ad

Android está prestes a superar o Windows como o SO mais utilizado do mundo

A gente vem batendo nessa tecla há anos: o mercado de PCs está em queda livre e não dá sinais de recuperação. Cada vez mais computadores e notebooks se convertem em produtos de nicho e mesmo no Brasil o número de residências com PCs caiu. O motivo é simples: cada vez mais pessoas percebem que podem resolver sua vida com um smartphone e/ou tablet e que investir numa máquina estática como um desktop ou razoavelmente portátil como um laptop não é mais tão interessante.

Obviamente que em tal cenário a popularidade do Android explodiria, dada a grande variedade de aparelhos disponível e há tantos ativos hoje (e os números continuam aumentando) que em breve o robozinho do Google se tornará o SO mais utilizado do planeta, deixando o Windows para trás.

A informação veio da StatCounter, empresa que monitora o tráfego na internet principalmente para coletar estatísticas de uso de navegadores e sistemas operacionais. De acordo com seu último relatório a adoção do Android cresceu exponencialmente de 2012 para cá, enquanto o market share do Windows despencou. iOS e macOS (ex-OS X) permanecem na mesma e sem nenhuma surpresa, o Linux nem pontuou.

Os resultados são estarrecedores. Em fevereiro de 2012 o Windows respondia por 83% dos acessos à internet enquanto o Android ficava com apenas 2,2%, abaixo inclusive dos sistemas Apple. Hoje o sistema da Microsoft responde por 38,6% das conexões e o robozinho, 37,4%. Ou seja, estão virtualmente empatados e observando o crescimento exponencial do sistema móvel do Google, não vai demorar até que o Windows perca a coroa; é provável que isso aconteça antes do fim do ano.

Ainda que tenhamos observado a queda da popularidades dos computadores, é impressionante como o Android cresceu em cinco anos. Ainda que muito reclamem um dos fatores que ajudou o Google a atingir tal patamar foi justamente a famigerada fragmentação, onde existe uma pletora de dispositivos de todos os tamanhos de tela, premium e baratos para todos os perfis. Quem quer um smartphone de ponta vai encontrar um, quem deseja um aparelho barato mas competente também vai encontrar um smartphone Android que lhe agrade. Diferente da Apple, que oferece poucos (e caros) modelos Mountain View atende todo mundo.

De novo vale frisar: o mundo pós-PC para o qual estamos caminhando não significa o fim dos computadores pessoais. Quem precisa de máquinas mais potentes, em sua maioria profissionais continuará utilizando Windows, Mac ou Linux e a Glorious PC Gamer Master Race jamais abrirá mão de jogar com tudo no máximo em seus desktops da NASA. Edição de vídeo, captura de áudio, modelagem 3D, tudo isso depende de máquinas mais poderosas mas cada menos pessoas as adquirirão, e os computadores pessoais voltarão a ser o que eram no início: equipamentos de nicho para quem realmente precisa.

Os demais, a grande maioria do público continuarão felizes com seus smartphones e tablets, talvez com um tecladinho Bluetooth para trabalhar em suítes de escritório mobile (iWork e Office) e todo o resto, de e-mail a redes sociais e consumo de conteúdo pode ser feito em um aparelho mais portátil e muitas vezes, mais barato e útil.

Com o Android liderando o mercado de SOs, claro.

Fonte: StatCounter.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis