Moto Z2 Play chega ao Brasil por R$ 1.999,00

moto-z2-play-001

Em evento realizado nesta quinta-feira (01) em São Paulo, a Lenovo introduziu seu novo smartphone: o Moto Z2 Play chega com uma proposta mais refinada que seu antecessor de modo a conquistar o mercado de dispositivos mid-high.

O Z2 Play já havia vazado em tudo que era lugar, por isso não surpreende que ele seja o primeiro da segunda leva de dispositivos da Lenovo a ser revelado. Ele é um bom aparelho, mais acessível que o Moto Z (a segunda geração deve chegar com um preço bem mais elevado que o do modelo de 2016) e que pode ser interessante para um público que não deseja gastar os tubos em um smartphone honesto.

moto-z2-play-002

moto-z2-play-003

Ele conta com um hardware bem decente: SoC Snapdragon 626 da Qualcomm, octa-core com clock de 2,2 GHz e GPU Adreno 506, 4 GB de RAM, 64 GB de espaço interno expansível até 2 TB via micro-SD, display Super AMOLED de 5,5 polegadas com resolução Full HD (401 ppi), câmera principal de 12 megapixels com abertura ƒ/1,7 com Flash LED dual-tone e que filma em 4K em 30 fps, câmera selfie de 5 MP com ƒ/2,0 e pixels de 1,4 nanômetros que filma em Full HD, 4G/LTE com dual-SIM real (nada de bandeja híbrida), Bluetooth 4.2, A-GPS, GLONASS, NFC, bateria de 3.000 mAh e Android 7.1.1 Nougat.

Tudo acondicionado em um aparelho bem mais fino e leve que o modelo anterior, o que confere uma excelente portabilidade sem parecer frágil.

moto-snaps

Sobre os Moto Snaps, a compatibilidade com os modelos anteriores é total; o Soundboost da JBL, o projetor Instashare e a câmera Hasselblad True Zoom funcionam normalmente. Já o Moto GamePad, já revelado na MWC 2017 que transforma o Z2 Play em um console portátil com botões, D-Pad e controles analógicos deve chegar em algum momento ao Brasil.

moto-snap-gamepad

A Lenovo demonstrou um protótipo funcional do GamePad no evento, que não pôde ser filmado ou fotografado mas que funciona perfeitamente em harmonia com o Moto Z2 Play, removendo os comandos da tela. O conjunto todo fica um pouco maior do que o PS Vita mas mais leve, e ele conta com sua própria bateria.

Já o Power Pack foi redesenhado, ficando mais fino e​ leve para acompanhar a redução das dimensões do smartphone.


Say Hello to Play – Announcing the new Moto Z2 Play with Moto Mods

Preços e disponibilidade: o Moto Z2 Play chega hoje às lojas pelo preço sugerido de R$ 1.999,00 sem Snaps; os packs com o JBL SounBdoost ou com o Power Pack custarão R$ 2.199,00 e os com o projetor Instashare ou a câmera Hasselblad, R$ 2.699,00. O GamePad ainda não tem previsão de chegada ou preço sugerido.

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Anayran Pinheiro

    Se a Lenovo quisesse realmente conquistar o mercado de mid-high no Brasil teria vindo pelo menos com o Zuk Z2. Aí seria um tiro certeiro e mortal no mercado, hahaha!

    Aliás, não entendo porque as empresas não investem nos SoCs das gerações passadas dos flagships nos intermediários atuais =|

    • Parece que a Lenovo abandonou a linha ZUK pra focar na linha Moto.

      Não tenho o link da notícia, mas acho que deve ser algo fácil de confirmar.

      Uma pena =/

      • DiMais

        acho que vai ser restrito à China, mundo afora será apenas Motorola para acabar com a sobreposição de produtos entre marcas (no caso aqui os Lenovo).

  • Paulo #

    Será que a versão brasileira tem 4 GB ou 3 GB de RAM? (no GSM Arena cita 2 versões).
    Tenho o Z Play mas depois de Galaxy e LG, o Z ficou muito “bordudo” 😀

    • DiMais

      o Z Play é intermediário ‘chique’ (até o CEO já disse que a linha Z tem seu próprio nicho pelas características modulares) e custa metade dos G6 e Galaxy S8, essa categoria ainda não tem nenhum celular com bordas ‘infinitas’ como os topo de linha da dupla coreana.

      • Paulo #

        Verdade, esqueci desse detalhe (metade do preço tabelado).
        Pelo menos o Z2 parece ter a opção de gestos ocultando os botões virtuais (queria no Play 1 mas nenhum app emulando a função me agradou).

  • jairo

    Pelo preço do gadget da Lenovorola é mais negócio pegar um S7, mais por menos

    • Mais negócio pegar um iPhone 5S de 2013

      • eu to usando um agora, é só trocar a bateria (que é de 2014) e ser feliz

        • O camarada compra o iPhone 5S, no lançamento, em 2013 pela mesma fortuna de um Samsung e afins, parcela, se endivida, faz aquele monte de coisa absurda dos comentários clichês.

          Mas, chega 2017 e tá lá o camarada com a vida organizada, apps, configurações, contatos, logs de mensagens, tudo no seu lugar, no mesmo aparelho, tudo ainda operacional, e o ROI feliz da vida.

          • Cara, já até comentei isso outra vez:

            Aqui na empresa geral tem 5S (é o padrão) e o que tem de gente reclamando de telefone lento não é brincadeira. Pior é que você recebe o update, recusa e depois a apple fica tentando “empurrar” o update forçadamente através de pop-up e “sem querer” você aceita.

            Dá uma dor de cabeça danada aqui esse 5S viu…

          • Isso é racional que aconteça, é um hardware de 2013. O esquema do update, se tu recusa, fica lá estacionado. Vai pedir se sair um outro novo update.

            Não sei se updates é o pior. O problema mesmo são os apps. O Insta, o Whats, o FB atolar de recursos, vai fazendo com que fique inviável usar em aparelhos mais antigos.

            Tenho um 5S em casa que migrou pro meu guri. Está bem aceitável, falo por experiência própria. Pra mim, o problema que força o celular a virar peso de papel é a partir do momento que não recebe mais updates.

          • São duas pontas, ficar lento pelos updates ou defasado e sem suporte pela falta deles

          • Zalla

            peraí, mas dois comentários atras o 5S não era maravilhoso? que te atendia em tudo???
            lerdeza pra mim já é suficiente pra encostar o celular

          • Não tem nada a ver, calma, respira e não fantasia. Não ver colocar coisa na minha boca, sai fora! 😀

          • Maom

            E quem falou q com android não é igual?
            Acabo de trocar meu z3 e ele ainda esta voando. O celular é do final de 2014 eu comprei em maio de 2015 por 1500 (maravilhas do android) e troquei agora por um galaxy s8 que comprei numa promoção por 2 mil. Sabe qual a diferença eu notei entre eles no uso geral? Nenhuma. S8 claro mais lindão, mais modernão, tela enorme, fotos melhores, mais rapido. Mas meu z3 ainda faz fotos espetaculares, dura quase o dia todo de bateria, posso ainda considerar q seja um celular rápido apesar de ser mais lento q o s8, mas não me deixa passar nervoso. Android 6.xx sei lá oq, mas no android hj em dia as mudanças vitais e essenciais ficam por conta da Google play service e isso está atualizado sempre. Segurança e compatibilidade com aplicativos tudo depende desse google play services que a google fez justamente para ninguem ficar dependente das fabricantes pra atualizar o sistema.
            Hj é tudo igual… android ou ios. Farinha do mesmo saco. Vc gasta mais pra ter um iphone pq vc gosta. Não oferece nada a mais que um android top. E como meu s8 era novinho teve um dia que eu tinha que resolver um problemas no centro e achei mais seguro ir com meu z3 de metro no centro de de SP, voltei a usar ele e cara. É a mesma coisa! Achei até mais agradável usar ele pq minha mão pega ele com mais intimidade e sem respeito nenhum sem medo de ser feliz se deixar cair no chão. kkkk

          • Ninguem falou que não é igual

          • Maom

            Falou pq o android top vc não precisa pagar 3k pra comprar. Só iphone. Vc com algum pesquisa encontra fácil um android top e relativamente novo por mil e quebrados.

          • Isso é tu que está dizendo… Existe celular com Android com as tecnologias mais avançadas do mercado, taco a taco com a velocidade do iphone e afins, com tudo que tem direito, por 1500 reais. Com garantia mundial, suporte, tudo que um telefone topo de linha tem direito.

            Que maravilha esse mundo Android ! Infelizmente não conheço esse telefone mágico.

          • Maom

            One plus 3t custa 1500 reais. Não tem garantia mundial. Mas vc pagaria 2500 reais por essa garantia?
            Paguei 1999 no galaxy s8 na pre estreia pela claro. Não sou fã de samsung mas o preço estava excelente, não tive como deixar passar.
            Xiaomi mi 6 2 mil reais. Excelente aparelho muito bonito, bem acabado etc. “Ahh a Xiaomi caga pro Brasil e não tem representação aqui” Não da pra culpar eles.
            E sim o mundo android hj é uma maravilha. Até 2012 era um tapa buraco cheio de bugs. Hj é a prova viva de que a concorrência é excelente pro consumidor.

      • Zalla

        cara..não venha querer comparar um 5S com um S7….bateu no limite do isheepismo…
        ambos são bons celulares, mas orbitam em categorias diferentes…5S…tá alguns níveis abaixo

        • Isheep, qto clichê. Fanatismo é o povo maluco com o meu comentário. Não to desmerecendo nenhum outro. Não to dizendo que Android é lixo, esses termos e radicalismo acontece justamente ao contrário.

          Só acho que 5S ainda vale a pena.
          Só isso. Qual a heresia? Não diminui o Deus Android melhor do mundo de vocês. Calma.

          Eu não uso o 5S a anos, já passei pro 6 e para o 7. Celular é o device que mais preciso. Mas pra quem não tem condições de pagar 3000, eu recomendo um 5S, qual o escândalo nisso? Pq ovelha da Apple?

          Vocês radicais são muito melindrados

      • Rodrigo

        EDIT:

        Meu Deus, achei que eu tava lendo um post recente!!!

        Apagarys!

  • Maxnoob

    Pra que fazer um celular bacana e com bom custo benefício se tem trouxa que sustenta essas bizarrices?

  • Por R$ 1500 na Black Fraude vale a pena.

  • Ariel

    Não tenho coragem de gastar mais de mil reais em um celular. De certo tem seu público mas sempre fico receosa, um investimento caro que não parece que vai resistir a quedas.

    • É coerente a tua opinião. Eu já pensei assim, mas já faz bastante tempo, nos anos 2000, qdo smartphone era sinônimo de Blackberry e ainda tinha resquício até de palmtops… Eu não tinha dúvida que não valia gastar mais do que 500 reais num celular. Era uma bobagem gastar uma fortuna nos smartphones da época.

      Lá por 2008/2009 virei a chave…

      Toda nossa vida está lá. O meu smartphone é o device mais importante que tenho, muito acima do Notebook e do desktop. Já faz muito tempo que essa virada aconteceu. No telefone que está o meu acesso ao banco, é a fonte de acesso a compras eletrônicas, a forma de pagar fisicamente. Hoje tu esquece a carteira com dinheiro, cartão de crédito e documentos e esta de boa, mas não pode esquecer do celular ! Tua agenda de compromisso sempre contigo, tuas anotações, áudios, tuas fotos de viagem até o nascimento da cria… Tudo é criado, editado, armazenado, visualizado pelo celular. Em resumo, toda tua vida pessoal e profissional está nele….

      Vale pagar 3000 em um celular. Vale muito a pena tu ter o equipamento com a tecnologia mais de ponta que tiver. Tua vida toda tá nele, não vai economizar nisso… economiza na TV da sala, economiza na geladeira, no calçado, economiza na pista premium de um show, mas não no celular. O valor se paga rapidinho. Vai te trazer mais produtividade, mais dinheiro.

      • Flávio Pedroza

        Discordo. Hoje é tudo na nuvem. Uso o celular pra tudo como vc falou, mas se quebrar/perder nem ligo. Compro outro, logo na minha conta e tenho de volta tudo.

        • Maom

          É verdade. Vc troca de celular hj em dia em minutos migra tudo que tinha pro novo e nem percebe diferença no uso. As diferenças ficam por conta da estética do aparelho e pela qualidade das fotos. De resto, é impressionante como não sentimos diferença. E tudo nosso está lá a um login de distância.

        • No de 3000 também é tudo nuvem… não sei se me fiz claro, mas os argumentos não são de disponibilidade. Isso tu pode garantir em celular de 500 ou de 5000 reais, a disponibilidade está na nuvem.

          O argumento é recursos, vou listar, essa discussão é boa:
          1) funcionalidades
          2) produtividade
          3) capacidade de processamento
          4) confiabilidade
          5) obsolescência
          6) manutenção (suporte, atualizações, garantia, disponibilidade)
          7) facilidade de uso ….

          Buenas… são coisas bem óbvias e previsíveis de se dizer… que de fato um celular de 3000-5000 reais são superiores. Concordo que a diferença não é 10x maior, melhor. É sutil a superioridade de um celular de 3000 frente um de 800. Certamente é sutil, mas essa sutiliza faz toda a diferença.

          • Meninão Bobo

            Usem a nuvem num smartphone de 600 reais e falem “A Android é porcaria trava de mais” depois usem o Iphone de 3 mil e falem nossa Ios é muito melhor…

            A questão é que smartphone barato pode ter as funções similares, mas serão mais lentos e com uma experiência de uso desagradável.

      • Maom

        Vc está certo até a hora que omite que pode fazer tudo isso com um celular de mil reais. O lenovo Zuk z2 custa míseros 600 reais!!! Na Bangood.
        Ok coloca 200 reais de taxa vamos deixar por 800 reias. Estamos falando de um celular com snapdragon 820, 4 gb de ram e 64 gb de armazenamento. Com ele vc não pode fazer tudo aqui que vc descreveu no celular de 3 mil?
        Obvio que as fotos dele não vão ser as melhores do mercado, assim como um passat não vai andar igual uma c63 amg. Mas as fotos dele tb não são de uma tekpix. Não são soberbas mas passam muito longe de ser uma merda.
        Vc precisa se atualizar. Vc não precisa de um celular de 3~4 mil reais pra fazer nada disso.
        Nada impede as pessoas de gastar o máximo e ter um detalhe ou outro melhorado em questão à outro produto mais barato. Mas como a menina falou, pelo visto pra ela esses detalhes são inúteis.
        Os tops estão caros demais pq suas marcas estão mais caras do que nunca e existem Lenovos, Xiaomis e Oneplus pra mostrar isso pra gente.

        • Discordo totalmente. Impossível fazer com o celular de menos de 1.000 reais o que faz com um de 3.000 reais ou mais.

          O celular hoje é o device mais importante pra tua vida.

          O de 1.000 não é horrível, ele funciona, ele faz um monte de coisa. Mas discordo quando alguém diz que é frescura gastar mais que isso, que não tem a mínima necessidade.

          Todos tem biometria, todos tem fotos, todos tem 256 GB mesmo que com SD, todos tem tela grande, todos tem 4 GB de RAM… mas a qualidade, confiabilidade, usabilidade… obsolescência então…

          • Maom

            Qualidade pq? Pq não tem a grife? Esse da lenovo é ruim por acaso? Ou um xiaomi mi5 que custa menos de 300 dólares? É ruim? Confiabilidade? Pq vc não confia? Pq a marca não gastou bilhoes em publicidade para vc ter esse sentimento? Sendo assim só presta apple e samsung que torram rios em publicidade no mundo todo.
            Onsolencia tb é relativa… Geralmente pelo menos 1 ano na pior das marcas o celular recebe atualização. Mas como j[a falei a google j[a contornou isso com o google play services. Vc não recebe a ultima firula do sistema, mas ta tudo apto pros aplicativos mais modernos e com toda a segurança necessária. Além do que, com menos de mil reais vc não precisa ficar se preocupando com o celular pra durar 4 anos com a bateria toda comprometida e ele todo riscado.
            Só existe uma vantagem em gastar 4 k num iphone, é que tem sempre um trouxa que paga 3 k num iphone usado com um ano de uso depois. Já android, vc compra 6 meses depois um zero na caixa por 2 mil quando no lançamento era 4 ou seja o usado despenca pra mil e pouco.

          • Exato! Eu tenho um Xiaomi Mi Max que paguei R$ 970 (com imposto e frete já) e ele faz quase tudo que um Galaxy S7 (exceto pela ausência de NFC), mas de resto, tem tudo e ainda tem o fato das pessoas trocarem de celular em 2 anos em média (tem gente que troca todo ano).

          • Zalla

            fala logo que estas a defender o iphone…
            “qualidade, confiabilidade, usabilidade, bla bla bla..isheep

      • Higo

        Concordo com vc, até me lembrar de que moro no RJ. Um lugar onde o cidadão toma tapa na cara do bandido se for assaltado com pouco dinheiro, pra “aprender a andar com dinheiro para quando os mano chegar”. Sim, isso aconteceu com um amigo de um conhecido meu.

    • Eduardo

      Mas é exatamente por isso que prefiro um Z2 Force (a ser lançado) do que um S8.
      Tem que durar pelo menos uns 5 anos.
      Como troco praticamente só quando quebra, dá pra ir até uns 2300 (alguns meses depois do lançamento e com cupom).

      • Ariel

        Também troco só quando quebra, mas sou desastrada. Meu Moto G seg. geração foi embora com a calça no tanque de lavar roupa com sabão em pó. Meu Zenfone 5 a tela se foi quando escorregou do bolso da calça. O que mais resistiu foi justamente o mais barato, um Lumia 435 que ficou 4 anos comigo como celular reserva até cair num chão de pedra e trincar a tela. Meu moto G play ta resistindo até a minha gatinha brincar com ele quando esqueço em cima da mesa, mas a tela já tem seus arranhões na lateral.

    • DiMais

      o meu caiu com a tela virada para baixo duas vezes e nada aconteceu, o Z Play.. nada de Force!

    • Mirai Densetsu

      Entendo a sua opinião. Mas o problema é que não existe celular bom, com suporte no Brasil, por menos de mil reais.

  • Fred

    Achei fantástico o mod de controle de jogos. O celular fica quase um switch!
    Esperando lançar o Z2 pra ver se fica no alcance do bolso, ou ao menos derruba esse um pouco hehe

  • Vim de dois Motorolas, X1 e X2 e gostaria muito de ter um Z, mas não deu… Depois de 3 anos com o X2 arrisquei um Xiaomi Mi 6, que no total de taxas não deu 2k e é um celular que bate de frente com o iPhone 7 e Samsung S8 (só não é mais bonito)… Se essa experiência der certo, o celular aguentar o tranco do dia-a-dia, nunca mais compro celular no Brasil.

    PS: minha noiva também quis arriscar e pegou um Xiaomi Redmi Note 4X, ela está amando

    • Eu também tenho um Xiaomi e te digo que nunca mais compro celular no Brasil. E graças a DHL meu celular chegou em exatos 7 dias com o desembaraço aduaneiro já realizado e imposto pago.

      • Cuidado com entregas pela DHL, prefira o envio normal por mais que demore. Pelo que estou sabendo, quem recebe pela DHL está passando por um “pente fino” na alfândega… O meu (por vias normais) foi taxado em R$200, já duas pessoas que fiquei sabendo que veio por DHL tiveram taxas altíssimas. Um tomo R$700 de taxa e outro tomou R$900 de taxa + R$900 de multa por declaração fraudulenta do produto

        • Cara, 100% das encomendas com eletrônicos são taxadas pela Receita Federal (eles tem scanner colorido em todos os desembarques de encomendas – Curitiba, SP e RJ). Eu compro na China direto e muitas vem via Correios e dos últimos 15 eletrônicos que recebi pelo Correios, 100% foram taxados nesses últimos 3 meses.

          Prefiro DHL,UPS ou FedEx porque eles já fazem o desembaraço aduaneiro e geralmente a taxa da Receita Federal é até menor, não me pergunte porque. Pra se ter uma ideia, eu trouxe 2 celulares e 1 drone pela DHL e a Receita taxou em R$ 200 (em cima de uma nota de US$ 652). Pelos Correios eu trouxe 1 celular e paguei os mesmos R$ 200 em cima de uma nota de US$ 235.

  • doorspaulo

    Já acha por R$ 1600 em fóruns de promoções.

  • Germano

    Ja falei e repito, quero ver os smartphones virarem commodities (minha praga para esses fabricantes sanguinarios e gananciosos)

  • T Soares

    Que sacanagem terem capado a bateria! A melhor coisa do Moto Z Play 1 é justamento ter um celular praticamente topo de linha mas com uma bateria que dura o dia todo e ainda sobra.

    Se perdesse meu Moto Z Play hoje, simplesmente compraria outro da primeira geração, não gastaria meu dinheiro com esse novo.

    • DiMais

      o Z não existe mais, fizeram algumas escolhas para mesclar o Z e o Z Play, para o Z Play foi uma perda na bateria, mas para o Z já foi um ganho!

  • Quando a Lenovo vai se tocar que essa história de snaps só vai pegar quando ela facilitar a produção por terceiros??

  • José Carvalho

    Preços absurdos… A Lenovo não aprendeu muito sobre o sucesso do Moto G… Aliás, não aprendeu NADA… Lamento

  • Vagner Da Silva

    Nós estamos no ano do display infinito, sem isso tá com cara de telefone velho… E esses moto-snaps precisam logo ter um módulo câmera mirrorless com um sensor de tamanho razoável e compatível com um padrão de lentes minimamente estabelecido, pode ser o micro 4/3.

    • DiMais

      ano do display infinito nos aparelhos que cobram a partir de R$4000,00

      • Vagner Da Silva

        Até a Doogee conseguiu um por 250 dólares, algum avanço de tela deveria acontecer

  • Mirai Densetsu

    Se esse controle não for muito caro, então vou ser obrigado a antecipar o fim da vida útil do meu Moto G 4G. Ele já tem mais de 3 anos de idade e já tá pedindo arrego, mas eu estou tentando usá-lo até quebrar.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis