Sem nenhum aviso, governo da Índia manda bloquear o Internet Archive no país

O governo da Índia não é tão estranho a tomar decisões controversas quanto a respeito de privacidade e acesso a conteúdo: em 2015 tentaram banir o pr0n, sem sucesso; mais recentemente encrencaram com o Google Street View, impedido de mapear as ruas e do país. Github, Vimeo, Wikipedia, todos já sofreram uma vez ou outra e mesmo algumas regiões do país já tiveram a internet móvel sumariamente desligada.

A bola da vez é o The Internet Archive, também conhecido como Wayback Machine; ele é o maior repositório de páginas da web que existe, armazenando desde as atuais a um sem número de domínios que não existem mais e só podem ser apreciados por lá. A proposta da ONG criada em 1996 é ser a memória viva da internet, arquivando e catalogando cópias de todos os sites possíveis e imagináveis para fins de manter a memória da World Wide Web viva e acessível a todos, sem cobrança de taxas ou limitações.

Só que de repente o Departamento de Telecomunicações da Índia mandou bloquear o site, sem dar maiores explicações. Embora ele ainda esteja acessível através do endereço HTTPS (algumas operadoras fizeram caquinha ou deram um balão na solicitação do governo), aqueles que tentam abrilo pelo endereço http://archive.org/ dão com a porta na cara. De qualquer forma, os informes são de que operadoras como Airtel, MLTN, BSLN e várias outras já aplicaram a ordem e barraram o site.

O que acontece aqui aparentemente é uma represália. O Internet Archive mantém no ar, entre outras coisas documentos referentes ao programa de registro único dos mais de 1,3 bilhão de indianos através do sistema digital chamado Aadhaar, promovido pela Autoridade de Identificação Única da Índia (UIDAI). A ideia é unir dados biométricos, de identificação e números de celular em um único cadastro por cidadão mas há inúmeras denúncias de que o sistema não é seguro, bem como seria um alvo fácil para hackers. Ou nem isso, já que os sites do governo andaram divulgando dados abertamente.

Os documentos em questão, que não estavam mais disponíveis normalmente relacionam as operadoras indianas responsáveis por disponibilizar e verificar os dados da Aadhaar. Como o Internet Archive arquiva tudo e não remove nada, a ação teria como medida impedir que os cidadãos tenham acesso a documentos que demonstrem o processo para a implantação do sistema e mais importante, o quão precário ele realmente é em termos de segurança de dados.

Tanto o Internet Archive quanto diversos sites tentaram entrar em contato com o governo indiano pedindo explicações sobre o ocorrido, mas até o momento (como é de praxe na verdade, em se tratando da Índia nesses casos) não obtiveram resposta.

Fonte: The Next Web.

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis