Overbooking: a culpa é da United por confiar na matemática

overbooking

A United não se emenda. De vez em quando estão envolvidos em alguma situação constrangedora. Nem sempre é culpa delas, como no caso das meninas proibidas de embarcar por usarem leggings. Código de Vestimenta aplicado à família dos funcionários é praxe. Outras vezes eles pisam na bola MESMO. Um tempo atrás um sujeito despachou com todos os avisos de frágil um violão profissional pela United.

Os gorilas com Parkinson e problemas de agressividade destruíram o pobre instrumento, a empresa se recusou a pagar e o sujeito acabou fazendo um dos primeiros virais da internet, o clássico United Breaks Guitars. A propaganda negativa equivaleu a milhões de dólares, o vídeo foi assunto de todos os jornais e talk shows.

Agora isto:


XENUK — Man Is Forcibly Removed From United Airlines Flight Because It Was Overbooked

É um médico que estava no vôo da United Airlines 3411, de Chicago para Louisville. Ele foi vítima do maior medo dos passageiros aéreos, maior ainda que terroristas ou bebês chorando: overbooking.

A United vendeu mais passagens do que tinha assentos disponíveis. Para resolver isso usou o velho esquema: começaram a oferecer compensações financeiras pros passageiros. Depois que a oferta chegou a US$ 800,00 e ninguém se manifestou, a empresa “escolheu aleatoriamente” passageiros para remover do vôo.

Aleatoriamente, claro, desde que não seja ninguém da primeira classe, não seja portador de Cartão MegaPlatinumAdamantiumFlying Gold Master, etc, etc. Um casal saiu depois de ser escolhido, mas o sujeito se recusou. A United claro fez o que toda empresa séria e comprometida com a qualidade de seus serviços faria: chamou a polícia para remover à força seu passageiro pagante do assento que ele havia adquirido.

Aí, você pergunta: a empresa é incompetente assim? Não sabem contar quantos assentos têm?

Eu respondo: não. Do mesmo jeito que as empresas de telefonia não são incompetentes quando dois aviões batem em um prédio em NY e ninguém consegue falar no celular. A explicação é simples: digamos que você tenha uma locadora de filmes (meus exemplos são velhos). Você tem 4.000 sócios. Sai Rogue One. Você compra 20 cópias. Nos primeiros dias os sócios reclamam. Depois de uma semana sempre tem uma ou duas cópias na prateleira.

Você não compra uma cópia de cada filme para cada sócio. Você joga com a estatística de que somente uma fração dos sócios terá interesse em determinado filme em determinado momento.

Operadoras de telefonia funcionam da mesma forma. Se uma fração considerável dos usuários tentar ver filmes ou falar ao telefone ao mesmo tempo, já era, o sistema cai. O link de seu provedor internet só funciona porque a maior parte do tempo sua conexão não está sendo usada em capacidade plena.

voluntario

United, onde você é voluntário, queira ou não.

O Brasil tem 168 milhões de smartphones. Imagine se todo mundo resolvesse ver YouTube ao mesmo tempo, mesmo com um downlink de 500 kb/s isso significa uma banda total de 84 milhões de Mb/s. Isso é maior que… sei lá, é quase inconcebível.

O sistema de esgotos também trabalha com o mesmo conceito. Se todo mundo resolver dar a descarga ao mesmo tempo, coisas ruins acontecerão. Eletricidade, idem. As operadoras acompanham eventos como jogos de Copa do Mundo ou Olimpíada e se preparam para oscilações na carga quando milhões de TVs são desligadas ao mesmo tempo.

O overbooking é uma prática que segue esse modelo. Partem do princípio que em todo vôo há um percentual de passageiros no-show, o que faz o avião decolar com lugares vazios, o que é ruim.

Existem muitos custos em avião além de combustível, e são custos fixos, independente da quantidade de passageiros. Por isso qualquer trocado a mais que consigam fazer, é lucro. Eu já peguei um vôo Rio-SP por R$ 26,00. Decolando 05:00 do Galeão e descendo em Guarulhos, era um vôo vindo de Miami.

A grande questão é que a mesma estatística que diz que passageiros não vão aparecer para o embarque diz que eventualmente todos os passageiros irão aparecer. Aí a empresa que vendeu passagens a mais tem um problema.

A maioria dos países possuem legislação cobrindo overbooking, mas é bem branda. Em geral a empresa oferece lugar em outro vôo. Em alguns casos rola endosso de passagem em outra empresa, e benefícios financeiros.

O overbooking em si não é ruim. Todo mundo faz, ou vai dizer que você compra cerveja pro churrasco contando que todo mundo que convidou vai aparecer? O que não é admissível é abusar do recurso. O sujeito do vídeo vai entrar com um processo contra a United e vai faturar uma montanha de dinheiro. Merecidamente.

Overbooking é uma aposta que a empresa tem que estar pronta pra perder. Rolou? Entuba o prejuízo.

Agora a United virou manchete.

united2

O Controle de Danos já começou. A United diz que “está apurando”, o policial que comandou a operação arrasta-japa foi suspenso, mas a situação só piora. Segundo o Yahoo os passageiros deveriam ceder lugares para quatro tripulantes da United, que estariam se dirigindo a outro aeroporto.

Ou seja: modelos matemáticos são legais, viabilizam indústrias inteiras, mas na hora em que o elemento humano é envolvido, é preciso um mínimo de bom-senso. Coisa que a United não teve. Agora aguentem.

colbertpipoca

Relacionados: , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar
  • Allan Lopes

    Sobre a primeira imagem: se dá pra comprimir essa gente toda num trem, dá pra fazer uma bomba atomica

    • major505

      Considerando que a 3º guerra mundial deve começar entre eles a India, pode ter certeza que sim.

      • Macedo

        vc está subestimando o Trump……

        • Trump tá com o dedo coçando, mas diferente do Bush, não é pra apertar o gatilho, é pra encher a carteira.

          • PugOfWar

            a mão das armas nucleares chega a tremer

          • Não nego que até eu ficaria tentado em apertar o famoso botão vermelho… mas seria prazer e não trabalho… >=D

    • Manoel Jorge Ribeiro Neto

      Huhauhehuhe! Essa foto é antiga, do tempo em que a Internet era a vapor 😛 ! Lembro-me que umas das primeiras “correntes” que recebi por e-mail (sim, esse tipo de coisa existia nos tempos da discada) estava com essa foto no anexo.

      • “que recebi por e-mail…”, Orkut, Facebook, WhatsApp, Telegram….

        e se não quiser mais receber diga Amém… =P

      • Alberto Prado

        Eu vi em um .pps lá pelos idos de 2002 eu acho, hahaha.

    • giovani eumesmo

      a india ja tem bastante bomba atomica…

  • Coffinator

    Ainda por cima médico. Imagino o desastre que seria pra empresa se nesse mesmo vôo alguém passasse mal e morresse.

    • Realmente, seria hilário, ainda mais depois de quase matarem o médico… xD

    • Levi Leal

      Imagina o desastre se o paciente que o médico ia atender morre porque o médico não chegou à tempo.

      • Daniel

        Imagina o que eles vão ter que pagar, o médico tendo esse video para endossar o processo.

  • Kagarro

    O fato de tirarem o cara à força é tão absurdo quanto o tuiti da United justificando o ocorrido. Pelo menos o tuiti foi hilário.

    • Cocainum

      Já deve ter uma fila quilométrica de advogados na porta do cara, querendo pegar o caso.

      • 😔 Hal 9000 N.L. ™

        Por módicos 60%

    • Kagarro na reputação da empresa.

    • Daniel

      kkkkk

  • Tenho um causo com eles….

    Sai de NY para Washington D.C. onde pegaria um voo para o Brasil.
    Mas o voo de NY atrasou por causa da nevasca. Chegando em DC, o avião para o Brasil já tinha partido…
    Buenas… essa empresa aí me mandou dormir nos bancos do aeroporto, era meia noite, estava tudo fechando, fecharam o guichê na minha cara…

    Enfim, corri pra pegar um dos últimos onibus que saiam do aeroporto, pra conseguir um hotel (sem nem bagagem). Foi uma baita chinelagem, no outro dia só saia a noite um voo para o Brasil.

    Enfim, taquei um processo, ganhei e paguei toda a viagem. Vão se catar !!

    • Bruno Pinho

      casa dos 10k ?

    • Artur

      processou eles onde?

      no BR ou EUA?

    • Problemas de atraso de vôo e que pode vira um efeito cascata, que no final pode virar um caos gigante…

      • Eles não deram nem apoio pra sugerir hotel, foi uma frase: dorme nesses bancos ai é fecharam o guichê que era madrugada. Surreal.

        • Rafael Rodrigues

          “Dorme nesses bancos aí”. Cara, conheço uns 4 ou 5 que seriam presos por agressão numa situação dessas.

          Que o cara não possa fazer nada, OK. Não espero que o atendente pague o hotel para o cliente do próprio bolso.

          Mas tripudiar já é demais.

          • Julio

            passei por isso essa semana, com a Delta. Eles não tinham equipe pra operar o vôo LAX Jfk, vôo atrasou seis horas, aí perdi a conexão pro Brasil, era 1h da manhã, se recusaram a pagar hotel, apagaram a luz e vazaram. precisei dormir no aeroporto pq só podia pegar a mala as seis, quando chegassem os funcionários q tem acesso ao armazém das malas em conexão.

          • Sergio Rainor

            Gosto muito dos EUA, já visitei aquele país muitas vezes, mas há coisas lá que são grotescas. As companhias aéreas são um exemplo de serviço horrível e parece que os caras acham aquilo normal. Até a Copa, panamenha, atende melhor os clientes que as gigantes norte-americanas.

          • Tens a faca e o queijo na mão…

        • Sergio Rainor

          Isso aconteceu comigo com a TAM. Cheguei da Europa e o voo para minha cidade tinha sido cancelado em virtude de um vulcão no Chile. Daí falei com o pessoal da TAM sobre hotel e eles mandaram esperar. Resolvi procurar um hotel por minha conta mesmo e achei um último quarto em Guarulhos mesmo. No outro dia o pessoal que esperou pela TAM estava exausto dizendo que a empresa os colocou num motel vagabundo e teve gente que foi obrigada a dividir o quarto com gente que nem conhecia.

          • Essa história de dividir quarto de fato acontece, desde os anos 80. Mas pelo menos deram um apoio. No meu caso, só se resumiram a relatar que eu estaria no próximo voo na noite do outro dia e eu que me vire… não interessa que era madrugada, que estava tudo fechado… que as malas estava todas despachadas… eu que sentasse na cedeirinha na frente do guichê e esperasse as quase 24hs até o próximo voo.

    • Agora tá explicado por que ele gosta tanto do iPhone dele de estimação… NÃO foi ele quem teve que pagar… =P

      • Naquela época, foi exatamente o lançamento do 1o, tive oportunidade de botar as mãos num logo que saiu. Ui! Sério, era bruxaria ver aquele equipamento alienígena funcionando a 10 anos atrás.

        • Daniel Peixoto

          me lembro de um colega de trabalho me mostrando o dele.
          Pegou a galeria de fotos e falou, vai passando o dedo, e a cada passada de dedo uma foto era mostrada, e eu dando um sorriso cada vez que isso acontecia.
          Quando ele me mostrou o zoom, soltei um palavrao, era coisa do demonio na época.

      • hahahahahahahahaha!

    • Rafael Carvalho

      Em Abril de 2015 (exatos dois anos) passei por algo parecido. Meu voo de Califórnia pra Dalas não pode pousar por conta de um Tufão, então ele foi desviado pra Nashville. 1 hora rodando, 1 hora de voo até Nashville, 1 em solo reabastecendo, 1 hora de volta pra Dallas e assim perdi minha conexão da Delta. Perguntei se eles iriam prover hotel, responderam que no caso de problemas meteorológicos eles não eram responsáveis e me deram somente uma bolsinha com coisas básicas como camisa de pano, pasta de dente, escova de dentes e cabelo, desodorante. Dormi no chão do aeroporto e esperei lá até as 11 da noite quando voltei pro Brasil. Foi bronca 😛

    • Sergio Rainor

      As empresas aéreas americanas são, em sua maioria, puro lixo. Já fiz voo pela American Airlines de quase cinco horas e os caras só serviram café e água, além de que no primeiro trecho o voo saiu atrasado mais de três horas. Já na Delta nunca tive problemas, mas sei de muita gente que já sofreu overbooking naquela empresa. United eu não pretendo jamais usar.

      • Acho ambas ruins. Em ambas são aeromoças fim de carreira sem a mínima motivação para atender os passageiros, é um negócio deprimente. Daí tu pega um voo da AirFrance e vem aquelas mulheres motivadas, produzidas, com toda atenção e boa vontade do mundo, burrifando perfume francês pelo corredor, te entupindo de haagen dazs e champanhe até tu enjoar… é outro nível, sendo que é tudo destino internacional, todos distâncias e tempos de viagem semelhantes, e preços semelhantes… Mas Delta e United oferecem esses péssimos serviços.

        • Sergio Rainor

          Eu tenho notado que a maioria das aéreas tem decaído bastante. A TAP, que eu gostava, agora nem permite a marcação de assentos. Aerolineas Argentinas é terrível, Aeromexico é apertado demais. Espero um dia viajar pela Emirates pois dizem que o serviço é ótimo.

    • Minion

      O TMZ publicou no dia seguinte que o cara é um médico do Vietnã e que já tinha sido cassado pelo órgão regulador lá, tipo um CRM por venda ilegal de receita de psicotropicos, eu entendi que o jornal estava tentando minimizar o ocorrido.

  • Rodrigo Lima

    Eu até hoje vejo e rio do United Breaks Guitars…

    • Luiz Antonio

      Eu na minha ignorância internética, não havia visto o clipe, muito bom, rsrsrs.

  • Situação fácil de resolver, quem chegou primeiro tem preferência. Da mesma maneira que a locadora não iria na minha casa, arrancar a forças o fita do meu VHS, porque um cliente Bad Ass, quer assistir agora.

    • Ivan

      Não faz sentido, se vc compra um lugar no cinema vc precisa correr pra ser o primeiro pra pegar o lugar?

      Se ta la no seu nome o certo é estar reservado pra vc, chegando primeiro ou não.

      Dependendo do lugar se ganhar um dia em um hotel bom e mais um trocado, troco de lugar facilmente.

      • Tiago S

        Você finalizou o cara.

      • Lucas Timm

        “É certo”, mas não é o que tá no contrato.

      • Hoje em dia é assim… com cadeiras numeradas bonitinho, podendo escolher… na minha época isso tudo era mat… digo, era correr pra poder pegar lugar do meio do cinema pra trás…

        • Ivan

          Eu sei, bem melhor cadeira numerada não precisa sair correndo que nem retardado pra pegar lugar, só chegar cedo e escolher o lugar, isso se a sessão lotar.

    • “quem chegou primeiro tem preferência…” mesmo terminando de consumir e ficando ali mais de hora só conversando, ocupando lugar… e isso é foda…

  • Lucas Timm

    O das calças legging foi mimimi, mesmo.
    Já esse caso nem tem o que dizer, hehe.

    (Agora, eu receberia esses 800 dólares + estadia na cidade beeeeem feliz).

    • Eu compraria um Switch logo de cara! 😀

      • Fernando Silva

        Quanto tá em terras tupiniquins?

        • Manoel Jorge Ribeiro Neto

          Está em torno dos 2 a 2,5 kTemers nas lojas. Mas, se você quiser se arriscar nos Mercados Libres da vida, está em torno dos 1600 a 1800 reais.

          • nayara

            E chamo nossa moeda de ‘temerosos’. rsrsrs A não ser quando vejo que o grupo é muito polarizado em política, daí evito pra não pensarem que sou ‘do outro lado’. Afinal hoje em dia se você critica um ponto ‘obviamente’ pensam que é obrigado a apoiar o outro.

          • Isso é oque mais me irrita na internet, você defende os empresários honestos, você é conchinha, você defende os direitos humanos e a solidariedade você é taxado de comunista satânico. Se você reclama dá corrupção de um indivíduo, sempre aparece alguém pra falar, mas o adversário dele fez pior, como se isso justificasse algo. As pessoas atacam grupos e não os defeitos, como desonestidade, corrupção e falta de empatia com os problemas do próximo.

          • Daniel

            Pura verdade.

          • nayara

            Sim, qualquer valor ético e moral agora é rotulado a uma ideologia e deturpado pela associação a um partido ou caso de corrupção.

          • Marcio Ferreira

            Temeroso é bem mais coerente que goupista: mesmo que eu tivesse votado nele para o cargo titular, hoje eu teria medo.

          • O pior que a gente sempre fica na duvida do que é pior , ele ficar ou ele sair, por que se ele sair, quem fica no lugar é o Rodrigo Maia do democratas, partido tão ruim quanto o PMDB, o antigo PFL que mudou de nome pro povo esquecer que tem nome sujo na praça. Iriamos trocar 6 por meia duzia e ainda teríamos um período de instabilidade maior.

          • Minion

            Se ele sair a câmara escolhe um outro presidente, e só Jah sabe quem.

          • Nesses casos eu prefiro não confiar na celebre frase do tiririca: pior que tá não fica, o poço não tem fundo.

          • Minion

            Sim, tem sempre alguém com uma pá jogando terra pra cima para aprofundar o poço.

      • Tinha que ser o Laguna… SUHSUHASUHsaHUsaUHaSUHsa

      • Othermind

        Ahh mas agora o cara vai comprar o Switch e todo os outros consoles que quiser.. rs

      • Eu TROCARIA um Switch….

        (hã hã? Sacou? hã? Me mate….)

      • Nerd!!!

        (eu também…)

    • Rolando

      Eu pensei a mesma coisa, além dos U$800,00 dólares, eles deram acomodações em um hotel e uma passagem para as 03:00 hs do dia seguinte, tomara que aconteça overbooking o dia que eu conseguir dinheiro para fazer uma viagem assim.

      • Luan Soares

        Ai acontece o overbooking justo quando você tá viajando para ver um pai ou uma mãe que esta em estado terminal num hospital, você iria ver de forma diferente essa compensação de 800 dólares. O que falta no ser humano as vezes é criar empatia pelo próximo, tentar entender seus motivos.

        • Rolando

          Só que o que você acabou de dizer foi inventado, nem o sujeito ou os outros que desceram tinham um pai ou uma mãe morrendo no hospital, então você está me cobrando empatia por uma ficção que você acabou de inventar.

          • Luiz Antonio

            Você diz as coisas sempre duas vezes?! 🙂

        • Mirai Densetsu

          Ou o médico em questão poderia ter uma cirurgia em outra cidade e ele tinha de estar naquele voo em particular. E graças a isso o paciente vai a óbito.

          • Rolando

            Certo, só que eu estou me atendo a esse caso e ao que foi dito nas reportagens que eu li e em nenhum momento ele disse que teria uma cirurgia urgente, se eu fosse um médico nessas condições ou como o Luan disse sobre ter um amigo ou parente morrendo em um hospital é claro que ai seria totalmente diferente e eu não aceitaria a oferta da companhia. Mas nesse caso se eu fosse um dos passageiros voltando para casa ou indo passear sem compromisso eu simplesmente pegaria o dinheiro feliz da vida desfrutaria do hotel e talvez uma volta na cidade e depois pegaria o voo com uma boa quantia da dinheiro no bolso.

          • Rolando

            E eu não estou dizendo que o cara estava errado, eu só estou dizendo o que eu faria.

          • Marcos

            E se tu tivesse que pegar outro voo depois desse pra voltar pro Brasil? Ia aceitar o transtorno?
            Imagina que pra vir pra Porto Alegre, peguei o voo mais barato possível, saí de Austin pra Miami, de Miami pra NY, de NY pro Panamá, do Panamá pra Guarulhos, de ônibus pra Congonhas e de Congonhas pra Porto Alegre. Se eu perco o primeiro, fodeu tudo!

          • Mirai Densetsu

            E se a passagem for mais cara do que a tal “compensação”? E se ele estiver levando um prejuízo maior que essa “compensação”?

          • Deivid

            Mas essa compensação é um bônus, e não um reembolso. Ele continuaria com um lugar, mas em um próximo vôo, e com a estadia paga e mais uma graninha pra compensar o transtorno. Dependendo da situação, tem gente que aceitaria, mas nesse caso U$ 800,00 foi pouco pro pessoal do avião, hehehe.

          • Saberemos mais quando aparecer fala dele pra imprensa…

          • Mirai Densetsu

            Se aparecer…

      • Os US$ 800 são em dinheiro? Já tive problemas com companhias aéreas em que só me ofereceram vouchers ridículos com prazo e condições para usar.

      • Sergio Rainor

        Não se engane, eles não dão dinheiro vivo, apenas um voucher de desconto para ser usado em condições muito restritas. Não vale a pena.

    • Se pagassem em $ até era vantagem, mas normalmente dão em vouchers.

      • Lucas Timm

        Ou creditam no teu CC.
        Mas na boa, 800 US$ em voucher pela United também é ótimo.

        • Olha só é bom se você voa com os caras com frequencia. Pra mim não é jogo hehehe

          • Rafael Rodrigues

            Para mim, que só voo com a Marba Linhas Aéreas, também não…

        • Macedo

          tem prazo de validade…

    • arnoanderson

      Eles não pagam em dinheiro.

    • Juliano Teichmann

      É bem provável que os 800 dólares fossem em crédito para outras passagem de menor ou igual valor, dificilmente é em dinheiro vivo. E conseguir marcar esta passagem é um inferno.

      • Sergio Rainor

        Exato, nem dinheiro de verdade dão, apenas “cupons” de desconto que para serem usados exigem um mundo de pré-requisitos. É lixo puro.

  • daviscabral

    Detalhe para o cidadão que tinha pacientes para atender. Cada um tem suas prioridades. Se na dele, $ 800 não pagavam isso, achei certíssimo não querer sair. Já quase peguei alguma dessas ofertas, mas se tu está em férias – com tudo planejado, vai estragar isso por um bonus que tem um monte de requisitos? Na boa? Cagada da empresa por abrir mão de um cliente pagante para tripulantes.

    • Daniel

      Eu não saia, ainda que pudesse, paguei o mesmo que as outras pessoas, tenho o mesmo direito que elas de estar lá. Não sairia de modo algum… A não ser que a empresa con$iga me convencer do contrário.

      • DumbSloth87

        viu o vídeo? eles “convenceram” o japa bem rápido!

        • Daniel

          Vi sim, não sairia da mesma forma, querem tirar que seja arrastado e a força, inclusive mesma força com a qual “enfiarei” o processo neles depois. Quem está errado são eles, não o japa. (edit) pra mim o que o Japa fez foi legítima defesa, não consigo ver de outra forma.

    • Marlon Braga Leite

      Na verdade, eles abriram mão de um cliente pagante por centenas de outros clientes pagantes (uma vez que levar os tripulantes no tal assento tem a finalidade de atender um voo em outra cidade). O que, claro, não justifica a cagada de arrastar o pobre japonês pra fora do avião! Lambança inacreditável!

  • Fácil de resolver: se eu fosse o comissário falaria: “ou alguém se voluntaria para sair ou o piloto é que irá se voluntariar”.

    • Thiago Cururu

      kkkkk

    • Luiz

      dai aparece um cara, ok, eu sei pilotar, ah não, dai é hollywood

    • Sim… ai todos os 250 passageiros vão processar a companhia.

      Melhor tomar o processo de um passageiro do que de todos.

      Melhor ainda: Oferece mais dinheiro… 800 dólares é pouco. Oferece 5000, 10000… Vai sair mais barato que o processo.

    • Diego Marco Trindade

      Apertem os cintos, o piloto sumiu.

      • Reinaldo Matos

        Conair

    • Peteleco🀄

      Podiam deixar o co-piloto de fora. Com essas aeronaves, um piloto é suficiente, vai dois porque é de costume. As aéreas já estão pensando em deixar o co-piloto monitorando o voo do solo. Cabine para somente um piloto sobra espaço para mais 4 assentos de passageiros.

  • Mirai Densetsu

    Foi mal, Cardoso, mas discordo completamente de você. A United tem um sistema de booking centralizado. Eles sabem – em tempo real – quantas passagens foram vendidas por voo e, inclusive, quais poltronas estão disponíveis.

    E, diferente do que você diz, a maioria dos passageiros efetivamente embarca ou remarca a passagem. E, mais uma vez, a empresa sabe disso. E, ao remarcar a viagem, a empresa sabe que o assento que foi remarcado está disponível. A regra é que o passageiro vá ou remarque – até porque a passagem é cara e o tempo para a viagem é escasso – e não que ele perca o voo, ao contrário da banda telefônica ou da conexão de Internet, onde a regra é a maioria não usar toda a largura da banda ou não usar o tempo todo.

    Se eles venderam mais passagens do que a aeronave suporta, então sim, eles são incompetentes. Ou mau caráter mesmo. Aí quando o governo solta uma regulamentação proibindo empresas de transportes de passageiros de venderem mais passagens do que o meio de transporte aguenta em uma viagem, os libertards ficam aí chorando.

    • Justamente por ter esse sistema centralizado é que podem fazer o overbooking.
      E não é só a United que tem isso. Quase todas. E quase todas fazem o overbooking.

    • Rafael Chagas

      Amigo… tal qual o Cardoso explicou, nao se trata de incompetencia, mas sim de estatística e otimizacao de custos. Eu nao concordo com a politica deles (e de todas as 99% de cias aéreas que tambem praticam overbooking), mas entendo os motivos. Mais recentemente, com o advento da internet (Jornal Nacional feelings), das tecnologias mobile, e totens de autoatendimento, ficou mais dificil de administrar o overbooking, uma vez que o deadline para contagem de passageiro deixou de ser o balcao de check-in (normalmente 40 minutos antes do push back) e passou a ser o portao de embarque (5 ou 10 minutos)… assim, o overbooking só é percebido quando o aviao está lotado…

      Dito tudo isso, gostaria de informar à United que em 13/maio terei 2 voos com eles… MIA ORD e ORD YYZ… e bem negociado aceito até USD 750… 🙂

      • Mirai Densetsu

        Mas os sistemas centralizados deles não são em tempo real? Não dá mesmo para marcar um assento como indisponível assim que o pagamento for aprovado, dando à possíveis vítima do overbooking (pessoas que pagam no boleto e perdem a vaga para uma pessoa que pagou no cartão, por exemplo) outra opção de voo antes do check-in?

        E esse gerenciamento pode ser feito na própria oferta de passagens e na alocação de aeronaves. E não, eles não vão colocar outra aeronave à disposição caso um voo em particular tenha muita demanda em uma situação em particular, mas colocarão se esse evento for relativamente previsível e lucrativo.

        Se isso não for incompetência, é maucaratismo mesmo. Até porque um sistema que miniminize ao máximo os overbookings é sim possível.

        • Macedo

          “Se isso não for incompetência, é maucaratismo mesmo. Até porque um sistema que miniminize ao máximo os overbookings é sim possível.”

          sim, é possível, dá mais conforto para todos mas também aumenta o preço da passagem para todos, tanto o custo da companhia quanto o preço do bilhete pra nós comprarmos…

          o ponto chave não é fazer ou não o overbooking, ele funciona na grande maioria das vezes, o ponto chave é como tratar quando ele der errado…

        • Rafael Chagas

          Amigo, você não entendeu… veja que estás propondo formas de impedir qualquer chance de overbooking (o que de fato com sistema integrado de reservas é possível) mas não está considerando que a cia aérea QUER trabalhar com o overbooking. Num exemplo hipotético, considere que United tem um itinerario que opera com aviao de 100 lugares… considere que ela sabe (dados historicos) nesse voo, nesse dia da semana, normalmente 8 pessoas que compraram a passagem (e até fizeram o webcheckin) nao aparecem para voar… Assim, em vez de oferecer 100 assentos para venda, ela oferta 105 ou 106… se tudo acontecer como usual ela voará com 97 ou 98 pessoas. Da forma como sugeres, ela voaria quase sempre com 92 passageiros, perdendo $$.

        • Rafael Chagas

          E, com respeito, não tem qualquer sentido sugerir que o overbooking é mau caratismo. Vamos a outro exemplo… voce tem um restaurante e num determinado dia aparece 50 pessoas que estao disputando campeonato de sumô na cidade… o que come menos pesou o prato em 900gr e na media deu 1,3kg / pessoa. Você os atendeu, mas o estoque nao foi suficiente para os clientes que chegaram a seguir… No dia seguinte, voe comeca a calcular/cozinhar uma media de 1,3kg por cliente, ou mantem o padrao medio de consumo da casa, que gira em 550gr, passando assim a ser um mau carater?

    • Macedo

      tem tanto erro de conceito na sua resposta que desisti de tentar mostrar… se vc se inteirar mais um pouco sobre o assunto de overbooking pode aprender bastante

      • Mirai Densetsu

        Uy… Falou o fodão!

        • Macedo

          é troll ou quer que eu mostre onde acredito que tenha se equivocado?

          • Mirai Densetsu

            Eu bem que gostaria que você mostrasse. Mas como você não tá afim de papo e só comentou pra posar de fodão mesmo, então foi trollada mesmo.

  • Rafael Fortes

    Isso revela a prioridade deles, preferem arrancar a força um passageiro pagante pra colocar um tripulação de outro vôo (não pagante, óbvio) no lugar, pra garantir a saída desse outro vôo. Mais isso é ser muito burro, era óbvio que ia dar merda no momento que o cara se recusou a sair, mesmo que não desse esse auê de sair arrastado já rolaria um processinho considerável, seria ainda muito mais barato aumentarem a oferta pra incentivar mais alguém, mas tirar o cara na marra e ainda fazerem algo que faça a boca do cara sangrar (a catatonia tô colocando na coluna de atuação pras câmeras pra valorizar na hora do processo por “metal stress”).
    Espero que a United tome uma enrabada monumental!

    • Daniel

      Somos dois.

  • Luiz Antonio

    Pessoal do marketing deve ficar contente com esse tipo de propaganda gratuíta. 🙁

  • Deni Carson de Souza

    Quanto ao percentual de linhas na telefonia fixa, era na ordem de 30%. Do telefone da sua casa até a central telefônica mais próxima, cada linha tem um par de fios até a central. De uma central local até uma regional, há apenas 30 linhas para cada 100 linhas na central original. Era por isso que no réveillon ninguém conseguia falar. Isso também acontece com o ADSL. Você tem 10mb até a central, dá central pro próximo backbone não há a capacidade somada de todos os ADSL daquele dslan. E assim sucessivamente vai sendo fracionada a a conexão….

    • Daniel

      Eu já sinto isso no 3G todos os dias, das 12 as 14, das 18:30 as 22 +- varia demais a qualidade, de madruga é ótimo.

  • Essa moça que queimou gordura trocentas vezes mais rápido na minha cidade hoje, outro dia tinha queimado em outra cidade. Saporra tá fazendo bulimia itinerante?
    Clickbait tá meio zoado, tô mais propício a clicar em ‘5 kg de Bacon crocante gratuito em [coloque o nome da minha cidade aqui].

    • PugOfWar

      não sei como adivinharam que eu era gordo huehuehue

    • propaganda boa era no gizmodo… mais de mês com enormes e discretos banners laterais amarelos com anúncio de Nuggets 100% peito de frango…

    • Lui Spin

      Acho muito paia colocar o nome da cidade.

      Tipo, tem uns 3 ou 4 anúncios que os caras fizeram algo milagroso na cidade de Campinas. Qualquer pessoa com um QI de dois dígitos consegue imaginar que tem treta aí.

  • Cocainum

    Na foto que abre a matéria, devemos deduzir que existe um trem ali, em algum lugar…

  • Diego

    Video legal sobre a matemática do overbooking:
    www youtube com/watch?v=ZFNstNKgEDI

  • O sujeito invocará o processinho… só que munido de uma baita cinta-c#%$#% GG …

    https://uploads.disquscdn.com/images/ec0515ad6f8d2410f38496108c3653ab630c136267c8fa3ad3b39e8a69dc18c7.jpg

  • Well Dias

    Peguei overbooking uma vez. Estava a trabalho na cidade de São Paulo, 15 dias estressantes, só chovia e fazia frio. Contava as horas faltantes para voltar para a casa. Pego um trânsito dos infernos até chegar no aeroporto de Congonhas, faltavam 40 minutos para meu vôo e a fila era enorme. Quando chega minha vez de fazer o check-in a atendente com cara de “tanto faz” me diz: “Senhor tivermos um problema e o seu voo está lotado”. Sem dormir direito a 3 dias, impaciente e irritado, a única reação que tive foi de olhar nos olhos dela sem expressar nenhuma emoção, fiquei alguns segundos assim até que ela diz: “O senhor se incomoda de viajar na classe executiva?”.
    Gostaria de ter mais overbooking desses. 🙂

    • Cocainum

      Um pouco melhor do que “o senhor se incomoda de ser espancado e arrancado do avião?”

    • Sergio Rainor

      Uma vez, na extinta Vasp, os caras erraram ao preencher minha passagem (era diferente naquela época, uns cartões coloridos) e ao emitirem uma nova me deram (não sei porque) a da 1ª classe. Foi interessante mas o ruim era aquela tele enorme (não existiam as telinhas nas poltronas) passando filmes e eu querendo dormir.

  • Hemeterio

    Como diria um ep dos Simpsons, esse é o processo mais moleza desde o cara que entrou com um porque o filme Historia sem fim terminou.

    • Macedo

      overseating….

    • Overbutting

    • Rinaldo

      Fui de gol pra São Paulo uma vez e tinha um gordo parecido. Para ir ao banheiro tinha que desviar dele.

  • Luiz

    “Operadoras de telefonia funcionam da mesma forma”, sim, voce tem 64MB, mas dai presume que o usuario só vai usar 0.0001% e então pode vender 640000MB, por $100 o MB.
    Engraçado que existem leis que proibem a compania de energia eletrica fazer isto em mais que 2x, mas telefonia não, 5000x, 10000x tranquilo.

    • Energia elétrica se todo mundo inventar de tomar banho ao mesmo tempo vai dar apagão, no caso de energia elétrica você paga pelo volume consumido e não e um valor pre determinado igual a internet.

      • Luiz

        Se a internet fosse assim, voce pagaria $100 por 10TB e poderia consumir a 250Mbps, ou 1000Mpbs na fibra até acabar e poderia comprar mais se quisesse pagando mais $100. Mas como é um estelionato, eles te cobram o megabyte e o maximo de transferencia possivel, se deixar, vão te cobrar pelo conteudo trafegado.

        Na energia seria o mesmo que tu podesse usar apenas 20A de corrente e somente 5kwh por dia, alem de pagar pelo kwh.

        Na padaria seria como se tu pagasse o pão por peso, $250 por Kg de pão, mas só pode consumir 4 pães por dia, com um adicional de 50 pães por mes. Depois que voce consome 4 pães, não pode sequer comprar mais pães no mesmo dia.

        • Mas existem lugares que a cobrança elétrica é limitada pela corrente, sim. Tem locais em Portugal que você paga um valor fixo por mês, sem medição por relógio, mas tem um disjuntor geral que desarma se o consumo momentânea ultrapassar o máximo em contrato

          • Felipe Silva

            Mas ai que tá, as operadoras de internet tem de escolher um modelo, velocidade ou consumo de dados, não velocidade + consumo de dados, assim pagamos 2 vezes pelo serviço.

            Essa empresa de energia de Portugal optou por um sistema de corrente, esse sistema tem a vantagem de ser fácil calcular o máximo consumido pelo sistema em pico de uso, o que não acontece em um sistema baseado em consumo.

        • E só assinar um link dedicado de internet pagando uns 120 reais o mega, no contrato isso está bem claro eu li o meu antes de assinar.

  • Na verdade tudo que e serviço trabalha com a teoria que não vai ter todo mundo ao mesmo tempo, por isso que as rodovias viram um caos em véspera de feriado prolongado, ou agencia bancarias lotadas no 10º dia útil, só que também infelizmente algumas vezes isso acontece e o serviço ou para de funcionar ou sai do ar

    Se todo mundo que acessa o meiobit, acessar no mesmo instante o site vai sair do ar ou ficar muito lento…

    O que tem que pensar no limite disso até que ponto isso pode ocorrer, se começar a ocorrer demais e sinal que estão calculando errado, se for apenas uma vez em cada mil não tem muito o que fazer…

    • Salles Magalhaes

      “Se todo mundo que acessa o meiobit, acessar no mesmo instante o site vai sair do ar ou ficar muito lento…” –> que tal combinarmos todos de acessarem o MB em um determinado dia/horario para fazermos um experimento 🙂

  • 😔 Hal 9000 N.L. ™

    A regra é clara: Fez doce e não colaborou? É tirado igual bicho.

    😐

  • Bruno Costa

    Nossa, tudo esse rolê e a contingência era tão simples: cancela o voo por overbooking, tira todo mundo do avião, todas as bagagens e remarca o voo de todos conforme disponibilidade. Para qual avião a maioria? Para o mesmo, que nem precisa sair do portão de embarque esperando as remarcações. Iria atrasar bem o voo, mas ao menos evitaria processos desnecessários. Pelo menos em banânia um voo atrasar 2h não é tão incomum assim, por exemplo.

    • Urso Azul

      Remarcar exatamente no momento do embarque? Teria processinho exatamente da mesma forma.

      Se ninguém quis por US$ 800,00, ninguém iria querer remarcar.

      • Bruno Costa

        Não lembro de respaldo legal para processar uma companhia por cancelar um voo. No máximo pedir ressarcimento do valor pago, que aparentemente é até menor do que os US$ 800 oferecidos. E não tem querer. É cancelar e remarcar, até se fosse o caso alegando inviabilidade operacional pra prosseguir com o voo. E não seria mentira no final das contas. Um avião não pode decolar com mais que sua capacidade máxima rs

        • Macedo

          no primeiro caso vc tem risco de ser processado por 5 pessoas, no seu caso tem o risco de ser processado por 150~200… até ação coletiva de dano moral por cancelamento sem motivo (overbooking não é motivo)

  • Xultz

    “vai dizer que você compra cerveja pro churrasco contando que todo mundo que convidou vai aparecer?”

    Sim. E conto que todo mundo vai trazer mais um penetra. E compro cerveja contando com todo esse povo. E fico torcendo com todas as forças prá que metade não apareça, prá sobrar bastante cerveja depois do churrasco prá tomar durante vários dias.

    • alexandre

      boa

    • Rafael Rodrigues

      Temos aqui um PHD em estatística!! Bravo!!!!

      • Ou um alcoólatra…

        • AfterBurner

          Ou um PhD em estatística com problemas de alcoolismo.

    • Minion

      Eu conto que eles tragam cerveja também. 😁

  • O problema é que normalmente essas recompensas que a companhia dá não são em dinheiro vivo… É só um Voucher, que expira em 6 meses, para você usar para abater o valor de uma passagem aérea na própria companhia, promoção não cumulativa obviamente, então não serve para abater o preço de uma passagem que já está em promoção… você vai pagar preço cheio e vai usar o Voucher.

    Então no fim das contas não compensa… por isso ninguém aceita esse negócio.

    Os caras deveriam ser mais realistas e dizer logo o que estão dispostos a dar: Passagem no próximo voo, dinheiro na mão, hotel e alimentação. Assim fica mais fácil achar voluntários.

    • Bruno

      800 dolares em desconto, nem eu aceitaria.

  • major505

    Tá certo o tiozinho, fazer escanda-lo e tudo mais.
    Eu teria ido mais além e teria mijado na minha poltrona. Assim quando nego não ia depois querer sentar na minha cadeira rsrsr

    • Depois o quê. cagado na mão e jogado nos seguranças? xD

      • Monkey

        + grana no dano moral

      • major505

        Não é uma má idéia.

  • Marcelo Eiras

    United Airlines Training Video
    https://www.youtube.com/watch?v=rVQcXR2HVhw

  • Jefferson Viana

    Seu eu sou policial não faria isso não, arrastar o cara na maior truculência pela porra de uma empresa aérea que fez cagada? A empresa que desse 10 mil dolares pra alguém sair

    • Rodrigo Cavalcante da Silva

      A fama de macacos amestrados dos funcionários da TSA é grande…

  • Monkey

    Já passei por uma situação de overbooking. É horrível mesmo. Mas, no final das contas, acabei me dando bem. O vôo para o qual me realocaram saiu 2 horas antes do previsto.

  • Ghustavo Taufner Franco

    opa, Cardoso eu acho que o buraco de incompetência é mais embaixo ainda. pelo que andei vendo, não foi overbooking, tava tudo bonitinho, todos nos seus devidos lugares, até que o um esperto descobriu que precisavam colocar 4 comissários nesse voo, porque eles iriam trabalhar em outro voo da empresa no aeroporto de destino, e ai resolveram remover 4 passageiros. ou seja foi mais problema de logística do que overbooking mesmo

  • Alexandre Oliveira

    Pra mim o pior da incompetência nesse caso é “só reparar” no overbooking depois de embarcar as pessoas…

    Teria sido muito menos dramático se isso tivesse sido resolvido antes do embarque.

    De qualquer forma, vão tomar um processo absurdo, e mereceram.

  • Othermind

    A companhia vai chorar as pitangas pro cara oferecendo uns 5 anos de viagens grátis e alguma grana… Mas o que deve ter de advogado em cima dele querendo pegar o caso… hehehe

  • Eduardo Tutui

    Operação Arrasta Japa é sacanagem kkkkkkkkkk

  • A comparação do overbooking com uma locadora não faz sentido. Uma analogia, para ser precisa, tem que ser equilibrada em todos os pontos.

    Numa locadora, vc escolhia o filme, ia no caixa, pagava e ia embora. Se chegasse outra pessoa querendo o filme, e não o encontrasse, ia embora sem ele e sem pagar nada.

    O japa, assim como todos, pagou a passagem ANTES. Logo, os lugares estavam reservados. Não tem essa de “ah, mas tem o cara que não aparece”. Não importa. Imagine se você compra um filme na Americanas, o estoque acaba e para atender a um clientão amigo de um diretor, a Americanas manda a polícia na sua casa, toma o seu filme e leva pro figurão?

    Se vc organiza um churrasco e não compra cerveja suficiente para as pessoas que vc convidou, no mínimo, é um pulha (estou sendo gentil. A palavra seria outra). Agora, e se o pessoal fizesse uma vaquinha, cada um desse partes iguais do dinheiro para vc comprar a cerveja e vc não comprasse? Matemática? Não, no mínimo, é roubo mesmo.

    • Sobre a analogia do Churrasco, eu fugi disso para o meu casamento. Durante a fase do planejamento, onde se contrata salão, bufê e tudo o mais, eu limitei tudo pela capacidade máxima do Salão. Não convidei nem uma pessoa a mais, sequer: não quis arriscar fazer um overbooking e CALHAR de TODOS aparecerem, superando a capacidade do salão e fazendo com que o bufê ficasse subestimado. E a lista de convidados exigia RSVP: aqueles que responderam dizendo que não poderiam ir, já riscava da lista e convidava outros da “reserva” 😀

    • Carlos Marin

      Obrigado por clarear minha mente, realmente se pagou tá reservado e ponto final.

    • Felipe Silva

      Pior, se barrassem ele na hora do check-in, seria errado, mas facilmente contornável a situação, agora, tirar de dentro do avião a força?

    • Macedo

      até que serve… imagina que vc escolheu o filme, pagou a locação e levou pra casa, aí batem na sua porta falando que precisam pegar o filme de volta porque alugaram mais do que tinham e vc foi sorteado pra devolver a cópia, e se vc se negar a devolver, te tomam à força… a analogia serve sim, não concorda?

      • Ninguém paga uma locadora antes de pegar o filme

        • Macedo

          isso, no exemplo que dei vc pegou o filme primeiro, pagou e levou pra casa!

  • E esse caso de overbooking foi ainda pior do que seria o “normal”, porque não foi problema lá do Checkin, onde quem chega depois fica sem lugar porque o voo “lotou”. O cara já estava DENTRO do avião quando a empresa viu que precisava tirar quatro pessoas para poder dar lugar à funcionários que precisavam ir pro destino do voo!

    • Daniel

      Exatamente por isso que eu não sairia de maneira alguma.

  • arnoanderson

    Tava lendo no Reddit que outro problema é essa tal oferta de desistência. Geralmente vem em forma de vouchers de US$50,00 que não podem ser usados em qualquer voo e valem por um período curtíssimo.

    Ninguém é inocente ao ponto de que imaginar que vão te pagar em dinheiro vivo, mas é uma baita sacanagem fazer essa mutreta com vouchers.

  • Franklin Weise

    Mas foi overbooking mesmo? Tecnicamente, me parece que não, porque os 4 passageiros adicionais não eram pagantes – eram funcionários, sem reserva, que geralmente esperam algum assento vago para embarcar.

  • Fred

    Preciso descordar com o autor em dois pontos:

    1- Não é como videolocadora. Você não com uma passagem de destino A para destino B e pode escolher a hora que quer voar. Você compra o voo das 19:34 de A para B. NÃO TEM NADA DE ESTATÍSTICA NISSO! Sem falar que se você não comparecer, VOCÊ PAGA igual! Ou seja, a companhia não tem prejuízo com No Show.

    2-Se deu overbooking, porque este senhor que foi arrastado é menos importante que outra pessoa? Afinal, quem chegou por último e não tinha assento se deu mal!

    Então a companhia aérea errou duas vezes. E feio.

    • O cara foi um dos quadro selecionados pelo sorteio por computador para remoção forçada do voo, pelo matéria que eu li

    • Exatamente como eu falei assim. Pagou, tá reservado. Quem chegou depois que se dane. Mandem em outro avião.

      Conclusão: o cara que pegou o lugar do japa é alguém que conhece alguém dentro da United

  • Marco Gesteira

    Pelo que acompanhei à noite, a contenção de danos não deve ocorrer muito bem. O CEO postou uma mensagem malcriada no Twitter e no Facebook e o povo tá caindo de pau em cima. Acho que além do “pequeno” processinho por danos, vão perder uma boa leva de clientes.

  • Marlon Braga Leite

    A ação foi absolutamente lamentável. Mas o fato de que os que embarcariam serem tripulantes é absolutamente irrelevante.

  • Marcelo Eiras

    As ações da United tiveram uma queda que representa US$ 830 milhões de valor de mercado. Quando o japones chegar em casa vai ter uma montanha de cartões de advogados e vai tirar fácil uma bom dinheiro. Teria sido mais inteligente que a United tivesse fretado um jatinho para levar o japa sozinho para casa.

  • Sergio Rainor

    Quanta idiotice. Overbooking é estelionato, simples assim. Não sei como tem gente tão otária que fica defendendo o indefensável, talvez pense que vai ganhar uma passagem cortesia da empresa. Ora, a companhia vendeu o ticket, recebeu por ele. Overbooking é uma forma de lucrar com o que não existe. Não é a toa que as empresas preferem esse sistema de a transferir a passagem para outro voo pois cobram para isso, e muito. Ou seja, ganham na venda, ganham na transferência, e ganham nos assentos fantasmas que vendem. Imagine se eu tenho um cinema e vendo mais poltronas do que as existentes. Se alguém reclamar eu mando tirar o cara à força e pronto. Que tipo de relação de consumo é essa?

    • Rodrigo Cavalcante da Silva

      O problema não é o overbooking mas a maneira encontrada para lidar com isso. Como explicado no texto faz sentido pra empresa adotar esse sistema o que não cabe é procurar voluntários dessa forma.

  • Hugo Vinícius

    http://imgur.com/gallery/NJDuc

    • Rodrigo Cavalcante da Silva

      A cara de nojo da passageira ao lado é gritante…

  • Denis Hideo Maria

    “operação arrasta-japa”. Seu texto estava ótimo até chegar nesse momento.

  • Julio Verner

    Se eu convido pro churrasco(que obviamente paguei) o mínimo que espero é que levem cerveja(não suco de sabugo)! Ou nem encostam no meu boi morto ao ponto.

  • Peteleco🀄

    As aéreas estão cada vez parecendo caminhão de gado.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis