Home » Internet » À beira de seu IPO, Twitter é processado pela IBM por (adivinha!) infração de patentes

À beira de seu IPO, Twitter é processado pela IBM por (adivinha!) infração de patentes

Prestes a iniciar sua operações na Bolsa de Valores Twitter é processado por IBM, que alega infração de três de suas patentes

6 anos atrás

john-cleese-lawsuits

O Twitter muito provavelmente vai iniciar suas operações na Bolsa de Valores ainda nesta semana. A empresa até corrigiu o documento S-1 (essencial para o processo) onde ela reviu a estimativa de por quanto cada ação será negociada: da média anterior entre 17 e 20 dólares, ela foi reajustada para entre US$ 23 e US$ 25 cada.

Como era de se esperar, sempre aparece um ou outro processo de uma empresa que tenta fazer uma boquinha, quando não surge uma patent troll. O primeiro processo enfrentado pelo Twitter veio das empresas Precedo Capital Group e Continental Advisors que entraram com uma ação de fraude, alegando que a empresa do passarinho as teria manipulado para conseguir valores mais vantajosos em seu IPO. Elas exigem US$ 124 milhões em danos, sendo que o Twitter prevê uma arrecadação de até US$ 1,6 bilhão em sua oferta inicial.

Agora quem entrou na brincadeira não é uma gigante, mas um leviatã: a IBM. Todos sabem que ela é a empresa que mais detém patentes do mundo, e era possível que a empresa se manifestasse quando do IPO do Twitter, o que ela fez agora; no mesmo documento em que reajusta o valor das ações, o Twitter menciona que a IBM entrou com um processo alegando infração de três patentes suas, referentes à geolocalização, ads e cruzamento de informações para descobrir contatos comuns de usuários. Não há menção de valores mas francamente, caso o Twitter perca a facada vai doer.

Tendo em vista que o Twitter pode fazer um bom dinheiro quando abrir seu capital, isso mostra que a empresa preferiu não fechar acordos com a IBM como o Facebook muito provavelmente fez, ao adquirir um lote de patentes por uns bons milhões para se proteger de um processo vindo do Yahoo! e num pior cenário, da própria gigante. O triste disso tudo é que agora a briga entre as empresas não se restringe mais a patent trolls pequenas, mas a empresas cada vez maiores, que chegam a se unir contra um adversário em comum. Quem sofre mais é o mercado e os consumidores, já que a possibilidade de empresas pequenas inovarem fica cada vez menor.

Fonte: TC.

relacionados


Comentários