Home » Internet » Por que o Snapchat recusou a oferta de 3 bilhões do Facebook

Por que o Snapchat recusou a oferta de 3 bilhões do Facebook

Pois no final de 2012 Spiegel foi procurado por Zuckerberg, que ofereceu 3 bilhões de dólares pela rede, usando táticas tão maduras quanto ameaçá-lo com o Poke, que seria lançado como uma cópia do Snapchat e iria esmagá-lo sem dó nem piedade. Até hoje nem Zuckerberg utiliza o mesmo.

6 anos atrás

Snapchat

O Facebook segue firme e forte mundo afora como a maior rede social, favorita de 11 em cada 10 parentes que irão constrange-lo em público sem dó nem piedade. Outras redes, no entanto, estão abocanhando sua fatia do mercado, principalmente o mobile, causando um êxodo, principalmente entre os mais jovens, que tira o sono de Mark Zuckerberg, cujo sucesso só não é maior do que seu para-raios de antipatia.

Mesmo no Brasil, tradicionalmente um país de uma rede social só, o uso do Twitter e aplicativos como o WhatsApp cresce a passos largos. O Instagram não conta por que pertence ao Facebook, além do que só interessa mesmo a quem gosta de ver fotos de comida. O crescimento do número de usuários de smartphone que não tem um computador, notebook ou mesmo banda larga em casa também contribui para isso, já que o aplicativo mobile do Facebook é um fiasco na nossa internet discada que as operadoras insistem em chamar de 3G.

É nesse cenário que o Snapchat vem crescendo e se destacando. Mesmo não revelando números, o fundador e CEO Evan Spiegel afirmou que o aplicativo foi baixado mais de 7 milhões de vezes no Reino Unido, número que equivale a um quarto de todos os smartphones da terra da Rainha.

Para quem não sabe, o Snapchat é um bate-papo através de imagens ou vídeos que são deletados automaticamente após serem visualizados (ou não).

Pois no final de 2012 Spiegel foi procurado por Zuckerberg, que ofereceu 3 bilhões de dólares pela rede, usando táticas tão maduras quanto ameaçá-lo com o Poke, que seria lançado como uma cópia do Snapchat e iria esmagá-lo sem dó nem piedade. Até hoje nem Zuckerberg utiliza o mesmo.

Desde então o Snapchat já recebeu 50 milhões de investimento e atualmente está avaliado em 2 bilhões de dólares.

Evan Spiegel, capa da próxima Forbes e figurando na lista dos 30 com menos de 30 que abandonaram a faculdade para ganhar dinheiro que se destacaram em alguma área, explicou por que recusou a oferta. Em outras palavras, o que já deu para deduzir do que você leu até agora: que o negócio ainda tem muito para crescer, afinal tem apenas 2 anos de vida e, principalmente, que não se abandona um negócio como esse (principalmente para um cara como Zuckerberg, mas isso sou eu dando palpite).

Fonte: Forbes

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários