E o Trump conseguiu, Foxconn vai construir fábrica de US$ 10 bilhões nos EUA

Algo que está deixando os liberais E os republicanos desesperados nos EUA é que Donald Trump está cumprindo as promessas de campanha, ou pelo menos tentando. Que não façam sentido e sejam danosas é apenas um detalhe. 

Seu estilo de governar pelo Twitter deve estar tirando o sono dos inimigos dos EUA, tanto quanto dos amigos. Hoje mesmo ele anunciou uma decisão drástica envolvendo militares. Ninguém fazia idéia do que era, até mesmo o Pentágono ficou 9 minutos imaginando se ele teria declarado guerra à Melhor Coréia ou ao Irã. Não, foi apenas a asinina decisão de expulsar transgêneros das forças armadas, com a surreal desculpa que isso economizaria dinheiro. Na prática o sistema de saúde militar gasta entre tratamento médico-psiquiátrico e cirurgias de pessoas trans hilários US$ 8,5 milhões por ano.

Para dar uma idéia, UMA hora de vôo de um bombardeiro B2 custa US$ 130 mil. UM míssil Tomahawk custa US$ 1,59 milhão. O ataque simbólico que Trump lançou contra a Síria usando 59 mísseis em abril custou US$ 93,81 milhões. Mas não, economizar US$ 8,5 milhões em gastos de SAÚDE é essencial.

Essa decisão idiota mal teve tempo de secar na simbólica tinta das manchetes dos portais, e Trump soltou outra: o CEO da Foxconn, Terry Gou, anunciou direto da Casa Branca: depois de anos de promessas não-cumpridas e histórias pra boi dormir, a empresa se comprometeu a construir uma fábrica em Wisconsin, no valor de US$ 10 bilhões.

Havia vários Estados na disputa, no final Wisconsin ofereceu um irrecusável pacote de US$ 3 bilhões em subsídios. Pois é. O cabo-de-guerra que nós achávamos que não acabaria tão cedo acabou e Trump ganhou.

donald-trump-stumps-apple-on-san-bernardino-incident

A Apple não se manifestou ainda, mas duvido que o maior fornecedor da empresa vá se mudar de mala e cuia pros EUA para produzir celular xing ling.

Trump fala de 13 mil empregos. A Foxconn trabalha com números mais realistas de 3.000, mas o problema é que esses empregos não custarão o mesmo que o Pequeno Ping. Salários americanos são muito mais altos, e alguém vai pagar esse pato. O sonho de Trump da Apple fazer seus iPhones nos EUA pode virar um pesadelo, quando a conta chegar na mão do Joe Sixpack que só quer um iPhone barato.

Na prática esses 3 mil empregos não são nada, você está aumentando o custo de uma manufatura que não é estratégica, construir iPhone qualquer um constrói, importante é projetar um.

O pior mesmo é que como Democratas, nas palavras de Will McAvoy, são perdedores profissionais, não saberão lidar com mais essa vitória de curto prazo de Trump, que continuará governando sem ter muita idéia do que está fazendo, mas fazendo. O que pro povão do meio-oeste negligenciado por tanto tempo, já é uma vantagem.

Fonte: CNN, mas quem bota autoplay em homepage não ganha link.

 

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples