Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Depois de 22 anos no mercado, GamePro deixará de existir

Por em 1 de dezembro de 2011
emCultura Gamer Miscelâneas relacionados     
Mais textos de:

Site | Twitter
  • robsonvieira1982

    Triste. Muito triste mesmo. O tipo de notícia que ninguém que passou pelos gloriosos anos 90 e trabalha de alguma forma com documentação dessa indústria, como o querido Dori, gostaria de dar. O fim de uma era, com certeza. Até mais pessoal.

  • Anônimo

    Não tinha costume de comprar revistas americanas naquela época, mas lembro de ter comprado uma EGM, e lembro que era com ela que eu treinava o meu nível de inglês. De tempos em tempos eu a lia para ver como eu tinha avançado. Boas épocas aquelas que eu recorria a material impresso para me informar sobre o mundo dos games. Sinto uma saudade imensurável da Gamers, que ao meu ver era a melhor publicação nacional. Ao contrário das outras, era a menos impessoal, os editores dela tinham espaço para fazerem os textos deles mesmos, e daí vem o meu sonho em trabalhar com isso. Excelente post, amigo Dori, apesar de ser uma notícia pra lá de triste. :(

  • Anônimo

    Eu já comprei algumas revistas da Gamepro, porem eu era mais voltado ao mercado nacional e comprava praticamente todas que saia aqui no Brasil (Ação games, Supergamepower e a maravilhasa Videogame) os anos 80 e 90 foram uma boa época para as revistas de games, porem para essa geração atual. É cada vez mais dificil essas revistas se manterem no mercado. Com a internet e principalmente os blogs de games, as pessoas tem acesso as principais noticias deste mundo dos games praticamente na hora que a noticia é divulgada. E quando você compra a revista, quase 90% do que se lê já foi visto em algum blog ou site.

    É uma pena mas é a pura realidade, as pessoas mais novas não tem o mesmo prazer que nós (acima dos 30 e pouquinho.kk) temos ao ler uma revista, um bom exemplo disso é a revista retro OldGamer que acredito que se mantenha no mercado (não mensalmente), o publico principal dela seja pessoas acima dos 25 anos, ja que busca trazer a sensação de nostalgia não só pelos jogos mas aos leitores de relembrar os bons tempos que vivemos anos atrás e foliavamos com muito gosto uma boa revista.

  • http://edulacerda.tumblr.com/ edulacerda

    Que triste, mas eu acho que poderiam manter o site e revitalizarem a marca. Meus contatos com a GamePro foram quase que exclusivamente naquele selinho “gamepro direto dos USA” das Super Game Power, mas mesmo assim deixa saudades.

  • Antonio Augusto Grisi Pizolato

    Eu sou dessa época também e gastei muito dinheiro com revista como: Ação Games, SuperGame, Game Power e clara a sua fusão para SuperGame Power.

    Também já gastei dinheiro com a GamePower, quando tinha curiosidade e saber algo sobre os videos games menos difundido no Brasil com o NeoGeo da SNK , o TurboGrafix 16 Atari Lynx