Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Crysis pode estar sendo adaptados para os consoles

Por em 4 de julho de 2011

dori_cry_04.07.11

Mesmo tendo ficado um pouco inferior a versão lançada para PC, ainda mais depois de uma atualização que adiciona suporte ao DirectX 11, o Crysis 2 para Xbox 360 e Playstation 3 foi um grande ganho para os donos desses consoles, que tiveram a oportunidade de conhecer um dos visualmente mais impressionantes jogos desta geração.  Mesmo assim, vários jogadores que não possuem um computador capaz de rodar o primeiro game da franquia ficaram decepcionados por ele nunca ter saído para esses videogames, mas essa falha pode estar perto de ser corrigida.

A informação surgiu depois que o órgão de classificação etária coreano disse ter avaliado a versão do Crysis para o Xbox 360, o que de acordo com um site do país foi confirmado pela EA Korea, embora nenhuma data para o lançamento tenha sido mencionada e para dar ainda mais credibilidade ao rumor, o ESRB também listou o jogo, não apenas para o console da Microsoft, mas também para o Playstation 3.

O curioso é que o o fundador da Crytek disse no começo do ano que eles não tinha intenção de adptar o jogo para os consoles, já que pretendiam levar a franquia adiante e que uma conversão não seria fácil nem barata o suficiente para justificar tal investimento, mas com evidência tão significativas, será que a produtora teria mudado de opinião? No entanto, porque lançar agora um jogo cujo sucessor já chegou ao mercado há alguns meses?

[via Eurogamer]

emMicrosoft Rumores Sony

Rumor aponta PS4 para 2012 e com “Kinect”

Por em 4 de julho de 2011

dori_ps4_04.07.11Rumores na indústria de games é uma das coisas mais comuns que existem e embora muitos deles não acabem dando em nada, vários outros são confirmados após algum tempo e o que mais tem surgido na imprensa ultimamente são as notícias sobre a próxima geração. Com o anúncio do Wii U, todos querem saber quais serão os próximos passos da Sony e da Microsoft em relação a seus novos consoles e embora ambas as companhias neguem estar trabalhando em novos videogames, o site DigiTimes afirma ter algumas informações sobre o Playstation 4.

De acordo com eles, uma fabricante de componentes situada em Taiwan e parceira da Sony teria dito que a produção do próximo console da empresa terá início ainda no final deste ano, com previsão de lançamento já para 2012 e com a intenção da Sony de vender pelo menos 20 milhões de unidades até o final do próximo ano final, o que parece um número bem difícil de ser alcançado.

O rumor ainda garante que o novo videogame teria um sistema de detecção de movimentos muito parecido com o utilizado pelo Xbox 360 através do Kinect e a fabricação ficaria a cargo da Foxconn e da Pegatron Technology, empresas que atualmente produzem o Playstation 3.

Minha opinião? A notícia pode ser parcialmente verdadeira, já que não seria assim tão absurdo a Sony começar ainda este ano a fabricar um sucessor para o PS3, porém, o prazo parece curto demais e a projeção de vendas um tanto difícil de ser alcançada. Além disso, para se lançar um console já no início do ano que vem, o ideal seria tê-lo anunciado na E3 e mesmo que essa revelação venha na Tokyo Game Show, me parece pouco tempo para que a notícia repercuta satisfatoriamente entre os gamers.

Eu continuo acreditando que Microsoft e Sony mostrarão ao mundos seus próximos consoles apenas durante a E3 de 2012, com um lançamento ocorrendo provavelmente só em 2013 e até lá, ainda ouviremos muitos rumores sobre eles.

[via Eurogamer]

emRumores Sony

Microsoft também pode apostar em jogos Free-to-Play

Por em 27 de junho de 2011

dori_live_27.06.11

Certa vez vi alguém dizendo – não lembro quem – que o modelo Free-to-Play era o futuro da indústria. Oferecer os jogos de forma gratuita e lucrar com  a venda de conteúdo extra através de micro transações poderia ser a saída ideal para a indústria diminuir a pirataria e chamar a atenção dos jogadores que não estão dispostos a pagar o preço de um lançamento num game e por mais que eu tenha uma certa dificuldade em aceitar que isso irá mesmo acontecer, é inegável que esse estilo de comércio está ganhando muita força.

Além de diversas desenvolvedoras de MMOs que passaram a distribuir seus jogos dessa maneira e de uma gigante como a Valve passar a apoiar o F2P, outra que pode estar perto de abrir um espaço para o modelo é a Microsoft. Na verdade os rumores sobre a fabricante levar os jogos Free-to-Play para o Xbox 360 são antigos, mas de acordo com algumas fontes ouvidas pelo site Develop, a empresa estaria discutindo a possibilidade com diversos estúdios e o sistema funcionaria no console, no PC e nos celulares que rodam a Live, com os itens podendo ser adquiridos através da utilização dos MS Points.

Na minha opinião o modelo seria bem vindo aos videogames e poderia dar certo, mas penso que antes de adotá-lo, a Microsoft poderia é eliminar a cobrança de anuidade da Live, afinal, não vejo mais sentido para ela existir, porém, acho que se isso acontecer, só será feito na próxima geração.

emIndústria Microsoft Rumores

Geohot estaria trabalhando para o Facebook

Por em 27 de junho de 2011

dori_geo_27.06.11

De alguns meses para cá, o nome de nenhum hacker esteve tanto em evidência quanto o de George “Geohot” Hotz. O americano já era apontado como o responsável por ter quebrado a segurança do iPhone e após algumas tentativas, em 2009 conseguiu aquilo que muitos julgavam impossível, destravar o Playstation 3.

Na época Hotz criou um blog para descrever o processo e após a Sony ver a pirataria tomar conta do seu console, tomou uma atitude que mais tarde lhe daria muita dor de cabeça, levar o jovem à justiça. As partes envolvidas acabaram entrando num acordo cujos detalhes nunca foram revelados, mas o embate acabou desencadeando a fúria de outros hackers, que culminou numa série de ataques que fizeram com que a PSN ficasse fora do ar durante quase um mês e as informações de milhões de usuários fossem roubadas.

Mas tanta atenção pode ter rendido a George muito mais do que um processo, já que em sua página no Facebook ele teria dito que trabalhar no Facebook é fantástico e que estaria na companhia desde maio passado. O rumor começou depois que outro hacker, P0sixninja, revelou que Geohot não queria participar de um desafio para destravarem o iPad 2, já que não queria voltar à mídia para se dedicar ao novo emprego, onde supostamente estaria trabalhando na criação de um aplicativo para o tablet da Apple.

Vocês podem até me chamar de chato e dizer que tal conhecimento não deveria ser desperdiçado, mas sempre vejo essas contratações com um certo ar de reprovação. Não acho que quebrar a segurança de um sistema deva ser premiado e penso que no fim das contas é isso o que ele recebeu. Por fim, apesar de ainda não passar de um rumor, acho a contratação bastante possível, pois se o que foi mostrado no filme A Rede Social for verdade, Mark Zuckerberg dá muito valor a pessoas talentosas como Hotz, inclusive criando “torneios” para saber quais são os melhore programadores.

[via TechUnwrapped]

emInternet Rumores Sony

PopCap Games poderá ser vendida por US$ 1 bilhão

Por em 23 de junho de 2011

dori_pop_26.06.11

Se as informações obtidas pelo TechCrunch estiverem corretas, nos próximos dias deverá ser confirmada a venda da PopCap Games e de acordo com várias fontes ouvida por eles, o estúdio seria adquirido, provavelmente pela Electronic Arts, por um valor em torno de 1 bilhão de dólares.

Num primeiro momento imaginou-se que o comprador seria a Zynga, mas esta teria desistido por achar o valor muito alto e faz sentido que a interessada seja mesmo a EA. A gigante já havia gasto US$ 400 milhões em 2009 para adquirir a Playsfish, outra companhia dedicada à criação de jogos casuais e com a investida os americanos, além de agregarem ao seu portfólio uma boa quantidade de marcas de respeito, ainda levariam mais de 400 funcionários.

Fundada em 2000, a PopCap Games especializou-se em criar jogos gratuitos e que só tinham todas as suas funções liberadas após o jogador pagar por eles. Com um faturamento anual que  giraria entre 100 e 150 milhões de dólares, o estúdio firmou seu nome no mercado ao conquistar milhões de jogadores com títulos como os das séries Bejeweled, Peggle, Feeding Frenzy e principalmente o Plants vs. Zombies, todos nascidos no PC e posteriormente lançados para uma infinidade de plataformas.

