Warner não lucrará com DLC em homenagem a funcionário falecido

forthog-orc-slayer

No ano passado Michael Forgey perdeu uma luta contra um glioblastoma, um raro caso de câncer no cérebro. Figura conhecida da indústria, ele havia trabalhado em jogos como Gears of War, Fable e Conker’s Bad Fur Day, com um dos seus últimos trabalhos sendo como produtor executivo do Middle-earth: Shadow of Mordor.

Muito querido pelos seus companheiros, a Warner decidiu homenagear o game designer transformando-o em um personagem que seria disponibilizado como um DLC para o Shadow of War, mas apesar da ideia ser bem interessante, a maneira como a companhia o divulgou não foi bem aceita pelos fãs.

O problema é que ao anunciar o conteúdo através de um vídeo, a editora revelou que ele não seria gratuito e embora eles tivessem afirmado que US$ 3,50 de cada venda seria revertida para a família de Forgey, o trailer afirmava que isso só valeria para as cópias vendidas em parte dos Estados Unidos.

A declaração imediatamente despertou a indignação em algumas pessoas, que passaram a acusar a empresa de estar tentando lucrar com a morte de um ex-funcionário e percebendo que havia um ruído na história, eles trataram de esclarecer a situação.

De acordo com um representante da empresa, nem eles nem a Monolith lucrarão um centavo com a venda do DLC Forthog Orc-Slayer, com parte do valor arrecadado sendo usado para a divulgação e produção do conteúdo e o resto indo para um fundo que tem como objetivo ajudar a esposa e os filhos de Michael Forgey. E isso independentemente do estado ou país em que ele for adquirido.

É claro que tal atitude pode ter sido tomada apenas devido a repercussão do caso, mas ainda prefiro acreditar que eles não souberam se expressar e que no fim das contas o principal objetivo será alcançado, que é dar algum tipo de conforto às pessoas que mais estão precisando.

Pensando assim, acho que a atitude da Warner foi muito bonita, até por descrever o personagem como “um guerreiro imparável que salva os maiores heróis de Mordor nos momentos que eles mais precisam”.  Uma bela homenagem.


Izuniy — Shadow of War – Forthog Orc Slayer Cinematic Trailer

Fonte: Eurogamer.

Relacionados: , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Julio da Gaita ✔

    que treta… mas isso tá parecendo “Criança Esperança” a produtora / publisher deve ser bem pobrinha pra criar a “vaquinha virtual” não é mesmo?

    • Paçaro

      Nesse caso acho que a questão não é o dinheiro. Claro que podiam pegar e enfiar um milhão de dólares no bolso da mulher do cara, mas acho que tem muito valor pra família ver que ele vai ser “eternizado” numa homenagem feita em algo que ele trabalhou e gostava. O dinheiro arrecadado é só consequencia.

      • Ivan

        Homenagem e ser “eternizado” não paga contas.

        • Paçaro

          Já foi o tempo em que a esposa necessariamente não trabalhava e precisava de um macho provedor pra não morrer de fome.

          Além do mais, empresa nenhuma tem obrigação de sustentar família de funcionário falecido. Tem que dar o exigido pela lei e só. Esse negócio aí da DLC é um bonus.

          • Ivan

            Em muitos casos a mulher cuida de casa, mesmo que ela trabalhe não necessariamente apenas ela consegue suprir a casa, mas como falou na materia iriam fazer doação por cada venda do dlc.

      • Julio da Gaita ✔

        É uma “caridade” que sai do bolso de quem “quer” e não do bolso da produtora. Se os caras de lá amam tanto assim o amigo que morreu, porque não enfiar um milhao de doletas no bolso da mulher do cara e colocar o personagem dele no jogo e não como um add’on pago?!

        Não tô querendo problematizar a parada ou ser cuzãozinho eme excesso até porque não sabemos os detalhes, e provavelmente a viúva e os filhos devem ter recebido seguro e uma ajuda do povo, mas essa “caridade” ficou meio estranha né.

  • Yskar

    Depois que anunciaram que esse jogo vai usar o Denuvo vou esperar a versão piratinha sair, se não respeita o consumidor não merece 1 real (e ainda tem a sacanagem das microtransações).

    • Inquisidor

      serio que vai usar denuvo? pqp , perdeu uma venda.

      • Yskar

        Você ainda tinha dúvida? Virou moda, pode esquecer comprar jogos de grandes produtoras no PC, todas agora tem medinho e tacam Denuvo, compensa mais comprar num PS4 do que aceitar essas sacanagens, ou esperar piratão.

    • kenji

      Não sendo igual o drm estúpido que a warner/rocksteady usou no batman arkham city, que exigia o disco de instalação no drive pra rodar o jogo instalado, já é um progresso. Peguei tanta raiva do game que mesmo quando migrou 100% para o steam não tive vontade alguma de jogar.

      Enfim, vou esperar pela versão com preço mais honesto, com dlcs já completos e já passada pelo período de beta-testing e otimização, o que quer dizer que comprarei a versão “goty” um ano depois do lançamento. Pra quê hype?

    • Michel Bazzo

      “vou esperar a versão piratinha sair”
      Por isso que metem Denuvo, por pessoas como você.
      “não respeita o consumidor”
      E você piratear é respeitar o trabalho dos outros?

      • Yskar

        Quando não me permitem comprar jogo singleplayer sem ter de conectividade obrigatória com internet não merecem nenhum respeito.
        O grande problema é que eles não removem o Denuvo depois de crackeado, então quem compra sempre acaba com uma versão piorada do jogo onde tem o inconveniente que não pode ficar sem internet quando quiser jogar, isso não é aceitável, fora que o Denuvo tem sido crackeado bem rapidamente, então ele só incomoda quem paga pelo jogo sem ter nenhuma utilidade real.

        Se você quer apoiar uma prática que te prejudica como consumidor, boa sorte pra você, não vou mais pôr meu dinheiro em uma coisa que me prejudica, eles não merecem.

        Se eu tivesse um PS4 até pensaria em comprar ele e o anterior também, mesmo já tendo no steam, como não tenho e a empresa quer sacanear merece ser sacaneada de volta sem dó, a questão nem é o dinheiro, é trazer inconveniente para o público pagante, e já fiquei sem jogar jogos com Denuvo por ter tido problemas com minha internet.

        • Michel Bazzo

          Prejudica no que? Jogar somente com internet isso é prejudicial?

          • Yskar

            Num jogo SINGLE PLAYER, SIM, e BASTANTE.
            Especialmente quando quem pirateou não tem o incômodo que quem pagou e se passar por problemas de internet vai ficar IMPEDIDO de jogar o que pagou, me aconteceram diversas vezes até já que uso internet A RÁDIO, e as empresas não removerem o DRM, mesmo quando não serve para absolutamente mais nada e tá todo mundo pirateando.

            Agora imaginem pessoas que moram afastadas dos grandes centros e tem internet menos estável que o que eu tenho, é inaceitável um jogo singleplayer EXIGIR conexão com a internet, nunca reclamaria de um jogo como MMO, o Destiny ou Overwatch com Denuvo, pois jogo multiplayer sem internet é inútil, mas jogo SINGLE PLAYER é ABSURDO!

            O Steam fez a pirataria diminuir trazendo comodidade por preços acessíveis, se a comodidade for prejudicada quem tinha deixado de piratear vai VOLTAR a piratear, pode ter certeza (o pirateiro convicto vai piratear de qualquer modo, pois esse nunca considerou pagar para começo de conversa e esse não é a maioria, a maioria quer conveniência e disponibilidade).

            Algo que prejudica tanto o consumidor legítimo por medo dos produtores é inaceitável, SE eles fossem justos e removessem o DRM depois de 2 anos do lançamento OU quando fosse crackeado, seria JUSTÍSSIMO para todos os envolvidos!

          • Marcos

            Lógico, quantas vezes levei o notebook pra praia e queria jogar? Perdi a conta!

  • 🦊 RaposaDoida 🦊

    É uma pena que as pessoas não reclamem também das praticas abusivas dos dlc’s.

    • Alvaro Carneiro

      já aceitaram, se acostumaram.

      na época de ouro, comprava-se um jogo e ele estava completo, fim de papo.

      mas algum desgraçado inventou DLC, e agora é festa né? a indústria lançou os gamers compraram a idéia e pronto – nunca mais será como antes.

      respeito a venda de itens cosméticos, mas vender o jogo incompleto e depois lucrar com pedaços é foda.

      e há quem defenda e justifique isso.

      • Expansão existem desde sempre, o DLCS são apenas um nome mais bonitinho. O problema não são os DLCs, são empresas que não sabem como utilizá-los.

        • rodmalkav

          The Sims tá ai há anos para provar que sempre se lucrou com expansões… Apesar de concordar que DLCs atualmente são bem chatos no quesito “sugar dinheiro”, tenho que admitir que melhorou bastante desde que institucionalizaram isso de vez nos consoles.

          • Mirai Densetsu

            Só que as DLCs do The Sims são o que modelaram o mercado de DLCs.

            Tanto que hoje o The Sims é lançado incompleto e depois a EA vai adicionando recursos via expansões quase tão caras quanto o jogo base.

          • rodmalkav

            Esse é exatamente meu ponto em relação ao comentário original. Esse um mapa da mina ja foi achado há anos e as redes online só ajudaram esse monstro a crescer.

        • 🦊 RaposaDoida 🦊

          O problema também não são as empresas que não sabem como utilizá-los, as empresas sempre focarão no lucro, o problema somos nós que aceitamos que um jogo antes de lançado seja apresentado com um pancada de DLC’s importante para história.
          Hoje vivemos a era do hype, a indústria dos games descobriu como criar hype e faz isso de uma forma que se você tenta avisa uma pessoa que foi “hypada” que a empresa está com uma pratica abusiva em um jogo você é xingado.
          Só vai melhorar quando ninguém compra o jogo.

        • Acredito que não tem como não ter DLCs. Cada dia os jogos custando caro para serem desenvolvidos e virando produto de nicho devido a essa política natural que eles existam.

    • Yskar

      Agora a nova prática abusiva no PC é o Denuvo.
      O negócio é voltar a piratear e não pagar mais por jogos AAA até eles resolverem parar de sacanear, enquanto tiver otário pagando por jogo com DRM abusivo e DLC a rodo vai ter gente vendendo.

      Por mim até prefiro que parem de lançar jogos AAA no PC do que fazer uso desse semi-aways-online.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis