Home » Hardware » O futuro Wall-E está chegando: bonecos de teste gordos

O futuro Wall-E está chegando: bonecos de teste gordos

O futuro Wall-E está chegando: bonecos de teste gordos. É uma necessidade, pois a física é implacável e um carro seguro para um magro não é seguro para um gordo.

5 anos atrás

bigstig

Em uma colisão a 80 km/h uma pessoa normal no banco de trás de um carro é propulsionada para a frente com o peso de um elefante. Imagine então uma pessoa que já pesa o mesmo que um. Esse é o problema que fabricantes de carros nos EUA estão enfrentando: o americano médio engordou muito mais rápido do que a indústria conseguiu acompanhar, exceto a indústria alimentícia, claro.

O boneco de testes normal, tipo o Buster representa uma pessoa de 77 kg, o que nos EUA de hoje cai na faixa da anorexia. Como resultado carros perfeitamente seguros para pessoas que não são pessoalmente responsáveis pela fome na África são armadilhas mortais para gordos. Americanos gravitacionalmente diferenciados têm 78% a mais de chances de morrer em acidentes de carro do que os magros canalhas, segundo a definição de Nelson Rodrigues.

É uma questão de Física, não é pessoal. F = M × A, quanto mais massa mais força. Por isso uma barata caindo do teto nem se abala depois que chega ao chão, já o porco-aranha morreria com o impacto.

Agora a Humanetics está desenvolvendo este sujeito aqui:

B1LAvWhCMAI7eo7

O objetivo é simular um humano de 123 kg, com índice de massa corporal 31, ainda abaixo do americano médio, mas mais próximo da realidade.

Claro, a alternativa seria convencer o pessoal a fechar a boca, mas isso não vai acontecer. A grande vantagem é que em breve os órgãos governamentais vão começar a exigir que os carros sejam seguros para gordos também. O resultado é que ficarão extremamente seguros para as pessoas que não andam com satélites orbitando devido a seu campo gravitacional.

Esse tipo de discrepância acontece mesmo em outras áreas. Um exemplo são as tabelas de cálculo de seguro de vida. criadas no começo do Século XX e no final já estavam totalmente defasadas, com o aumento da expectativa de vida em todo o mundo.

Disso tudo, podemos seguir dois caminhos: Aceitamos o futuro WALL-E, esperando que os carros se tornem mais seguros, enquanto aquelas poltronas automáticas não chegam, ou fechamos a boca e aproveitamos os carros super-seguros, graças aos gordos. Eu já fiz minha escolha, ela vem com fritas.

Fonte: RT.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários