Home » Games » Mobile » Quem não tem Pokémon GO caça com PoGo no Windows 10 Mobile

Quem não tem Pokémon GO caça com PoGo no Windows 10 Mobile

PoGo, o cliente extraoficial de Pokémon GO para Windows 10 Mobile continua vivo; Niantic permanece silenciosa sobre versão oficial para a plataforma.

3 anos atrás

pogo

Enquanto grande parte dos donos de iPhones e Androids se divertem caçando pokémons por aí, o pessoal do Windows mais uma vez fica de fora chupando o dedo. Se a Niantic Labs, a Nintendo e a The Pokémon Company obram e se locomovem para esses usuários, alguns desenvolvedores independentes trataram de levar Pokémon GO para a plataforma da Microsoft através do app PoGo, um cliente não-oficial que funciona até que razoavelmente, e está recebendo novas funcionalidades.

E embora a Niantic não veja isso com bons olhos, por enquanto a empresa está estranhamente silenciosa quanto à existência desse app.

O PoGo é até o momento a única alternativa para donos de smartphones Windows 10 Mobile (ele não é compatível com o Windows Phone 8.1 ou versões anteriores) poderem apreciar o game dos monstrinhos de bolso, e embora ele seja bastante limitado em alguns aspectos ele funciona razoavelmente bem. É melhor do que não ter, mas é fato que uma maior atenção da Niantic nesse caso seria o ideal. Só que quaia argumentos a convenceriam de que portar o app campeão para uma plataforma que dá ponto de audiência valeria o esforço?

Enfim… quando o PoGo foi inicialmente lançado a Niantic chegou com o martelo na mão, mas aparentemente negociações entre as duas partes permitiram que o cliente continuasse vivo. Agora ele recebeu um substancial update, onde ele passa a permitir a visualização da Pokédex e da mochila de itens. Outro fator adicionado agora foi o modo de economia de energia, que segundo testemunhos é melhor do que o app oficial, dadas as limitações gráficas.

Ou seja, por ser simplório ele não drena toda a energia de seu Lumia. Mas ainda é uma gambiarra.

pogo-001

Visualmente o PoGo não é lá tão bonito quanto Pokémon GO, mas dá para o gasto. Ele utiliza os mapas da própria Microsoft como padrão mas também permite a utilização da base de dados da própria Niantic. É possível ver os pokémons e os Pokéstops, porém os ginásios não podem ser acessados e sequer aparecem. A física do game é inexistente (você clica na pokébola e ela é lançada) e os desenvolvedores já adiantaram que não pretendem inserir o modo de Realidade Aumentada, então nem nutram esperanças nesse sentido.

Ainda assim, o cliente funciona e é possível jogar.


Windows Central — Hands-on with Pokemon Go for Windows 10 Mobile!

Para instalá-lo é preciso ativar o Modo de Programador, permitindo carregar apps externos à Windows Store nos smartphones. Feito isso basta baixar a versão do app mais de acordo com seu dispositivo e jogar.

Para terminar um adendo: visto que esse é um procedimento para todos os efeitos ilegal (uso indevido da API de Pokémon GO), a Niantic pode banir os jogadores que utilizam o PoGo a qualquer momento e fechar o acesso ao app de vez. O fato de não ter feito isso antes mostra que ela prefere mantê-lo assim e apreciar que os donos de aparelhos Windows 10 Mobile estão jogando e não continuam excluídos, embora dependam de uma gambiarra para tal. Esperemos que a empresa veja esse episódio com bons olhos e mude de opinião quanto a não lançar o game oficialmente para a plataforma da Microsoft.

Fonte: WinBeta.

relacionados


Comentários