presidente da ESA. No outro canto do ringue teremos Brent Bozell, fundador do Parents Television Council e a deputada Vicky Hartzler.

Quanto a dupla que defenderá uma regulamentação dos jogos violentos, trata-se de pessoas que em 2012 jogaram nos games todo a culpa pelo massacre de Sandy Hook. Bozzel inclusive chegou a afirmar que jogos que apresentam “incidentes gráficos e horríveis” merecem tanta atenção quanto a National Rifle Association, mas que algumas pessoas preferem colocar a culpa apenas nas armas.

Conforme continuamos a trabalhar para criar programas de segurança escolar que protejam todas as crianças, o presidente se encontrará com lideres da indústria de videogame e membros do congresso para discutir a exposição de jogos violentos e a correlação com agressão e dessensibilização em crianças,” disse um porta voz da Casa Branca. “Este encontro será o primeiro de muitos com os líderes da indústria para discutir esse importante problema.

Essa não será a primeira vez que a ESA e alguns de seus membros vão à Casa Branca para debater o assunto. Logo após o evento em Sandy Hook o vice-presidente Joe Biden recebeu algumas pessoas da indústria para discutir a ligação entre títulos violentos e esse tipo de ataque, mas como bem sabemos, desde então pouco parece ter mudado nos Estados Unidos.

Outra iniciativa do governo Obama foi pedir ao congresso a liberação de verba para que fossem realizados estudos que buscassem um melhor entendimento da violência com armas de fogo, incluindo aí a influência ou não dos games.

Já no caso de Donald Trump, parece haver uma predisposição por parte do presidente e das pessoas que o cercam a achar um bode expiatório, para assim desviar a atenção da NRA, associação esta que tem lhe apoiado desde a eleição e que evidentemente não quer um maior controle sobre a venda de suas armas. Isso me faz achar que, além de um bate-boca acalorado, no fim das contas nada muito significativo surgirá dessas reuniões, com o governo estando apenas armando uma cortina de fumaça.

Porém, a mídia está eufórica com o encontro, com boa parte da imprensa achando que Trump poderá até impor algum tipo de censura aos jogos violentos e uma maneira de se fazer isso seria passando a classificar quase tudo como Adults Only. Repito, eu não acredito que chegará a tanto, mas em se tratando de alguém como Donald Trump, é sempre bom estarmos preparados para qualquer coisa.

Fonte: The Washington Post.

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples