Home » Ciência » Espaço » 32 metros de altitude — a Fronteira Final do Programa Espacial Brasileiro, segundo o estagiário do G1…

32 metros de altitude — a Fronteira Final do Programa Espacial Brasileiro, segundo o estagiário do G1…

G1 noticia lançamento de foguete brasileiro que atingiu incrível altitude de 32 metros. Pior, todo mundo achou possível.

6 anos atrás

gi

Quando me passaram o link, imaginei o óbvio e natural: Outro lançamento, outra explosão. Como a Dilma não liberou verba pra AEB comprar licenças do Kerbal Space Program, não podemos explodir foguetes virtualmente, devemos experimentar, para quem sabe em mais 20 anos atingir a mesma expertise dos Alemães em 1945, ou que a SpaceX atingiu em 10 anos.

Mesmo assim, ao menos DESSA VEZ nada deu errado. Errado mesmo só o estagiário do G1, que repetiu duas vezes no texto que o foguete atingir 32 metros de altitude, sem se tocar que o áudio da matéria fala de 32 km, e a distância percorrida, 16 km, só fariam sentido se o foguete fosse um míssil de cruzeiro, tecnologia que o país do Real não domina. Quer dizer, a AVIBRÁS domina, a AEB não.

Claro, a reportagem também não está correta. Falam do “tempo em que o foguete permaneceu no espaço”, mas todas as convenções estabelecem o limite do espaço como 100 km, a chamada Linha de Karman.

Aqui a reportagem do JMTV, com o lançamento.


AEB — G1 Centro de Alcântara lança foguete de treinamento notícias em Maranhão

Claro, não dá pra comparar com os esforços da NASA, da China, da ESA ou mesmo da Agência Espacial Canadense. Talvez nem com a SpaceX, mas é complicado quando nossos esforços de décadas são ofuscados por um grupo de fogueteiros amadores como a Copenhagen Suborbitals. que já faz lançamentos de foguetes de mais de uma tonelada (esse brasileiro tinha 68 kg) e planejam lançar um astronauta no espaço.

Não que sejam os primeiros civis a lançar foguetes no espaço. Em 2004 o pessoal do grupo CSXT inaugurou o hábito. Agora o YouTube está cheio de vídeos com foguetes de indivíduos e grupos de hobbystas cutucando o limite do Espaço:


mrsiborg — Amateur rocket reaches 121,000 ft

Estamos gastando dinheiro, muito dinheiro tentando e falhando em replicar tecnologia de décadas atrás, e que grupos de gente com dinheiro sobrando faz pra se divertir.

A crítica não é o dinheiro gasto, mas o dinheiro mal gasto. Faria mais sentido fechar a AEB e contratar os caras da Copenhagen, com a verba que enterramos na AEB eles colocariam um homem em órbita em um ano.

Fonte: dica do Eiras no tuinto.

relacionados


Comentários