Home » Hardware e periféricos » Surgem imagens do Google Glass versão 2.0

Surgem imagens do Google Glass versão 2.0

Surgem novas imagens da segunda versão do Google Glass; gadget desta vez é restrito apenas a empresas e desenvolvedores

4 anos atrás

google-glass-001

O Google meteu os pés pelas mãos com o Glass. Sem levar em conta o fato de que o seu óculos inteligente ainda era um protótipo a empresa achou de bom tom vendê-lo a quem quisesse, e mesmo caro (US$ 1,5 mil) muita gente embarcou. Entre uma graça ou outra aqui e ali a percepção geral foi a pior possível, o gadget acabou virando um produto caro e inútil, já que humanos somos todos apressados e queremos tudo pronto e funcionando.

Mais esperta está sendo a Microsoft, que fechou as portas do Hololens: só empresas e desenvolvedores sérios (a Microsoft não irá entregá-lo na mão de qualquer um) que resida nos EUA e Canadá e com US$ 3 mil na carteira levarão um para trabalhar com ele. Não surpreende portanto que grandes companhias e a NASA sejam parceiras de Redmond nesta empreitada.

Ao Google restou apenas admitir que fez caca, enfiar o Glass no saco e começar tudo de novo. A nova versão do óculos de RV também é um item restrito à comunidade de desenvolvedores e empresas. O chamado Google Glass Enterprise Edition, ou EE estaria circulando entre os parceiros desde o meio do ano, mas só agora surgiram imagens de como a versão Enterprise se parece.

google-glass-002

google-glass-003

As imagens são do próprio Google, e foram enviadas à FCC em junho como parte do relatório SAR, que trata das taxas específicas de ondas de rádio-frequência pelo corpo humano (ou seja, é relativo ao método de comunicação do gadget) para eventual homologação. O produto em si não mudou muito, mas agora conta com um corpo mais sólido e selado, conferindo resistência à poeira e água.

Especulações anteriores diziam que o processador da Texas Instruments presente no Explorer seria substituído por um Atom da Intel no EE, que lhe conferiria maior poder de processamento e um melhor gerenciamento de energia (o chip anterior tinha fama de comilão), além de possuir uma bateria melhor. Completa o kit um prisma maior para visualização de conteúdo, compatibilidade com redes Wi-Fi de até 5 GHz e um reposicionamento do botão para captura de fotos e vídeo. Entretanto, dada a natureza do relatório sua aparência final pode mudar.

Não se sabe se a estrutura de apenas uma haste é seu design definitivo, há também fotos de um modelo com uma armação de óculos tradicional como o Explorer tinha, o que sugere mais de um design em desenvolvimento. Porém, é fato que o Google está distanciando o Glass EE do usuário final e agora o direciona para empresas, de modo a fazer dele um acessório útil em linhas de montagem e produção.

Fonte: 9to5Google.

relacionados


Comentários