Home » Mercado » Finja surpresa: a Apple Brasil começa 2015 aumentando os preços!

Finja surpresa: a Apple Brasil começa 2015 aumentando os preços!

Apple deseja um Feliz Ano Novo para o Brasil e aumenta os preços das linhas iPhone e Mac, repassando alta do dólar aos consumidores.

5 anos atrás

Laguna_Apple_Brasil_cifrao

Para a Apple, o Brasil é um país de muito progresso… nos preços (Crédito: R eBook)

O tio Laguna deseja um feliz 2015 para todos os leitores do MeioBit. E também para aqueles que fingem não ler nossos textos.

Infelizmente 2015 começa triste para aqueles que pensavam em comprar iGadgets. Ao contrário da Microsoft, que está tentando oferecer o melhor hardware Nokia ao preço mais acessível, a Apple decidiu repassar aos consumidores brasileiros toda a alta do dólar acumulada desde o lançamento brasileiro do iPhone 6.

O MacMagazine apresentou uma bela lista dos aumentos, que atingem as linhas iMac, Mac mini, Mac Pro e os mais recentes iPhones. Como a notícia já é desanimadora o bastante, não vou reproduzir a lista integralmente aqui, mas quero destacar quatro preços:

APPLE BRASIL 2015.1
iGadgetPreço 2014.2Preço novoVariação
iPhone 5S de 32 GBR$ 2.599,00R$ 2.899,00+ 11,5%
iPhone 6 de 64 GBR$ 3.599,00R$ 3.899,00+ 8,3%
iPhone 6 Plus de 64 GBR$ 3.999,00R$ 4.299,00+ 7,5%
iMac retina 5K (27″)R$ 13.999,00R$ 14.999,00+ 7,1%

♮  
O que mais surpreende é o aumento do iPhone 5S, um aparelho relativamente velho que a Apple Brasil não teve dó de tacar 11% de aumento. Aliás, todos os iPhones agora custam 300 reais a mais.

Ah, e enquanto os Macs tiveram preços inflacionados entre 300 a 700 reais, o belo iMac 5K recebeu logo todos os R$ 1.000,00 (MIL REAIS) de aumento. Como ele já era um item caríssimo, a variação percentual foi menor. Dica de amigo: se você estiver interessado em algum iPad na loja brasileira da Apple, corra para comprá-lo antes que os preços também aumentem!

Vejam a minha situação: possuo desde abril de 2012 um iPhone 4S alemão como smartphone principal. Pretendo comprar um novo aparelho, pois o atual já demonstra sinais de cansaço, principalmente no que tange à resolução da tela. O tamanho dela poderia ser só um pouquinho maior, também.

Enfim, nesses mais de 32 meses de uso, capturei mais de 15 mil fotos, estive sempre satisfeito com o iPhone 4S e calculo que gastei quase mil reais em músicas e apps no iTunes. Considerando tudo isso, minhas três opções de compra seriam aquelas da tabela, dificilmente mudarei para Android ou Windows Phone no momento.

A única certeza que tenho é a de que meu próximo iPhone não será brasileiro. Sério que a Apple quer se transformar em marca de luxo no país? Não queria pagar pra ver não… Pena que não posso fazer boicote. Ainda. ( ͠° ͟ʖ ͡°)

relacionados


Comentários