Primeiro parque temático da Nintendo será aberto em Tóquio até 2020

super-nintendo-world

Finalmente a parceria entre a Nintendo e a NBCUniversal começa a tomar forma: no ano passado ambas firmaram um acordo para a criação de parques temáticos inspirados nos games, personagens e mundos da casa do Mario, nas instalações dos parques da Universal Studios (hoje presentes em Hollywood, Orlando, Tóquio Osaka e Singapura e com planos para Pequim, Moscou e Pior Coreia, provavelmente Seul).

Agora, sem muita surpresa a divisão japonesa revela que a filial de Osaka será a primeira contemplada, a tempo para as Olimpíadas a serem realizadas no país em 2020.

Os planos para o Super Nintendo World (o nome não tem nada a ver com o clássico console de 16 bits, embora seja uma feliz coincidência) estão bem adiantados. O fato de o parque da Universal em Osaka ser o primeiro nem surpreende e não é apenas por causa dos Jogos Olímpicos: a Nintendo sempre dará prioridade ao Japão em detrimento de outros mercados, ainda é uma empresa estritamente familiar em sua filosofia e por conta disso, privilegiar seus consumidores locais à frente do resto do mundo é prática comum. Claro que o grande evento esportivo representará um grande fluxo de turistas, mas em se tratando de Nintendo esse não foi o fator principal nessa decisão.

De qualquer forma, a ideia é que tão logo o Super Nintendo World entre em funcionamento em Osaka as duas unidades nos Estados Unidos serão as próximas. Singapura ficou de fora, mas como a distância de lá até o Japão é mais curta dificilmente ele contará com uma unidade própria no futuro. Quanto às atrações, a Nintendo nem discute que o foco será seu mascote Mario, com outras atrações de suas diversas franquias; embora a arte conceitual não mostre nada além de instalações inspiradas nos games do encanador italiano, seria um desperdício brinquedos inspirados em outros títulos (uma montanha-russa do Donkey Kong, simuladores de Star Fox, um campo de paintball de Splatoon, uma dungeon de The Legend of ZeldaMetroid não, a Nintendo odeia a Samus).

A equipe criativa da Nintendo (capitaneada pelo próprio Shigeru Miyamoto) supervisionarão junto com a Universal a criação e aplicação de cada atração do parque, mantendo o padrão Disney-like que a companhia tanto defende para seus produtos. Os custos oficiais giram em torno de US$ 433 milhões para a unidade japonesa e a Nintendo estima que cerca de um milhão de postos de trabalho serão gerados em dez anos só com suas atrações. É um bom número.

Portanto, se você pretende mesmo ir à Tóquio assistir os Jogos Olímpicos, é bom reservar um dinheiro a mais para esticar até Osaka e curtir o parque da Nintendo, algo que muita gente com certeza fará.

Fonte: Universal Studios Japan.

Relacionados: , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples