Campanha do Star Wars Battlefront II nos colocará para defender o Império

star-wars-battlefront-2

Deveria ter acontecido justamente o contrário, mas a verdade é que o Star Wars Battlefront não conseguiu me conquistar. Eu até tentei dar uma chance ao jogo, mas isso não passou de alguns poucos minutos online e no fundo, sempre me desagradou a ausência de uma campanha.

Sofrendo do mesmo mal do primeiro Titanfall, outro jogo da EA, por sorte a editora percebeu que muitas pessoas ainda valorizam jogar sozinhas e por isso a continuação do Battlefront seguirá os passos do segundo jogo dos enormes robôs, também contando com uma campanha.

A informação foi revelada no último final de semana, quando a DICE divulgou várias informações sobre o Star Wars Battlefront II e para a alegria daqueles que cansaram de defender os bonzinhos, saiba que dessa vez estaremos do lado do Império. Aspas para Mark Thompson, diretor do jogo que está sendo desenvolvido em parceria com a Motive Studios.

Quem são os soldados de elite no campo de batalha que causam terror nos rebeldes? Quem são os pilotos de elite que as crianças olham e crescem [como cidadãos do Império] aspirando ser? Nos debruçamos nesta ideia de contar uma história pelas perspectiva Imperial. A ideia de soldados da força especial nos dá essa chance de nos tornarmos novos heróis.

Passada após os eventos mostrados no O Retorno de Jedi, a história seguirá os passos de um esquadrão conhecido como Inferno, que verá a destruição da Estrela da Morte enquanto está nas florestas de Endor e por causa disso partirá em busca de vingança. O interessante é que para eles, os Rebeldes não passam de terroristas que querem derrubar seu imperador.

Caberá a nós então assumir o papel de Iden Versio, uma piloto de TIE Fighter que foi doutrina por toda a vida a acreditar no ponto de vista do Império. Ela nasceu e cresceu em Vardos, um planeta inédito no universo Star Wars cujos habitantes estão satisfeitos com a maneira como o lado negro da força os trata.

De acordo com Thompson, o objetivo deles foi mostrar o Império como não sendo os vilões da história, mas sim nos apresentar o outro lado do conflito. Isso explica o porque dele dizer que esperam criar novos heróis, mas será que não teremos um previsível final onde a protagonista descobrirá o que o lado negro da força está fazendo e se arrependerá de seus atos?

Pois teremos que esperar para saber, mas se você está mais interessado na porção multiplayer do Star Wars Battlefront 2, a boa notícia é que o diretor criativo Bernd Diemer afirmou que o jogo não terá um season pass. O que tem causado muitas dúvidas nas pessoas é que ele disse que a EA teria encontrado algo diferente para nos manter jogando por mais tempo, sem que a comunidade seja fragmentada como acontece com a venda de DLCs.

Decidimos isso e foi uma daquelas decisões difíceis, porque possui muitas implicações em torno dela. Quando olhamos para a maneira como o Battlefront evoluiu durante seu ciclo de vida, com os DLCs e tudo o mais, decidimos, ‘Quer saber? Para este tipo de jogo os season passes não são a melhor coisa. Precisamos deixá-los de lado e surgir com algo novo’.

Resta saber o que de tão mirabolante eles criaram, mas um representante da EA disse que por enquanto eles não estão prontos para revelar detalhes do muliplayer, não tendo negado nem confirmado a informação passada por Bernd Diemer. Sendo assim, fique com o trailer do single-player lançado pela empresa.


EA Star Wars — Star Wars Battlefront II: Full Length Reveal Trailer

Relacionados: , , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Ivan Falcão

    Não é algo lá tão novo… Quem jogou Star Wars Battlefront 2 original (o melhor jogo dessa franquia até agora) seguiu toda história do 501….

    • Sim, tem o Republic Commando também, que acho muito bom.

      • Ivan Falcão

        Sim!!!!!! Muuuuito acima da média, nunca entendi pq não houve continuação…. mas ainda assim você jogava com os mocinhos (durante as guerras clônicas os clones eram os mocinhos…..)

      • Baita jogo. 👍

  • César Rodrigues

    É de aplaudir a forma como a franquia Star Wars anda valorizando as personagens femininas. Temos protagonistas mulheres nos dois últimos filmes e agora nesse jogo.

    • Ed. Blake

      Anda valorizando? Desde 1977 a personagem mais forte e bem resolvida da franquia é uma mulher.

      • Paulo NH

        ele começou a assistir Star Wars agora e está empolgado.

      • César Rodrigues

        Cara, protagonista é uma coisa, ser personagem forte e bem resolvida é outra. As duas trilogias anteriores tinham como protagonistas personagens masculinos. Agora tanto a nova trilogia, como rogue one e o novo jogo terão protagonistas femininas. Só isso que quis salientar.

        • Ed. Blake

          A Princesa Leia era tão protagonista quanto o Luke na primeira trilogia assim como Padmé era tão protagonista quanto Anakin na segunda trilogia.

          Ambas eram mulheres empoderadas (não achei outro termo a não ser o da militância pra usar), bem resolvidas, independentes e cheias de força e de vontade.

          Eu entendo seu ponto e também acho legal quando o “empoderamento” é natural e não compromete a história só para agradar a militância, porém isto não é novo nesta franquia desde o início.

        • Meganegão

          Mas ainda descrimina muito. A proxima tem que ser afro descendente, lésbica, soro positivo e com down. Ah sim esqueci, obesa. Disney é o mar da discriminação. Nazistas!!!

    • Princesa Leia manda lembranças.

      • César Rodrigues

        A tá. A Princesa Leia então é protagonista?

        • Se estamos falando do Star Wars de 1977+, sim. Um deles.

      • Felipe Guimarães

        E a Padmé tbm

  • Julio da Gaita ✔

    bom, lembro que comprei o SW Battlefront no dia do lançamento, com todo hype e coisa e talz.
    Mas depois de um tempo jogando você percebia que era só um jogo de tiro com uma “skin” temática star wars, o jogo era meio desequilibrado com a presença dos “heróis” ou “vilões” da franquia.
    A física ou netcode do jogo tinha alguns problemas com colisões e mesmo com hitkills..

    Agora depois de ler esse post, até fiquei interessado, mas vou esperar algumas semanas depois do lançamento, quanto o preço também estiver mais “justo”..rs

  • Manoel

    Lost Stars, ótimo livro!

  • Ed. Blake

    Eu queria mesmo é outro Star Wars: Force Unleashed!
    De preferência um que a campanha tivesse mais de 15 minutos.
    Kick ass with the force, man!

  • Gustavo Geremias Ferreira

    Assista o filme herói do jet li e descobrira que o Império é o lado bom e os jedi e rebeldes são os terroristas

  • Nilton Pedrett Neto

    essa discussão de “quem é realmente o vilão” é sempre interessante. O ISIS, o ETA, IRA, os Protestantes (sim, os crente!), o Hezbollah, a Al Quaeda… são todos “rebeldes” que lutaram contra o “Império”. Se você perde a guerra, vira terrorista. Se ganha, vira “a resistência”… os heróis.

  • Cocainum

    O pessoal fala que os stormtroopers não tem pontaria. Mas tente atirar bem usando aquele capacete…

    • Meganegão

      Sem contarquea armadura e o capacete não protegem nem de estilingue.

  • André Figueiredo

    Achei esse trailer melhor que o do Thor Ragnarok. 😀

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis