Home » Internet » Já era esperado: Samsung está preparando sua própria Apple Pay

Já era esperado: Samsung está preparando sua própria Apple Pay

5 anos atrás

samsung-payments

A Samsung e sua ânsia de tentar superar a Apple em tudo, ou ao menos copiar alguns de seus aspectos e tentar aplicá-los em mercados em que Cupertino não presta tanto atenção (como produtos voltados mais para países emergentes) não parece ter arrefecido. Como em 2014 uma das maiores novidades apresentadas pela maçã foi o serviço Apple Pay (que por sinal está sendo abraçado em massa nos EUA, 90% dos cartões emitidos por lá já são compatíveis), não demoraria muito para a Sammy tentar introduzir uma solução própria. E segundo diversas fontes é o que ela está fazendo.

A informação compartilhada é de que a Samsung está negociando com a startup norte-americana LoopPay, que possui uma solução própria de pagamentos wireless via NFC, e inclusive possui um case compatível com iGadgets de antes da introdução do Apple Pay. As fontes estão um tanto desencontradas: uma diz que a conversa pode não dar em nada, enquanto outra aponta para a possibilidade da LoopPay já ter desenvolvido um protótipo compatível com smartphones da Samsung.

A Samsung estaria mirando o mercado de países emergentes, principalmente consumidores que preferem Androids de entrada a um iPhone (ou não tem dinheiro para queimar mesmo). Isso permitia que o serviço tivesse tração, fosse mais adotado principalmente na Ásia e na América latina, onde smarts de meio-termo da Sammy ainda vendem e muito (embora eu tenha visto cada vez mais Motorolas na rua). Vale lembrar que a Samsung e o PayPal têm uma parceria com o Galaxy S5, mas a intenção aqui é ganhar no volume de usuários: nem todo mundo possui uma carteira virtual, já cartões de crédito...

Eu acho a proposta válida, embora tudo indique que ela seja amarrada a dispositivos Samsung como é de praxe. Eu preferia muito mais uma solução mais aberta, mas considerando que muita gente utiliza aparelhos da fabricante sul-coreana, caso o projeto dê certo e o serviço seja implantado muita gente será beneficiada com operações de compra mais rápidas e sem precisar carregar dinheiro ou cartões.

Como era de se esperar, nenhuma das duas companhias comentou o assunto.

Fonte: r/c.

relacionados


Comentários