Home » Internet » Quer ser blogueiro na Rússia? Só com a benção do Putin

Quer ser blogueiro na Rússia? Só com a benção do Putin

Presidente Vladimir Putin assina lei que obriga blogs a se registrarem como veículos de mídia; medida cerceia ainda mais a liberdade de imprensa na Rússia

5 anos atrás

vladimir-putin-is-watching-you

E Vladimir Putin fez das suas de novo. Todo mundo sabe que o presidente russo, como todo bom ex-KGB tem mantido o país sob um controle ferrenho de informação, ainda que não chegue no nível de republiquetas como a Coreia do Norte. A internet é mantida no cabresto, veículos da mídia tradicional não podem escrever uma vírgula que não seja pró-Rússia e principalmente pró-Putin. O culto à sua personalidade ficou bem evidente durante os Jogos de Inverno de Sochi, onde mesmo com diversos problemas a mídia local fez de tudo para manter o presidente com a imagem lá em cima.

Só que tradicionalmente blogs não são considerados veículos de mídia tradicionais, portanto mesmo que muitos (como nós) tenham se profissionalizado ainda há o espírito libertário que permite ao autor falar o que pensa. Isso não mais será tolerado na Rússia.

Putin sancionou no início da semana uma lei polêmica que obriga todos os blogueiros do país cujos sites possuam mais de 3 ml visitas diárias junto à agência reguladora de mídia estatal, o que os sujeitará às mesmas sanções e normas previstas a jornais, revistas e emissoras de rádio e TV. a lei se estende também a perfis em redes sociais e sites de microblogs: você possui mais de 3 mil seguidores no Twitter e só posta fotos de gatos? Sinto muito, mas será obrigado a se registrar do mesmo jeito.

Oficialmente a medida visa endurecer o combate a terroristas, mas todos sabemos que Putin quer manter a internet extremamente controlada, lembrando que em fevereiro outra lei que entrou em vigor deu poderes ao governo de fechar qualquer site e tirar do ar qualquer notícia considerada subversiva. Com a nova lei qualquer blog ou perfil em redes sociais serão constantemente monitorados, e como veículo de mídia reconhecido será responsabilizado por tudo o que escrever terá que a checar as fontes e remover comentários julgados imprecisos (ou subversivos) pelos censores, assim como não poderá ferir uma pessoa ou grupo (leia-se "não falará mal do presidente ou da Mãe Rússia"). A lei também proíbe o anonimato, seja do autor ou de comentaristas e por fim sites serão obrigados a armazenar dados dos usuários em servidores locais por seis meses (soa familiar...).

O membro da Duma e diretor da Comissão Parlamentar sobre Políticas de Informação Aleksey Mitrofanov nega que a lei sirva para regular blogs e perfis em redes sociais, e que tais veículos não estarão sujeitos às sanções previstas em órgãos oficiais. Entretanto movimentos paralelos de plataformas e órgãos dizem o contrário: o LiveJournal já anunciou anteriormente que a contagem de leitores de blogs seria congelada em 2,5 mil, e só os blogueiros e moderadores terão acesso ao número real; a medida seria para otimizar o serviço e que a coincidência com a lei russa seria "acidental". Já o site Yandex desativou sua ferramenta de ranking de blogs.

Como a lei é um tanto vaga ainda não dá para ter certeza como ela será aplicada, e se sites e redes sociais internacionais como Google, Facebook e Twitter também serão obrigados a instalar servidores na Rússia e submetê-los ao Kremlin. De qualquer forma, ver Putin fechando cada vez mais o cerco à liberdade de imprensa não é algo agradável.

Fonte: TV.

relacionados


Comentários