Digital Drops Blog de Brinquedo

Google apresenta chave USB para verificação em dois passos

Por em 22 de outubro de 2014

google-security-key

O Google é um dos maiores entusiastas da verificação em dois passos, uma camada de segurança hoje em dia primordial para aumentar a segurança de nossas contas e consequentemente nossos dados. E agora ela oferece uma alternativa de certa forma ainda mais segura: trata-se da Security Key, uma chave USB que autentica sua identidade fisicamente.

continue lendo

emComputação móvel Google Internet Segurança Software Web 2.0

PhotoMath — Magia Matemática para Windows Phone e iOS

Por em 22 de outubro de 2014

matemagica

É raro presenciar boas idéias ainda em sua gênese, mas desta vez tivemos o privilégio.

O programa é o PhotoMath, para Windows Phone, iOS e futuramente Android. A idéia é enganosamente simples, e foi kibada de um episódio de Big Bang Theory: um app que leia via OCR uma equação e a resolva.

O PhotoMath faz isso e mais, pois mostra passo-a-passo a resolução da danada, veja:
continue lendo

emCelular Computação móvel Destaques Estatística Software

FBI tem “zero chances” de acessar dados encriptados

Por em 22 de outubro de 2014

fbi-strategy

O passo dado por Apple e Google para proteger os dados do usuário de invasões hackers e bisbilhoteiros em geral (ao mesmo tempo que tiram os seus da reta e evitam serem taxadas como cupinchas de agências) está deixando os órgãos de segurança fulos da vida, desde o FBI, passando pela polícia norte-americana e até mesmo o procurador-geral do país não gostou da novidade (isso sem falar em governos como a China, que estão tentando driblar a criptografia).

No caso do Bureau, o diretor James Comey já disse com todas as letras que tal situação é inadmissível, mas conseguir restaurar o acesso aos dados não será tão simples quanto ele pensa.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Google Internet Planeta Sem Fio Segurança Software Web 2.0

Google contra a pirataria nos resultados de buscas

Por em 21 de outubro de 2014

google-piracy-001

A gente sabe, tudo o que você quer encontrar, legal ou não está no Google. Basta um pouquinho de paciência e fazer as perguntas certas que qualquer conteúdo pode ser facilmente localizado. A grande reclamação dos detentores dos direitos autorais, a saber as indústrias da música e cinema foi o fato do motor de busca de Mountain View retornar os resultados, e indexar novos domínios quase na mesma velocidade que os remove via solicitações ou mandados. Só que isso está para mudar.

continue lendo

emComputação móvel Google Internet Web 2.0

China estaria coletando dados de usuários do iCloud

Por em 21 de outubro de 2014

icloud

É, parece que o iCloud ainda continua passando por uma má fase. Só que dessa vez a culpa nem é da Apple: segundo denúncia do site GreatFire.org, especializado em pesquisas sobre a censura da internet na China revela que o governo local estaria xeretando os arquivos de usuários do iOS, usando o método man-in-the-middle para ter acesso aos dados.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Internet Planeta Sem Fio Segurança Software

Novos apps de iOS deverão dar suporte a 64 bits até fevereiro

Por em 21 de outubro de 2014

ipad-mini-3

A Apple não gosta de empurrar as coisas com a barriga, isso é fato. Até pela facilidade em controlar seus produtos e atualizações em detrimento do que acontece com o Google (porque a empresa deixou que o Android fosse assim, com todo mundo metendo o bedelho), a partir do momento em que ela define um cronograma todo mundo, inclusive os desenvolvedores da plataforma móvel devem seguir à risca. Assim sendo, a partir de fevereiro todos os novos programas e atualizações deverão ser compatíveis com 64 bits, ou não entram “no” lojinha.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Planeta Sem Fio Software

Apple entra (do seu jeito) no mercado de tablets de entrada

Por em 20 de outubro de 2014

gogoni-ipad-mini

Tirando a grande exceção da Apple TV, Cupertino definitivamente não vê razão em comercializar produtos baratos pois vê sua linha de computadores e gadgets mobile como produtos “premium”, e tudo o mais abaixo não passaria de lixo. Só que o tempo passou, os smartphones e tablets de menor custo melhoraram em performance e os produtos da Apple, principalmente os iPads estagnaram em vendas.

A solução foi cortar em mais 50 dólares o preço do primeiro mini no chão e indiretamente entrar na briga pelo mercado de tablets de entrada.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Destaques Hardware Mercado Planeta Sem Fio