Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Review: Moto Maxx ou “essa bateria é realmente necessária?”

Por em 24 de novembro de 2014

moto-maxx-001

Devo dizer que estou impressionado com o que a Motorola vem realizando nos últimos tempos, embora é preciso convir que o mérito não é inteiramente dela: ela foi completamente remodelada pela quando foi adquirida pelo Google em 2011, indo de uma fabricante de aparelhos medianos e um pós-venda terrível a um sério player no mercado de Androids, graças aos excelentes aparelhos que vem lançando nos últimos dois anos.

Os novos Moto X e Moto G, bem como o Moto E são produtos destinados a perfis bem distintos de usuários: o primeiro é para o que gosta de funcionalidades e design (um que provavelmente compraria um iPhone), o segundo é para quem quer um aparelho de meio-termo que não faça feio, e o último é o modelo de entrada mas bem eficiente. Com o Moto Maxx, a Motorola resolveu mirar no power user, aquele que usa seu smartphone como um verdadeiro computador de bolso e precisa de uma máquina parruda. E nisso ele não decepciona.

continue lendo

emCelular Destaque Destaques Google Resenha

Europa quer dividir o Google em ao menos duas empresas: o buscador e o resto

Por em 23 de novembro de 2014
Laguna_Google_Neutralidade_da_internet

“Google, não seja mau!” (Crédito: Ars Technica)

Vamos supor que você é coordenador do curso de computação de uma universidade federal e precisa de novos computadores da Apple usando dinheiro público, como fazer a licitação?

Uma bela saída é descrever bem detalhadamente o aparelho desejado sem dizer a marca. Em vez de “Mac Pro”, você diz na licitação que seu departamento precisa de “um PC em formato cilíndrico com processador central Intel Xeon de 3,7 GHz e dois processadores gráficos AMD FirePro W9000”.

Com sutileza semelhante, o Parlamento Europeu quer que o Google forneça parte da receita do molho especial para empresas concorrentes, um gostinho exclusivo que o buscador homônimo somente compartilha com as outras divisões de Mountain View.
continue lendo

emGoogle Mundo Estranho Telecom

Google Contributor transforma os leitores em mecenas dos sites que mais gostam

Por em 23 de novembro de 2014

lorenzo_da-vincis-demons

Assim como acontece no mundo real lá fora, quando a gente cria um projeto online, é preciso muito trabalho, tempo, paciência e muita perseverança pra ver ele dando certo, ou seja, dando retorno financeiro. Falando pessoalmente, o único modelo de negócios que funciona é uma combinação entre trabalho duro e contatos com agências de publicidade, mas existem outros relatos que envolvem outras soluções como o apoio do público, nunca porém sem o primeiro elemento da equação.

Criada para tentar agilizar este processo, enquanto rende bons lucros, a nova ferramenta Google Contributor é uma assinatura mensal com a qual o leitor que mais curte os blogs pode passar a patrocinar seu conteúdo com contribuições mensais de US$ 1, 2 ou 3, e como recompensa deixar de ver os anúncios do Google, que são trocados por um padrão de pixels com uma mensagem de agradecimento.

google_contributor

O Contributor tem uma diferença fundamental para o Patreon, uma das plataformas de crowdfunding mais populares entre os criadores de conteúdo, a respeitável chancela do Google, que literalmente entra com o “seu na reta”, ao tirar as exibições de anúncios, grande e histórica fonte de faturamento da empresa. Os criadores dos sites recebem parte do valor das contribuições, e o resto fica com o Google, é claro, que ninguém é de ferro.

Sites respeitados como Mashable, The Onion, ScienceDaily, Imgur, WikiHow e Urban Dictionary foram os primeiros escolhidos, e por enquanto a entrada no programa está restrita a sites de moradores dos Estados Unidos, o que é uma pena, mas conhecendo o Google, em breve também estará disponível para o resto dos mortais ao redor do mundo. Como algumas das coisas mais legais do Google, a entrada como contribuidor é feita por convite, e você pode se inscrever para ser colaborador. Para se inscrever como dono de um site, além de morar por lá, é preciso enviar um email.

Saiba mais sobre o Google Contributor.

emGoogle Publicidade

Criptografia do Android 5.0 está causando problemas de performance

Por em 21 de novembro de 2014

android-lollipop

O fato do Android 5.0 Lollipop e do iOS 8 contarem com criptografia padrão pode estar tirando o sono das autoridades norte-americanas, mas em tempos de NSA, Snowden e etc. adicionar mais uma camada de segurança nos dados dos usuários é algo importantíssimo, ainda que isso não seja feito principalmente porque as empresas são boazinhas (na verdade elas não querem ser coniventes com órgãos governamentais).

Só que tudo está bem quando funciona bem, e não é o que está acontecendo com o robozinho do Google.

continue lendo

emComputação móvel Google Planeta Sem Fio Segurança Software

Acordo põe fim à guerra de patentes entre Apple e Google

Por em 21 de novembro de 2014

apple-android-war

Em 2011 o Google deu um passo errado que acabou por lhe custar muito caro: quando as patentes da Nortel estavam à venda foi-lhe oferecido um acordo pelo consórcio Rockstar, formado por empresas como Apple, Sony, Microsoft, Ericsson e Blackberry a fim de adquirir os papéis em conjunto, numa negociação que privilegiaria todo mundo.

Pois bem, Mountain View não quis. Quando a Rockstar adquiriu o pacote por US$ 4,5 bilhões, US$ 100 milhões a mais do que a empresa de buscas ofereceu ela começou o mimimi, dizendo que o grupo queria destruí-la. A resposta foi sensacional, foi revelado que o Google não só recusou o acordo como o fez na intenção de adquirir as patentes sozinha e usá-las contra todo mundo.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Destaques Google Internet Mercado Microsoft Planeta Sem Fio Telecom Web 2.0

DOJ dos EUA volta a apelar para o FUD contra criptografia de smartphones

Por em 20 de novembro de 2014

lock

Depois da dor de cabeça que Edward Snowden causou em 2013, boa parte das empresas de tecnologia decidiu que não vão mais deixar seus dados e o de seus usuários ao Deus-dará, com livre acesso para órgãos governamentais fuçarem a torto e direito. Só que o passo dado por Apple e Google não agradou o FBI, a polícia e o procurador-geral dos Estados Unidos.

O ofendido da vez é o vice-procurador-geral James Cole, que assim como os anteriores está apelando para o FUD afim de convencer a opinião pública de que monitoramento de dados é necessário.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Destaques Google Internet Microsoft Planeta Sem Fio Segurança Software Web 2.0

Google não quer que Android TV vire a Casa da Mãe Joana

Por em 18 de novembro de 2014

android-tv

O Google nunca foi muito organizado quando o assunto é autorização de apps para Android. É fato notório que diferente do que acontece com o iOS, os desenvolvedores não sofrem muitas restrições e acabam subindo qualquer coisa para a Play Store; por isso não são raras as vezes em que apps maliciosos acabam indo parar nos smartphones, mesmo tendo sido instalados pela lojinha de Mountain View.

Só que com o Android TV as coisas serão diferentes: os apps passarão por um processo mais criterioso e só então serão liberados para download.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Computação móvel Entretenimento Google Segurança Software