Especula-se que o negócio com a EA estaria bem perto de ser fechado, mas por enquanto não há uma confirmação por parte de nenhuma das duas envolvidas e portanto ainda é tratado como rumor.

emIndústria Rumores

Gráficos do PS4 poderão ser parecidos com os do PS3

Por em 20 de junho de 2011

dori_ps4_20.06.11A E3 2011 passou e com exceção da Nintendo e o seu Wii U, as outras fabricantes não deram o menor indício de que estão pensando em lançar novos consoles em breve. Mesmo assim, é muito provável que elas já tenham começado o processo de desenvolvimento dos sucessores do Xbox 360 e do Playstation 3 e apesar de tanto Microsoft quanto Sony não falarem oficialmente sobre eles, durante uma entrevista ao site 3DJuegos, James Armstrong, vice-presidente da SCEE, ao ser questionado sobre que espera do “PS4”, deu a seguinte resposta:

É difícil dizer neste momento. Penso que não teremos um console com gráficos muito melhores do que aqueles que o PS3 oferece atualmente. Acredito que o futuro será oferecer experiências melhores e mais acessíveis. O objetivo será fazer com que mais pessoas entrem no mundo dos videogames e tratem de criar jogos para as mulheres.

Fizemos bastantes estudos de mercado e muitos apontam que as jogadoras gostam de jogar PlayStation tanto quanto os homens. O problema é que não existem jogos para elas, por isso penso que seja algo a se desenvolvido, tal como o online e os downloads, que também espero que evoluam consideravelmente no futuro. Mas em termos de gráficos e de ter jogos visualmente melhores aos de hoje, acho que não podemos esperar muito.

Seria neste ponto em que os sonystas que vivem criticando o Wii começam a se revoltar? Enfim, mesmo achando que estamos num período da história dos games em que os gráficos alcançaram um nível excelente, basta ver uma demo técnica como aquela da Unreal Engine 3 para perceber que muito ainda pode ser feito e caso as previsões do Sr. Armstrong estejam corretas, será interessante ver como a Sony se sairá fazendo o caminho inverso, deixando de investir na criação de um console poderoso para criar algo mais voltado para os jogadores menos exigentes tecnologicamente.

emRumores Sony

A investida da EA contra o Steam

Por em 15 de junho de 2011

dori_cry_15.06.11

Não é de hoje que a Electronic Arts tem ensaiado um ataque ao serviço de distribuição da Valve. Embora tenha muitos dos seus jogos a venda no Steam, boa parte deles só são disponibilizados vários dias depois do seu lançamento físico e eu aprendi isso da pior maneira possível, quando esperei para comprar o Need for Speed: Hot Pursuit digitalmente e ele só apareceu na loja semanas depois de todos já estarem jogando.

Porém, a tentativa da EA em pelo menos diminuir a liderança do Steam não se limita apenas a atrasar alguns jogos. Recentemente eles implementaram funções sociais ao seu sistema de distribuição digital e há alguns dias o passaram por uma grande reformulação, inclusive mudando seu nome para Origin. Mas a gigante pretende ir um pouco adiante e já garantiu que o Star Wars: The Old Republic digitalmente só estará disponível através do Origin e começam a surgir indicativos de que outros títulos poderão receber o mesmo tratamento.

Por exemplo, quem tentar comprar o promissor Alice: Madness Returns verá que até o dia 17 de junho ele só estará a venda através do Origin. Tudo bem, uma exclusividade temporária de três dias para um lançamento, nada que chegue a incomodar muito, mas se você estava pensando em adquirir o Crysis 2, verá que o jogo não pode mais ser encontrado no Steam, embora ainda esteja em outros serviços e diversos outros games da EA ainda possam ser comprados na loja da Valve.

O mais provável mesmo é que esse sumiço seja algum problema técnico ou o término de um contrato apenas para este jogo, mas a EA tem tentando de todas maneiras aumentar as vendas diretas, inclusive permitindo que a pré-venda de um dos títulos mais aguardados do ano, o Battlefield 3 só seja feita no Origin e as especulações sobre um possível rompimento com o Steam já começam a surgir pela web. Entretanto, fazer isso não seria, pelo menos num primeiro momento, algo muito inteligente, já que retirar seus lançamentos do principal serviço de distribuição digital do mundo poderia reduzir consideravelmente o número de vendas. Será que a EA está disposta a iniciar uma guerra onde as chances de derrota são imensas?

[via Rock, Paper, Shotgun]

emComputadores Rumores