Home » Internet » China bloqueia Gmail de vez

China bloqueia Gmail de vez

Gmail ainda podia ser utilizado via protocolos IMAP, POP3 e SMTP na China, mas ao que tudo indica o Grande Firewall bloqueou o acesso por completo desta vez

5 anos atrás

soup-nazi

“NO GMAIL FOR YOU!”

O Google tem passado por poucas e boas na China, aquele curioso país que lucra como todo bom capitalista mas se comporta como a nação comunista que é. Em uma situação estranha a empresa era até pouco tempo atrás a filtrar resultados “subversivos” do Google Search, principalmente no que dizia respeito ao Massacre da Praça Tiananmen. Por sorte a empresa acordou e viu que não fazia sentido abaixar a cabeça para uma ditadura e defender liberdade de expressão, e removeu os filtros em 2010.

A resposta demorou mas veio no momento certo (pra China): diversos serviços do Google, incluindo Search e Gmail foram bloqueados às vésperas dos 25 anos do massacre, a fim de evitar que os usuários chineses acessassem material proibido, que sequer é ensinado nas escolar e foi devidamente varrido da história no país. A relação completa é bem grande, só que o Gmail malemá funcionava através de protocolos IMAP, SMTP e POP3. Não mais.

Diversos usuários chineses têm reportado que o acesso ao Gmail foi cortado de vez nas últimas horas, sendo agora impossível acessá-lo por outros serviços ou clientes de e-mail. Ferramentas como o Outlook ou o Apple Mail e similares ainda permitiam que as mensagens fossem resgatadas, mas ao que tudo indica que o Escudo Dourado (popularmente conhecido como o Grande Firewall da China) fechou a última porta que faltava. O porta-voz do Google Taj Meadows disse ao WSJ que a empresa verificou o que está acontecendo, “e concluímos que o problema não é conosco”.

Membros do GreatFire.org, grupo que luta pela liberdade de expressão do país soltou um comunicado dizendo que o governo de Pequim estaria empenhado em não só eliminar de vez a presença do Google na China (vide o que acontece com o cenário Android por lá, onde muitas empresas abraçaram suas próprias versões do robozinho) como enfraquecer a empresa globalmente:

“Imagine que usuários do Gmail fora da China não possam se comunicar com esses clientes. Muitos poderão ser forçados a abrir mão do Gmail” diz o grupo, algo que pode prejudicar e muito os negócios de Mountain View.

Nem tudo está perdido: ainda é possível acessar o Gmail através de uma VPN, mas é fato que a partir de agora a China irá dificultar cada vez mais o acesso a ferramentas do Google em seu país.

Fonte: r/c.

Leia mais sobre: , , , , , , .

relacionados


Comentários