Experimente Windows Phone em seu iPhone ou Android sem Jailbreaks ou outras marmotagens

IMG_2112Nos comentários de um post anterior um leitor definiu sua decisão de comprar um celular Windows Phone como “um tiro no escuro”. Sendo realista, é verdade. A metáfora de utilização é completamente diferente do que estamos acostumados, seja lá qual sistema você use. Entender o básico dessa metáfora é essencial para tomar uma decisão de compra acertada.

Normalmente isso é feito mexendo com celular de amigos, ou em lojas, mas em tempos onde o sujeito prefere mandar um email do que pegar o telefone e ligar pros bombeiros, é preciso facilitar.

Nisso a Microsoft acertou: Criou um site de demonstração do Windows Phone que funciona redondinho em iPhones e quase perfeitamente em Androids (Reclame com o navegador).

É CLARO que não é um emulador em Javascript do Windows Phone 7.5, não é nem uma simulação, é um site onde você tem alguma liberdade, passeia pela interface e pode experimentar o fluxo de trabalho de algumas tarefas. O mais difícil (não no sentido de ruim) é a metáfora da tela ser uma janela deslizando por um documento horizontal. É um conceito lindo, mas muito alienígena.

IMG_2114Algo que também assusta é a facilidade com que a interface Metro foi implementada em HTML. Se há uma previsão que eu errei foi não ter acreditado no crescimento dos browsers como runtimes de aplicações sérias.

Ao menos no iPhone a velocidade é excelente. Arrisco –ok, nem arrisco, é fato- a dizer que o Windows Phone “emulado” no Safari é pelo menos 5x mais ágil em tempo de resposta que a interface nativa do N97.

Para acessar o site basta acessar de seu celular o site http://aka.ms/wpdemo.

PS: Agradecimentos ao Thyago pelo link corrigido.

Fonte: ISS

 

 

 

Relacionados: , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Microsoft mostrando que ainda está bem viva e muito mais atenta do que pensam.

  • Anônimo

    Não consegui abrir no meu backflip com o navegador opera, mas eu sou livre.

    • Anônimo

      Já tentou fazer o obvio e usar o navegador padrão?

      • Anônimo

        Já também.

        • Anônimo

          Meus pêsames, a Motorola consegue estragar até isso pelo visto. Aproveita a “liberdade” e vai logo para o CM7.

          O navegador padrão do backflip deveria rodar normalmente, tenho outro Android aqui na mesma versão e rodou…

          Ah essas fabricantes! Para quer ajudar se podem atrapalhar não é?

          • Anônimo

            Mas eu estou usando o CM7 o que é pior.

          • Anônimo

            Haha! Dai já não sei o motivo, geralmente o pessoal da Cyanogem manda bem. Não devem ter mudado o navegador nativo, ou bem… Não adianta especular. Se não roda não roda.

            Usa o Dolphin então, eu usava ele no Spice com Android 2.1, já que o navegador nativo não tinha todas as tags html5.

  • Hollander

    Testado no S2. Lentíssimo para carregar (Valeu Claro!), mas depois fluiu bem.
    Muito bom para um “demo”, como forma de mostrar o sistema para quem ainda não viu o WP.

    Estou começo a perceber que a MS está conseguindo mover o elefante. Próxima jogada: Office nos pads.

  • página ou diretório não encontrado ><

  • aqui nao abre o link =(

  • Anônimo

    Pelo menos colocaram o número da Yolanda

    • Anônimo

      O Chico Buarque já tinha esse número há tempos!

      …Eternamente, Yolanda!…
      _____
      42

  • Vocês disseram que ficou lento no android por culpa do navegador. No meu atrix rodou lisinho, talvez o problema seja o smartphone utilizado e não o android em si.

    • Aqui funcionou melhor no Xperia Neo do que no iPod touch 4.

  • Daniel Almeida

    O que achei curioso na observação do leitor é que antigamente comprávamos o celular sem saber o que ele rodava e não nos preocupávamos, era só ler o manual. Hoje a proximidade com computador é muito grande, um usuário comum acostumado a Windows estaria “atirando no escuro” ao comprar um Mac ou partir pro Linux.

    • Anônimo

      Exato!

      Antigamente comprávamos apenas um “telefone” celular. Apenas para falar.

      Hoje compra-se smartphone com poder computacional inúmeras vezes maior do que o computador de bordo da Appollo 11. Nesse caso, é imprescindível escolher bem pois o gasto também é inúmeras vezes maior do que o que gastávamos com telefones de antigamente.

      ______
      42

  • não abriu aqui, link removido

  • Muito bom o demo. Simples, sem firulas, direto ao ponto.
    O que mais em chamou a atenção foi a integração das “redes” de cada contato.

  • Anônimo

    meu objeto de desejo atual com certeza é um windows phone!

  • Você também pode instalar o Launcher 7 ou o Metro UI no Android, ambos disponíveis no market.

  • Anônimo

    Aqui rodou melhor no Galaxy S2 que no iPhone 4, pois o primeiro entrou em fullscrem mode automaticamente, escondendo os ícones a barra de tarefas, assim deu para curtir melhor a experiência do WP. Fora que a “tela maior” combinou melhor com o sistema.

    E sabe o que achei? Estranho! Porém não um estranho ruim, só diferente. Fiquei um pouco confuso com algumas coisas, mas acho que me acostumaria rápido. Não posso dizer que é melhor que “tradicional”, mas é não é ruim.

    Para telas menores (do iPhone para baixo) acho que o SO não combina tanto, é um SO com um apelo muito grande nas “imagens” e tenta preservar o máximo a qualidade das mesmas, com tela menor tem mais scroll (apesar do downscaling em alguns momentos) e gera um incomodo, fora que tira um pouco da “beleza” do sistema. Em telas maiores tudo parece ficar “melhor” localizado, e dá uma sensação de “uau”. Testei um Ultimate rapidamente ontem, e (agora) entendi o motivo de ter uma tela tão grande, mas testando no S2 (que é um pouco menor) e no iPhone 4 (bem menor) deu para entender, quanto menor a tela “menos belo” parece o WP.

    Não sei se eu compraria um WP7 para mim, me sinto muito confortável com o Gingerbread, e ainda não testei o ICS mas ao que parece ele “ataca” diretamente os pontos positivos da interface do WP7. Nesse caso não sei se valeria a troca, já que como eu disse acima, ainda há uma sensação de estranheza quando uso o sistema. Talvez na próxima versão do Metro.

  • “Arrisco –ok, nem arrisco, é fato- a dizer que o Windows Phone “emulado” no Safari é pelo menos 5x mais ágil em tempo de resposta que a interface nativa do N97.”… Concordo plenamente… HAHAHAHA

    Quanto ao Windows Phone, adquiri o HTC Ultimate no último mês e tenho que confessar; a experiência e a integração com redes sociais (até nos albúms integrados que exibem as fotos do aparelho e da nuvem), são incríveis…

    Sem contar que entre meus smartphones (iphone, galaxy, bb) ele é o que melhor faz integração com os serviços de email e principalmente com os ‘tiles’…