Nintendo Switch ultrapassou o Wii U ainda em 2017 (vendendo 14,9 milhões de unidades)

Laguna_Nintendo_Switch_Splatoon_2

Não, meu Nintendo Switch não está à venda: a foto acima só pertence ao MeioBit Games.

O ano de 2017 terminou com uma certeza: foi um dos melhores anos da Nintendo. A casa do Super Mario acaba de divulgar o desempenho financeiro no terceiro trimestre fiscal de 2017 (Q3 FY 2017) e o resultado foi lindo, acima das expectativas.

Vamos primeiro aos números da empresa em si: o relatório financeiro do Q3 FY 2017 aponta que a Nintendo teve lucro bruto de 182,59 bilhões de ienes (1,67 bilhão de dólares) graças a ¥ 482,97 bilhões (US$ 4,42 bilhões) em receita. O lucro operacional entre os meses de outubro a dezembro de 2017 foi de ¥ 116,50 bilhões (ou US$ 1,07 bilhão).

Para efeito de comparação, o trimestre anterior (Q2 FY 2017) teve o seguinte resultado: lucro bruto de ¥ 78,99 bilhões (US$ 695,75 milhões), receita de 219,97 bilhões de ienes (1,94 bilhão de dólares) com lucro operacional de ¥ 23,75 bilhões (US$ 209 milhões). Traduzindo: tudo em alta graças às festas de fim de ano. E ao estrondoso sucesso dele, o Nintendo Switch.

Laguna_Nintendo_hardware_sales_Q3_2017

Em menos de um ano, o Nintendo Switch ultrapassou a base instalada global do Wii U (crédito: Nintendo)

Entre os meses de outubro e dezembro o Switch vendeu 7,23 milhões de unidades pelo mundo civilizado. Uma média de 2,4 milhões de unidades mensais, se pensarmos nas festas de fim de ano. Como a Nintendo confirmou a venda mundial de 7,63 milhões de consoles até setembro, somando tudo tivemos, até o final do ano de 2017, uma base instalada de 14,86 milhões de consoles Nintendo Switch.

Quanto aos jogos, Super Mario Odyssey ultrapassou Mario Kart 8 Deluxe e Zelda: Breath of the Wild, se tornando o software mais vendido do console. Confira o ranking dos jogos Nintendo no Switch:

    1. Super Mario Odyssey — 9,07 milhões de cópias;
    2. Mario Kart 8 Deluxe — 7,33 milhões de cópias;
    3. The Legend of Zelda: Breath of the Wild — 6,7 milhões de cópias;
    4. Splatoon 2 — 4,91 milhões de cópias;
    5. 1-2-Switch — 1,88 milhão de cópias;
    6. ARMS — 1,61 milhão de cópias;
    7. Xenoblade Chronicles 2 — 1,06 milhão de cópias.

Graças aos jogos, o Nintendo Switch terminou o ano com 53 milhões de cópias de jogos vendidos. A Nintendo tinha como meta 50 milhões. Destaque como nova IP na geração passada, o Splatoon 2 conseguiu ultrapassar as vendas do jogo original no Wii U e é um fenômeno no Japão, tido como avesso aos jogos de tiro em primeira pessoa. Incrível notar que Xenoblade Chronicles 2 provavelmente é o jogo mais vendido da franquia, e o mais rápido a passar do milhão de cópias.

Aliás, somando com a versão do Wii U (1,08 milhão), o Breath of the Wild ultrapassou por pouco o Zelda: Ocarina of Time e se tornou o segundo Zelda mais vendido, ficando atrás somente do Twilight Princess para GameCube e Wii (U). Originais do Switch, ARMS e 1-2-Switch ainda conseguiram chegar perto dos 2 milhões de cópias.

Voltando ao hardware, os 14,86 milhões de consoles simplesmente bateram a meta inicial para o ano fiscal todo, que encerrar-se-á em março de 2018. No primeiro trimestre (Q1 FY 2017) a meta era de humildes 14 milhões de consoles. Para o final do ano fiscal. O Nintendo Switch simplesmente vendeu quase um milhão de consoles a mais três meses antes.

E foi pouco: a Nintendo poderia ter vendido bem mais, especialmente em novembro. Nos Estados Unidos, por exemplo, o console vendeu pouco mais de 800 mil unidades. A empresa conseguiu aumentar a produção, ok, mas meio tarde demais para tal período. Ao menos em dezembro a Nintendo compensou, ou a logística colaborou em tal mercado.

Fontes: Gematsu, Polygon e Venture Beat.

Leia também:

Relacionados: , , , , , , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples