O dia em que tudo deu certo pra SpaceX e mesmo assim Elon Musk perdeu dinheiro

formosat-5-nspo

Hoje a SpaceX completou mais um lançamento bem-sucedido. Um Falcon 9 decolou da base aérea de Vandenberg, na Califórnia, o primeiro estágio se separou conforme planejado e pousou na balsa Of Course I Still Love You. O segundo estágio seguiu até uma altitude de 780 km e colocou em órbita o FORMOSAT-5, de Taiwan. Tudo perfeito, pode mandar o boleto, vai querer CPF na nota?

O que não foi tão legal é que  o lançamento custou caro pra SpaceX, por culpa do próprio sucesso.

O FORMOSAT-5 deveria ter decolado em 2011, conforme contrato assinado em 2010 pelo qual a Organização Espacial de Taiwan pagou US$ 23 milhões. O satélite deveria ter sido colocado em órbita com um Falcon 1e, mas a SpaceX se animou e com o otimismo típico de Elon Musk, cancelou o foguete, cancelou o Falcon 5 e partiu direto pro Falcon 9.

O tempo foi passando, o Falcon 9 foi atrasando e quando ficou pronto a SpaceX tinha um monte de satélites maiores e mais caros para lançar. O FORMOSAT-5 foi ficando pra trás.

Normalmente você empilha satélites para dividir os custos do lançamento, mas nenhum se encaixou nas necessidades orbitais do Formosat. Uma solução era usar um SHERPA, da Spaceflight, uma empresa que subloca lançamentos e sobe uma favelinha com um monte de cubesats, que são soltos ao longo do caminho.

Problema: a SpaceX ficou alguns meses sem lançar, por causa do acidente durante o teste de motores, a Spaceflight cansou de esperar e lançou o Sherpa com os indianos. O FORMOSAT-5 ficou de novo sem com quem dividir o lançamento, e com o atraso começaram a bater as multas. Dos US$ 23 milhões a SpaceX só iria receber US$ 21 milhões e quanto mais atraso maior o desconto.

Um lançamento do Falcon 9 completo é vendido por US$ 62 milhões, e por mais gordura que haja para queimar aí, US$ 21 milhões não cobrem todos os custos.

O que dói mais entretanto é o desperdício. Veja o tamanho do satélite, dentro da menor carenagem da SpaceX:

f5-6-2

São 475 kg. Mais leve que um carro. O Falcon 9 é um dos maiores e mais poderosos foguetes da atualidade, tem capacidade de colocar em órbita 20,8 TONELADAS. Será usada 1/44 dessa capacidade. Para dar uma idéia, até aquela porcaria do foguete brasileiro que só sai do papel pra explodir tinha/teria/nunca terá capacidade orbital de 380 kg.

20170418foguetebras

Às vezes não tem jeito, a gente tem que engolir o prejuízo pra liberar o estoque e acertar serviços antigos, mas se quem está de fora achou chato, imagine Elon Musk, que teve que arcar com o prejuízo.

Relacionados: , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Elon Musk deve estar agradecendo por ter mais fontes de renda além da SpaceX.

  • Hemeterio

    Parece aqueles frilas que o cara pega antes de ficar famoso. Sujeito ta fazendo sei la, o design de producao de star wars, mas aí o ex roomate dele vem cobrar aquela capa do fanzine que ele havia prometido em 2011… e o cara vai la fazer.

  • Luiz Claudio Eudes Corrêa

    Estou surpreso do Elon Musk não meter um Tesla 3 dentro desse foguete pra aproveitar e fazer um lançamento espacial 😝

    • Alex Henrique

      Nossa! Pensei a mesma coisa!

    • Cesar Osvaldo Müller

      Teste do falcon heavy ainda vai acontecer, relaxa

    • FrankTesl

      Já que cabe 20 toneladas, poderia colocar um monte de kits de motores/controladores/baterias para carros elétricos da Teslas e soltar lá do alto para cair no Brasil, para o povo brazuca ter peças originais tesla para poder converter carros usados para elétricos, já que o governo/cartel de montadoras jamais permitirá que a Tesla se instale aqui.

      OU então, uma nukezinha padrão de teste para convenientemente cair em brasília, acompanhada de um “valews, malz aew”

  • André K

    Como diria o agora saudoso Paulo Silvino: “Güenta! Ele güenta!”
    O Proton-Soyuz é aquele pixuleco da esquerda!? Caraca, nunca tinha comparado o Saturno 5 com ele, que absurdamente desproporcional!
    Tá faltando a piroca voadora do Jeff Bezos na imagem.

    • A piroca voador não entra em órbita

      • DumbSloth87

        Ele pode estar falando do New Glenn, que não deixa de ser tão “piroquento” quanto o New Shepard.

        Aliás, pq diabos os foguetes da Blue Origin tem New no nome se nunca fizeram um “Old”?

        • Vai ver é tipo Nova Zelândia.
          Tu já ouvir falar da Velha Zelândia por acaso? /s

          • DumbSloth87

            Sem querer acabar com a sua piada mas já acabando, Zelândia é uma região da Holanda.

          • Rafael Rodrigues

            Existe a Zelândia, que fica na holanda e foi a origem do nome da nova.

          • Julio da Gaita ✔

            que violência com o abiguinho cara…pra que isso?! rs

        • Wallacy

          Pois são os “novos ” Alan Shepard e John Glenn….

          • DumbSloth87

            Mas é claro! Tão óbvio que passou voando pela minha cabeça. E quando eles inventarem de mandar alguém pra lua, vai ser New Aldrin ou New Armstrong? New Armstrong fica MUITO parecido com Neil Armstrong, ia ficar estranho.

          • New Neil.

          • Fabio_Galdino

            Tipo “Novo New Civic”…..

          • Wallacy

            Exatamente. Eles já anunciaram o próximo lançador capaz de levar humanos a outros planetas (isso inclui luas é claro) vai sim se chamar New Armstrong. Previsível, mas não menos legal.

        • FrankTesl

          Acho que sejam referências a Alan Shepard e John Glen, astronautas dos anos 50/60

      • Não, porque entra na Zona Fantasma

    • Gustavo B.

      Não que eu não esteja feliz com o sucesso da SpaceX e com a evolução desse segmento que parecia estagnado, mas esse “pixuleco da esquerda” é o lançador mais confiável da história da exploração espacial.

      • André K

        Eu sei!

      • Rafael Rodrigues

        Boa e velha tecnologia russa pé-de-boi. Nunca deixa na mão. Praticamente um fusca orbital.

    • DumbSloth87

      O Soyuz chama só Soyuz mesmo, Proton é outro foguete, mais parrudo, que subiu as partes russas da ISS.

    • ELY

      Não é um Proton. É um R7 ou Soyuz mesmo.

  • Diego de Paula

    Dava pra o molusco e outros.

  • Foi pelo peso do satélite que ele pousou quase ao mesmo tempo que o satélite foi liberado?

    • Wallacy

      Nesse caso não, a órbita que era baixa mesmo.

    • Foi, o segundo estágio subiu bem rápido, ganhando altitude E velocidade, 500Kg pra quem normalmente tem que empurrar 20 toneladas era bom demais.

      • Macedo

        não entendo como é possível não terem enchido a carga com cargas diversas, nem que minisatélites de faculdades para levar de graça pela propaganda de bom samaritano e tal…

        • Matheus Vieira

          Não é simples conectar a carga ao estágio, esses adaptadores são complexos e a coisa toda leva tempo pra dimensionar. Enfiar uma outra carga ali no meio custaria mais tempo e dinheiro.

  • cesar m

    Putz.. tivesse avisado tinha minha sogra aqui ó.. quantas tonelada? Só 20 toneladas! é acho que não decolaria, deixa quieto!

  • Edmilson Figueiredo

    daria pra ter colocado o foguete do Jeff Bezos nele e levado pro espaço?

  • Por um lado, é prejuízo.
    Por outro, foi por causa desses caras que acreditaram na SpaceX na época do Falcon 1 que ela chegou onde chegou, então é justo.

    • Alvaro Carneiro

      Verdade, e nem prejuízo é… no balanço geral é lucro, pior seria não honrar o contrato.

      • Chicken Little

        ‘lucro’ não é a palavra, mas concordo… vai ver o valor que que ta escrito em caso de quebra de contrato

  • Carlos Cardoso, o pouso ocorreu na balsa Just Read the Instructions 👍 https://uploads.disquscdn.com/images/03f38ff728b10000a68105a097e2be516086e205c7e2b301fc41406953c97d59.png

  • helmygalindo

    Tá na hora de criar um “Falcon 9 mini” ou um “Falcon 4,5” pra esses tipos de lançamentos. Micro satélites são o futuro da tecnologia. Chega de trabalhos pesados dando voltas eternamente ao redor da terra.

  • Allan.’.

    Na pior das hipóteses já que tinha perdido a grana mesmo deve ter testado umas manobras diferentes, cavalo de pau, etc. ou coletado mais dados

  • pedro

    nada mais justo, foi pago então faz o serviço, se perder paciência a vida e assim uma hora ganha outra perde

  • Jefferson Daniel

    Tava tão leve que subiu de quarta.

    • Fabio_Galdino

      boua… kkkkkk

  • Vayne Solidor

    no balanço geral, Elon Musk tá no lucro… e ainda pode se gabar de ser o herói da tecnologia humana, então foda-se, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

  • Cumprir contratos é importante também. Mesmo sem lucrar, ele reafirma a seriedade da empresa no segmento em que ela atua. Essa inclusive é a tática da ULA para concorrer com a SpaceX.

  • Fernando Barros

    Engraçado é que esse satélite sendo lançamento para pesquisa no brasil de clima, etc o custo amplia deve ser porque tem muita verba pra pesquisa no brasil.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis