Home » Pop » Televisão » Amazon investindo mais de US$ 3 bilhões em conteúdo audiovisual

Amazon investindo mais de US$ 3 bilhões em conteúdo audiovisual

Quem diria que uma loja de CDs um diz se tornaria um dos maiores produtores de conteúdo de qualidade na internet. É a Amazon, que segundo pesquisou uma consultoria investe mais em conteúdo do que muito programa espacial, e nem digo o nosso, é mais que o do Jeff Bezos.

2 anos e meio atrás

the-grand-tour-launch-3

Quando a Amazon contratou os 3 idiotas do Top Gear ninguém entendeu. Era uma proposta ambiciosa demais, fora do escopo de séries de TV, ainda mais com o orçamento que todo mundo nega e por isso é real, de US$ 250 milhões. Hoje percebe-se que era tudo faz parte de um plano, igualmente ambicioso.

Em um mundo onde temos muito mais horas de conteúdo de qualidade do que tempo para ver tudo,  vai sobreviver o serviço que tiver o melhor do melhor. Por isso aliás a HBO sobrevive, é impossível bater de frente com coisas como Game of Thrones e Westworld.

Do seu lado a Amazon está colhendo os frutos dos investimentos. Em 2014 foram US$ 1,3 bilhão em conteúdo de vídeo, boa parte material original. O resultado? Séries aclamadas e premiadas como Transparent e a pesadíssima e excelente O Homem do Castelo Alto.

Agora, segundo a Macquarie Research, a Amazon subiu seu investimento para “bem mais” de US$ 3 bilhões por ano. Na ponta do lápis é insano, eles não tem como recuperar isso na boca do caixa, mas é investimento a longo prazo.

Alguns anos atrás soava como piada a Amazon produzir séries de TV, a própria Netflix foi vista com extrema desconfiança e ninguém queria trabalhar para eles. Hoje a história mudou.

A parte triste é que a Microsoft não está faturando uma fatia desse mercado. Em 2012 eles contrataram uma executiva top da área de entretenimento e planejavam produzir conteúdo atrelado a games, séries, tudo. Só que nosso indiano favorito chegou, encarnou Shiva e saiu destruindo todas as divisões não-lucrativas e distantes do mercado corporativo, que parece ser o grande foco da empresa agora.

Bem, quem não tem Microsoft caça com Amazon, e a Amazon tem drones, tudo fica melhor com drones.

Fonte: Business Insider.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários