Home » Hardware » Sony: “gostaríamos de ter um portátil como o Nintendo 3DS, mas ao menos nosso PS4 é líder”

Sony: “gostaríamos de ter um portátil como o Nintendo 3DS, mas ao menos nosso PS4 é líder”

Em apenas quatro meses, o PlayStation 4 torna-se líder da oitava geração de consoles. Em fevereiro, segundo o NPD Group, ele continua liderando o mercado de videogames nos Estados Unidos. Nos portáteis, a Sony prefere elogiar o Nintendo 3DS: “é uma batalha perdida”.

6 anos atrás

Laguna_Killzone_PS4

Oitava geração, uma verdadeira Killzone (Crédito: Polygon)

Parece que a Microsoft ganhou força nos Estados Unidos: se em janeiro o XBox One vendeu metade do número de consoles PlayStation 4 vendidos naquele mercado, ao menos em fevereiro a lacuna foi bem menor. Segundo a própria Microsoft, o console de 8ª geração dela vendeu o equivalente a 90% do que o principal console Sony conseguiu vender nos Estados Unidos.

Se a Microsoft afirma que conseguiu vender 258 mil unidades do XBO nos Estados Unidos em fevereiro, podemos calcular que o PS4 vendeu 285 mil consoles em tal disputado mercado. O pessoal do NPD observou que devido à diferença de preço, o console da Microsoft lucrou mais que o da Sony, ou seja, a receita do XBox One foi maior que a do PlayStation 4.

A Microsoft acha que a pré-venda de Titanfall e do bundle correspondente foram algumas das razões desse sucesso comercial dela. Na lanterninha da oitava geração, a plataforma Wii U vendeu pouco mais de 80 mil consoles. Se considerarmos as vendas totais mundiais, o PS4 lidera com base instalada de 6 milhões de consoles, contra 5,5 milhões do Nintendo Wii U e 3,9 milhões de XBO.

Ao considerarmos que tanto o PS4 quanto o XBox One foram lançados em novembro e o Wii U já tinha um ano de estrada, podemos prever que o PlayStation 4 vai liderar a oitava geração de consoles seguido de perto pelo XBox One. Em lugares como o Canadá, a procura pelo console da Sony tem sido tanta que lojistas cogitam aumentar o preço do PS4 para manter os estoques. Lei da oferta e da procura. Mesmo com esse maldito capitalismo, ainda há esperança para a Nintendo?

Laguna_PSVita_3DS

Será que o sucessor do PlayStation Vita terá duas telas? (Crédito: tio Laguna)

Se formos observar apenas o mercado de consoles portáteis dedicados a jogos, a Nintendo seria líder absoluta. E a própria Sony reconhece isso. Em entrevista, o diretor geral da Sony britânica, Fergal Gara, diz em entrevista que embora os smartphones e tablets tenham diminuído a importância de portáteis dedicados, consoles como o PlayStation Vita ofereceriam uma experiência de jogo mais rica que outros gadgets.

Ao ser perguntado sobre o Nintendo 3DS em entrevista sobre o futuro do PlayStation Vita, Fergal Gara deixou o lado fanboy e preferiu devolver elogios ao concorrente no melhor estilo Masahiro Sakurai:

MCV UK: “O Nintendo 3DS foi o console mais bem-sucedido no Reino Unido em 2013. Seria um bom presságio para o PS Vita?”
 
Fergal Gara: “Bem, o sucesso de nosso concorrente demonstra que o mercado ainda quer esse tipo de aparelho, mesmo que muitos prevejam o fim dos consoles portáteis dedicados a jogos. Nós da Sony queremos uma fatia saudável do mercado, então tentamos nos voltar a um nicho diferente: temos consciência de que o 3DS é fortíssimo entre as crianças. Não eliminamos os pequenos, mas posicionamos o PlayStation Vita para um público alvo mais qualificado, normalmente dono de um PS4.
 
Gostaríamos de agradecer à Nintendo por mostrar com o 3DS que o setor de portáteis dedicados vai bem e que ainda há muito a ser aproveitado nesse mercado.”

O tio Laguna acha melhor a Nintendo fazer alguma coisa logo, pois prevejo que o PlayStation 4 vai puxar o Vita para uma situação menos desconfortável ante o Nintendo 3DS e este não conseguirá alavancar as vendas do Wii U. Muito provavelmente o Nintendo Wii U será ultrapassado pelo XBox One, exceto no Japão por motivos óbvios.

Leia também:

relacionados


Comentários