Palm vai voltar ao mercado de celulares em 2018, mas não se empolgue

palm-pre

Houve um tempo em que a Palm reinou sozinha mo mercado de dispositivos móveis inteligentes, quando não existiam smartphones e os PDAs eram os aparelhinhos mais avançados que se podia ter. Quem viveu a época presenciou o nascimento de um mercado grande, que prometia um evolução nunca vista.

Quem não vislumbrou o futuro foi justamente a Palm. Quando seus gadgets se tornaram sinônimos de PDA a companhia sentou em cima da fama, parou de inovar e só incluía novidades depois dos concorrentes como Dell e HP fazê-lo, e muito dificilmente reconhecia seus erros e falhas. Com o tempo a confiança do consumidor foi sendo minada, que acabou migrando para outras marcas e quando a BlackBerry fez e aconteceu com seus primeiros smartphones, a debandada foi geral.

Quando o iPhone e o Android chegaram respectivamente em 2007 e 2008 a Palm já era um zumbi, que reagiu tarde demais com uma parceria com a Microsoft que ninguém lembra e bons aparelhos como o Palm Pre, que teve o mérito de embarcar o webOS e mostrar que o sistema operacional tinha futuro, diferente da companhia que acabou comprada pela HP, que não fez nada que prestasse. Esta repassou a divisão para a LG que a renomeou para Gram, que hoje desenvolve soluções internas, ao mesmo tempo em que fez bom uso do webOS em suas TVs; já as patentes a HP vendeu todas para a Qualcomm.

Não há mais nenhum resquício da antiga Palm a não ser o nome, que a HP vendeu para a chinesa TCL. Esta companhia, responsável pelo desenvolvimento de aparelhos das marcas Alcatel e BlackBerry (este último com excelentes resultados, apesar do preço salgado) havia prometido anteriormente colocar dispositivos com a marca Palm no mercado mirando no consumidor high-end, através de um método de crowdsourcing com pessoas externas dando palpites, o que não costuma ser uma boa estratégia.


Simpsonphile — The Homer – The Car Built for Homer

Como 2015 passou e foi embora é seguro afirmar que os planos não vingaram (ufa!). No entanto o gerente de marketing da TCL Stefan Streit, através de uma entrevista recente afirmou que a companhia ainda pretende trazer a marca Palm de volta, e está desenvolvendo smartphones que deverão ser lançados em algum momento de 2018.

Dado todo o tempo que passou as chances dos novos Palm incorporaram algo da filosofia da antiga companhia são nulas. Diferente do que a TCL fez com a BlackBerry, ao oferecer aparelhos com alma como o KeyONE não há nada relevante no que se basear. Serão dispositivos Android como quaisquer outros, que por acaso ostentarão uma marca que já foi sinônimo de modernidade num passado longínquo que não volta mais.

Fonte: Android Planet (em holandês).

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
    • Joaquim Oliveira Junior

      Bateu até saudade do tempo que trabalhava atrás da fábrica da Granado…

      • Erivelton Muniz

        Mais um aqui. Conhecer a fábrica de Belém foi algo muito legal, para quem trabalhava na sede aqui no Rio.

  • major505

    Saldade do meu Treo 650. Era uma merda comparado com os Smartphones de hoje, mas na época não tinha nada igual.

    ME salvoiu muitas vezes na época em que eu trabalhava como consultor com os apps de navegação.
    Ele não tinha GPS interno, mas encomendei um externo do paraguai, que se bem me lembor era sincronizado por bluetooth.
    E poder ler emails enquanto estava no fretado ou onibus viajando me ajudava bastante. Sem contar o joguinho de poker e xadres que vinha junto.

    No final quando ele ficou muito velho acabei trocando por um HTC que tinha windows mobile (e era uma porcaria), depois por um outro treo, mas o 680 que tinha tb windows mobile, e por fim por um blackberry que era melhor em todos os sentidos. Especialmente o teclado.

    https://uploads.disquscdn.com/images/7887431a95a647926c9062fa620700b128aebef9e45bc53b06d5d7e4de79562b.jpg

    • major505

      Alias eu viva perdendo a canetinha que vinha junto. Então achei uma loja na Santa Efigênia que tinha elas baratinha por 5 reais. Então comprei 50 contos em canetinha, e toda vez que perdia uma, ia na gaveta de casa, e pegava ouutra.

  • Zalla

    O Cardoso tem uma Amarga lembrança de palms….ele descobriu que palm e cerveja não ornam

    • Pelo contrário, o Cardoso tem muito carinho pela Palm de raiz.

  • jairo

    Mais uma que morreu e não passa bem .

  • Germano

    Parece que virou moda por marcas que eram sinonimo de tecnologia no passado em androids genericos de agora para revive-las. O que vem a seguir, reviver os pagers Motorola na forma de celul…. ah… não… pera……..

  • Fernando Flaquer

    Usei muito Palm!! Comecei com o Palm m100, tive um tungsten, um LifeDrive e até o obscuro Tapwave Zodiac, o melhor deles, que na verdade era um videogame portatil!!! Boas lembranças… saudades do IR…

    • Eu tive um m125, que era colorido já. Inclusive cheguei a desenvolver aplicativos pra ele.

    • Haadok

      Tive um Palm Vx e um Zire.
      Os dois funcionam até hoje.
      O Zire uso como despertador, com um excelente programa – BigClock. Não durmo com celular do lado da minha cama. Evito exposição às ondas RF.
      O Palm Vx tinha (ainda tenho) um dos melhores teclados dobrável que já vi. Achei este mesmo teclado com Bluetooth no Aliexpress, acho que comprarei um novo.

  • nayara

    Fiasco, como os ‘novos’ Nokia. Marcas que já forma sinônimo de tecnologia mas que a geração atual associa com o passado.

  • Nícolas Wildner

    Será que esta reestreia vai ser um facepalm?

  • Leandro Medeiros

    O meu Tungsten E2 continua firme e forte até hoje, graças ao NoviiRemote Deluxe ele ganhou uma sobrevida digna como backup de todos os meus controles remotos. A capacidade dele de aprender códigos IR novos usando outros controles é ótima, principalmente quando vc tem um controle defeituoso ou simplesmente não tem mais pilhas em casa

  • Bruno Breno

    esse celular é antigo pra epoca que estamos so si a palm fazer o celular avançado mais q o iphone e o android pra voltar a reinar no mercado

  • O maU elementaU

    Uma Palavra:
    PALM DESKTOP
    Se der suporte, eu troco de telefone.

  • Julio Verner

    Quando leio Marca/Griff + China já penso na Gurgel… hhauhauhauhua Chineses compraram meio Mundo pra manter o nome da Marca por trás de um “comunista”(maoista).

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis