Home » Mobile » Software » Amazon Prime Video ganha visualização offline. Já Netflix…

Amazon Prime Video ganha visualização offline. Já Netflix…

Serviço de streaming da Amazon introduz vizualização offiline de vídeos em qualquer dispositivo; Netflix reafirma não possuir planos nesse sentido

4 anos atrás

mozart-in-the-jungle

Mozart in the Jungle, série exclusiva da Amazon que agora os assinantes da Prime poderão assistir em qualquer lugar, a qualquer hora

Embora muita gente goste da Netflix, principalmente pela praticidade de assistir o que você quiser a qualquer momento e poder sincronizar com todos os seus dispositivos, é fato que nem todo mundo possui uma conexão decente que viabilize streaming, ou gostaria de consumir filmes em séries em trânsito, preferencialmente sem ter que gastar sua franquia de dados.

A Amazon sabe que há uma parcela do público que gostaria disso, e pensando neles e também em botar fogo no mercado introduziu em seu serviço de streaming a possibilidade de seus assinantes poderem baixar o conteúdo para seus aparelhos, independente de qual seja.

A Amazon Prime Video é um serviço tão bom quanto a Netflix, que está investindo muitos dinheiros em conteúdo original principalmente para bater de frente com a Netflix. Como se não bastasse ter fechado com os três retardados a fim de produzir o sucessor espiritual do verdadeiro Top Gear, o serviço possui séries e programas de produção interna muito bons. Só que bater com conteúdo não basta para Jeff Bezos e como a concorrente disse anteriormente que jamais disponibilizará visualização offline, chegou a hora de ganhar mais alguns pontos com os consumidores.

the-man-in-the-high-castle

The Man in the High Castle: série baseada no clássico de Philip K. Dick tem estreia prevista para novembro

Assim, a partir de agora aqueles que assinam o serviço poderão baixar os vídeos para seus aparelhos, independentemente de quais sejam. É dono de um tablet Kindle Fire? Ótimo. Possui um Android? Sem problema. Quer assistir em seu iPad? Tranquilo. Assim, você poderá atochar seus gadgets de conteúdo antes de uma viagem e não terá que depender da Locadora para isso, e sem ter medo de estourar sua franquia de dados.

Com isso a Amazon se torna o primeiro serviço de streaming de vídeo que permite que o usuário consuma seu conteúdo sem ter que estar conectado o tempo todo. Claro, é fato que a empresa fechou inúmeros contratos com os donos do copyright (no que diz respeito a vídeos de outras companhias), atentando para a cláusula que libera a visualização offline. O que isso significa? Meios de compensação por conta da redução de tráfego, o que em tese se reflete em diminuição dos royalties pagos. Assim nem tudo está disponível de cara; a lista completa você confere aqui.

frank-underwood-no-offline-for-you

E a Netflix? Nada muda. A porta-voz Anne Marie Squeo respondeu ao lançamento da visualização offline da Amazon dizendo o seguinte:

A possibilidade de oferecer o streaming em qualquer lugar, graças à evolução da internet e maior disponibilidade de redes Wi-Fi torna desnecessário o download de conteúdo (…). Nosso foco está em entregarmos a melhor experiência de streaming.”

Claro que há outros fatores. Tem a questão do DRM, que é uma forma da Netflix controlar tudo o que está sendo exibido, e não permitir que o usuário tenha acesso direto à mídia e diminuir a pirataria (não que isso adiante muito). Por outro lado, a Amazon não parece preocupada, desde que a iniciativa atraia mais consumidores.

Fonte: CNet.

relacionados


Comentários