A investida da EA contra o Steam

dori_cry_15.06.11

Não é de hoje que a Electronic Arts tem ensaiado um ataque ao serviço de distribuição da Valve. Embora tenha muitos dos seus jogos a venda no Steam, boa parte deles só são disponibilizados vários dias depois do seu lançamento físico e eu aprendi isso da pior maneira possível, quando esperei para comprar o Need for Speed: Hot Pursuit digitalmente e ele só apareceu na loja semanas depois de todos já estarem jogando.

Porém, a tentativa da EA em pelo menos diminuir a liderança do Steam não se limita apenas a atrasar alguns jogos. Recentemente eles implementaram funções sociais ao seu sistema de distribuição digital e há alguns dias o passaram por uma grande reformulação, inclusive mudando seu nome para Origin. Mas a gigante pretende ir um pouco adiante e já garantiu que o Star Wars: The Old Republic digitalmente só estará disponível através do Origin e começam a surgir indicativos de que outros títulos poderão receber o mesmo tratamento.

Por exemplo, quem tentar comprar o promissor Alice: Madness Returns verá que até o dia 17 de junho ele só estará a venda através do Origin. Tudo bem, uma exclusividade temporária de três dias para um lançamento, nada que chegue a incomodar muito, mas se você estava pensando em adquirir o Crysis 2, verá que o jogo não pode mais ser encontrado no Steam, embora ainda esteja em outros serviços e diversos outros games da EA ainda possam ser comprados na loja da Valve.

O mais provável mesmo é que esse sumiço seja algum problema técnico ou o término de um contrato apenas para este jogo, mas a EA tem tentando de todas maneiras aumentar as vendas diretas, inclusive permitindo que a pré-venda de um dos títulos mais aguardados do ano, o Battlefield 3 só seja feita no Origin e as especulações sobre um possível rompimento com o Steam já começam a surgir pela web. Entretanto, fazer isso não seria, pelo menos num primeiro momento, algo muito inteligente, já que retirar seus lançamentos do principal serviço de distribuição digital do mundo poderia reduzir consideravelmente o número de vendas. Será que a EA está disposta a iniciar uma guerra onde as chances de derrota são imensas?

[via Rock, Paper, Shotgun]

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • mosaias

    Sinceramente, torço contra a EA. O programa de downloads deles é péssimo, e não tem sistema de backup. Então se você formatar seu PC, vai ter que baixar todos seus jogos novamente. Descobri isso da pior maneira possível.

    • @mosaias, na verdade até tem, mas não é tão transparente como no steam. Mas o pior de todos é o do cliente do games for windows no pc XD

      Na verdade esse tipo de atitude só incomoda (na minha humilde opinião) o fator concorência, já que possuindo essa exclusividade, a EA pode colocar o preço que quiser. Se ela realmente estivesse interessada em chamar consumidores, bastaria praticar um preço diferenciado (entenda-se, mais barato) e com exclusividade temporária que já tava ótimo (pelo menos pra mkim).

      …sonhar não custa nada XD

    • @mosaias,

      também torço pra EA ter levado um belo de um tiro no pé…

      Crysis 2 está (ou estava) na minha lista de compras na Steam… Se não estiver mais disponível lá, simplesmente não vou comprar… ou de birra vou pegar o piratão mesmo!

      Atitudes como esta são ridículas, e torço para que a EA seja a próxima a sofrer a onda de ataque destes grupos de hackers. Mais que merecido!

  • Lembrando que a Steam distribui games de diversas gamehouses, grandes, pequenas e independentes. Se a idéia se implantar no Origin, pode ser que deslanche, se não, será uma espécie de Windows Game Live com uma “meia dúzia” de títulos apenas e um monte de bugs, DRMs estranhos, 1/4 do tempo off-line…

  • lucky

    querem se rebelar contra o steam?
    então morram no esquecimento dos gamers…

    ou alguem aqui acha que a EA vai fazer mega-promoções abrindo mão de lucros como a valve faz?
    preparem-se para lançamentos digitais a preço de fisico ou seja, 60 obamas.

    haham.. senta la claudia.

    • lucky

      @lucky,
      e OUTRA!
      Se BF 3 não tiver no steam, então eu não compro…
      pronto BIRREI!
      😛

  • Felizmente poucas publishers tem cacife para fazer serviços do tipo – talvez só EA e Ubisoft – senão ia cada um para um lado. As vantagens do origin vão ser conteúdo exclusivo e alguns privilégios, se eles apostarem na exclusividade vão remar contra a maré bonito.

    • @glhpimenta, esqueceu da Activision Blizzard

      • @marcoc2, só que a Activision faz muito pouco jogo e nem me importo tanto pois acho a Battle.Net muito boa… Mesmo assim, pagar StarCraft II pelo Mercado Pago deve ser irritante: estou bastante acostumado com o PayPal e o Steam.
        😕
        Ao menos já registrei o meu Starcarft 1 por lá, embora não possa baixar da Battle.Net a “versão digital” em português por algum motivo bizarro (meu Starcraft é em português; mas meu BroodWar, não).

    • @glhpimenta, só pra exemplificar, a versão lotada de extras vc só encontra no Origin. Diferencial que (até antes dessa atitude) me parecia legítima como justificativa de utilizar o cliente deles. Mas com essa investida só consigo entender que daqui pra frente, a EA quer o puro e simples monopólio. Tomara que num futuro próximo eles me façam queimar a língua com promoções. Tomara.

  • rafaelvascc

    Isso é burrice do mais alto nível! O que se passa na cabeça dos imbecis da EA para se voltarem contra seu próprio parceiro de vendas?! Eles não podem usar o fucking sistema deles ao mesmo tempo em que deixam seus jogos no Steam?! Esse burros só vão perder vendas.

    Se Battlefield 3 só sair nesse Origin eu não compro por download, eu compor a mídia física.

  • Vai ser uma queda de braço interessante.
    Será que o frisson do lançamento do SWTOR vai alavancar o suficiente o uso do “Origin” entre os PCs para que seja declarada uma guerra aberta com o STEAM ?

  • marcos.petropolis

    Atitude totalmente legítima.Lembro de quando o The Witcher 2 foi anunciado que apenas no GOG é que ele iria vir sem DRM e muita gente “pulou” indignado.A produtora trata o seu produto como melhor lhe aprouver e fim de papo.Se vai dar certo ou não são outros quinhentos (como fã incondicional do Steam torço pra que não) , mas ele não são inocentes de investir em algo em que a porcentagem de erro é maior que o de acerto.Para nós consumidores é que sinceramente não sei se é um bom negócio…

  • cquintela

    Concorrência sempre é bem vinda.

    • lucky

      @cquintela,
      voce quer dizer monopolio neh.. ja que ela tirou os jogos do steam… O.o
      ler antes de comentar é bom de vez em quando…

      • cquintela

        Bom, a Fiat não vende carro da GM e nem por isso ela tem o monopólio…

        Para pra pensar antes de escrever acho que ajuda mais no seu caso.

        • FPViper

          @cquintela, dois carros que servem para… andar…
          A experiência vai ser diferente pros dois? um pouco… mas a via é a mesma, a finalidade é a mesma.

          Em dois jogos diferentes não dão a mesma experiência e nem a forma de jogar é exatamente a mesa. Dois produtos totalmente distintos.

          É monopólio de vendas sim.

          • cquintela

            @FPViper, Crysis 2 é um produto único, tão quanto uma Ferrari é um produto único.

  • LoonySilva

    Olha pior será abandonar o steam. Sou usuário do Origin (Ea download manager) e não estou insatisfeito não. Tanto o BFBC2 e o Crysis 2 dá pra adicionar amigos e conversar pelo game. Então sociabilidade nunca foi o problema. O que me interessa são promoções e usar minha moeda local. A EA apesar de exigir cartão internacional usa reais, o que significa que se o dolar disparar eu não me arrebento no fim do mês (o dolar baixo é um efeito temporário de uma emissão desenfreada de moeda pelo National Treasury). No quesito promoção, o steam leva vantagem, sem comentários. Ficou faltando catálogo. Salvo se a EA não distribuir jogos de outros publishers no Brasil (como ela já fez no passado) o steam vai continuar sendo o favorito da grande maioria. Que venha concorrência!
    PS: steam, EA download manager, Ubi não sei lá das contas… O importante é ter o jogo pelo menor preço né?!

    • @LoonySilva, o importante é ter o melhor serviço pelo preço que você paga.

  • So sorry, maioria dos meus jogos estão no Steam, não me incomodo com a conta no Battle.net, Blizzard só faz jogos foda pra caralho, Windows Marketplace fica dificil de escapar tem jogos que utilizam a Live, já me incomoda o fato de ter uma conta no Impulse só por causa do Sins of Solar Empire e fico torcendo o nariz para não abrir uma conta no Direct2Drive (que é muito bom) por causa de jogos que NÃO são vendidos no Steam, mas eu não quero gerenciar mais uma conta só por causa destes jogos.
    .
    Sei que a EA distribui jogos muito bons, mas so sorry, já pisaram na bola uma vez com os DRM, se eles estão realmente pensando em fazer isso garano que não vou comprar jogos da EA nunca mais.

  • Concordo que a concorrência é o melhor negócio, mas nessa guerra quem tem mais chances de competir com o Steam é a Amazon. Eles também planejam um serviço como o Steam já tem um tempo, e ao contrário da EA, não vão se limitar a um catálogo pequeno.

    Quanto a EA, ela pode ter até algum sucesso limitado por enquanto, mas precisa fazer algumas mudanças urgentes em seu modelo de negócio para manter o Origin funcionando. Lembrem-se de que a principal fonte de renda da Valve, com o Steam, ainda é a venda de jogos. Isso só se sustena com um fluxo constante de lançamentos, que apenas o sistema da Valve tem. A EA não lança nem publica jogos com a mesma velocidade com que eles surgem no Steam, então deverá apelar cedo ou tarde para um foco em micro-transações ou serviços pagos em mensalidade.

    • cquintela

      @Renan the Geek, mas pode ser que a idéia da EA nem seja volume de venda, eles podem querer focar em conteúdo exclusivo ou lançar os jogos na Origin antecipadamente em relação ao concorrente. Nem tudo gira em volume de venda e preço, tem gente que paga para ter exclusividade e nem quer saber do preço.

      • FPViper

        @cquintela, O foco do Origin é não passar dinheiro por terceiros, coisa que a Blizzard faz mto bem, mas oferecendo um serviço mto útil… os jogos da Blizzard são feitos pensando na Battle.net como funcionalidade principal.

        Limitando o Origin a só quem comprar por ele… bem, vc não pode fazer jogos focados 100% nele (ou pode… sei lah como vai ser).
        Mas o ponto é q se a EA quer sucesso com esse sistema, tem de usar ele de forma inteligente assim como a Blizzard usa o dela.

  • Dreadful

    Steam forever!

  • hideki

    Caracas, deixei de comprar o Crysis 2 em abril pela metade do preço e com um monte de extras esperando por alguma promoção semelhante na Steam e me dei mal. O jeito agora é ficar de olho na Origin.

  • Quer dizer que agora a EA vai passar a boicotar seus títulos no Steam, deixando de publicar lá? Desleal, heim? 😛

  • Peraí, peraí, PERAÍ, que só fui ler completo agora: quer dizer que a EA TIROU Crysis 2 do Steam? Isso sim é encrenca 😛
    De qualquer forma, o Origin ainda está muito capenga. Melhorou muito frente ao simplório EADM, mas mesmo assim, a forma como ele baixa e instala os jogos e seus updates ainda é muito precária, frente ao Steam. Mas, pelo visto, vou ter que passar a considerá-lo para fazer as minhas compras. Ainda bem que eles acabaram com aquele limite ridículo de 1 ano para download dos jogos adquiridos de forma online

  • hyperfreak

    Alguma coisa não está encaixando nessa história. Nada contra a EA lançar sua loja via download, mas perder as vendas do Steam desse jeito me parece um pouco arriscado. Ainda mais se considerarmos que BF3 promete ser o aguardado COD Killer que todos estão esperando.
    Sem o Steam, pode esquecer.

  • A informaçõ no site da Kotaku http://kotaku.com/5812264/ea-says-it-was-valve-who-expelled-crysis-2-from-steam é que O Crysis II estaria violando novos termos de serviço do STEAM, por isso teria sido expelido, mas não especifica exatamente quais seriam esses termos, e confirma que o jogo permanece disponível em outras plataformas de Download.
    Essa Guerra está apenas começando.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Martins Fontes Paulista, Cupom de desconto Empório da Cerveja