iPad Mini, o pequeno notável

ipad_mini

Finalmente testamos o iPad Mini, depois de quase um ano de seu lançamento nos Estados Unidos. Se levarmos em conta apenas a história oficial, o iPad Mini era uma idéia que não fazia muito sentido como conceito por Steve Jobs, mas se este foi mesmo o caso, ele certamente foi convencido da viabilidade do projeto e colaborou com o design do tablet, que é muito bem resolvido e parece levar sua assinatura, ao lado do traço inconfundível de Sir Jony Ive. Leve e portátil, mas com uma tela de tamanho bem razoável, o Mini foi milimetricamente projetado para ser usado de forma confortável em todos os momentos, mesmo com uma única mão.

Eu confesso que fui um dos maiores críticos do iPad Mini desde o seu lançamento no ano passado pela ausência de uma tela retina, quando tive o primeiro contato com o aparelho em uma loja da Apple, mas simplesmente não tinha entendido seu real propósito. No ano passado, cheguei a escrever uma coluna no site onde trabalhava recomendando que as pessoas não comprassem um iPad Mini, mas no teste do dia a dia, acabei me rendendo a este aparelho, que é um pequeno notável. A minha mudança de opinião aconteceu de forma gradual, com a experiência de uso, que na prática é bem mais importante do que as especificações eletrônicas.

Apesar de soar clichê, um dos grandes diferenciais do iPad e do iPad Mini é a App Store. Mesmo com toda a evolução dos últimos meses, a maioria dos programas para tablets Android me parecem simples adaptações do app para smartphone, o que não acontece com o iPad, que tem seu maior diferencial na App Store, incluindo inúmeros aplicativos criados exclusivamente para ele.

O iPad Mini é um tablet, mas pesando 308 gramas (ou 312 gramas na versão 3G), ele está mais próximo do peso de um reader como o Kindle Paperwhite (215 gramas) do que dos de 662 gramas do iPad 4. Se no papel, o iPad Mini fica devendo, no dia a dia ele entrega uma ótima experiência de uso, mesmo com a já citada ausência de uma tela de maior resolução (algo que já se espera de um iPad) e o preço, mais alto do que o dos concorrentes. Os problemas existem, mas a experiência compensa, e na hora de pegar um gadget para jogar na mochila e sair correndo de casa, o iPad Mini acaba sendo a primeira opção.

Tela e densidade de pixels

Apesar do tamanho compacto, o menor dos iPads tem uma tela de 7,9 polegadas, que é grande o suficiente para rodar todos os aplicativos do iPad original sem o menor problema. A resolução do iPad Mini é a mesma do iPad 2, ou seja, 1024 x 768 pixels, mas a taxa de densidade de pixels é maior, cerca de 163 pixels por polegada, embora muito menor do que a do iPhone 5 (326 ppi) ou do iPad com tela de 9,7 polegadas (264 ppi).

Agora o momento sinceridade. Apesar de ser algo importantíssimo para nós, geeks, pelo simples fato de existir, a falta de resolução e densidade de pixels da tela só vai incomodar quem usa um iPhone 5, iPad, ou um smartphone ou tablet Android mais recente, e mesmo assim, você vai se acostumar em pouco tempo. Sim, a resolução da tela é muito menor do que se poderia esperar, ficando bem atrás dos concorrentes, mas o iPad Mini tem outros trunfos. Caso o iPad Mini fosse mais pesado ou tivesse uma bateria com duração menor para poder ter uma tela com esta resolução, eu sinceramente acho que a troca não valeria a pena.

ipad_mini_detalhe_lateral

Design

Em termos de design, o Mini é simplesmente o melhor iPad de todos. Com uma espessura de apenas 7,2 mm, o iPad Mini cabe na maioria dos bolsos, inclusive no de trás, onde deve ser levado com todo o cuidado, pois ele é tão leve que você pode facilmente se esquecer que ele está lá e causar algum acidente irreparável com o seu tablet. O Mini conta com caixas de som estéreo, algo inédito na história dos iPads. Existem alguns indícios de que o seu desenho será a fonte de inspiração para os novo design do iPad maior, que deve ser apresentado oficialmente em outubro.

Peso e portabilidade

Os pontos fortes do iPad Mini, além do design, são o já citado peso de apenas 308 gramas no modelo Wi-Fi (ou 312 gramas no modelo com 3G) e suas dimensões reduzidas, ou seja, ele é leve e compacto o suficiente para ser levado para qualquer canto. O iPad Mini é pequeno o suficiente para ser usado em praticamente qualquer situação, e pode até mesmo substituir o Kindle ou Kobo como leitor de ebooks.

Desempenho

Como estamos falando de um tablet lançado no ano passado, o processador dual-core A5 já não é mais tão rápido para os padrões atuais, e você poderá ter problemas com jogos mais recentes, mas na prática ele irá funcionar perfeitamente para a maioria dos aplicativos. O desempenho do iPad Mini pode ficar bem abaixo de concorrentes recém lançados, mas é mais do que suficiente para a grande maioria dos usos e usuários. A duração de bateria é como sempre um dos pontos altos de qualquer iPad, e pode chegar a 10 horas.

Conclusão

Se você quer um tablet portátil e precisa de programas que só estão disponíveis na App Store, pode comprar o iPad Mini sem sustos. A falta da tela retina incomoda no primeiro momento, mas depois você não vai nem se lembrar deste detalhe. Eu me acostumei a levar o Mini para tudo quanto é lado, e praticamente nem lembro mais de usar o iPad com tela retina, a não ser quando acaba a bateria, ou quando quero para assistir a um filme ou uma série. Você pode optar pelo novo modelo doNexus 7, mas apesar de contar com um hardware mais avançado, ele não tem a App Store e seus aplicativos.

Fica aqui uma ressalva, é provável que a Apple apresente no mês que vem nos Estados Unidos um novo modelo do iPad Mini com processador A6 e tela retina, e quem sabe até mesmo um botão com leitor de digitais como o do iPhone 5S.

O iPad Mini é vendido nas principais lojas do Brasil em versões 3G ou Wi-Fi. O modelo de 64 GB está com desconto especial no Submarino, mas se você quiser comprar, corra, pois o valor só é válido hoje.

 

Relacionados: , , , ,

Autor: Nick Ellis

Nick Ellis é autor do Meio Bit, Digital Drops e Blog de Brinquedo.

Compartilhar
  • OverlordBR

    Apesar dos descontos especiais que estão pipocando para o iPad Mini nas lojas virtuais, ainda acho melhor esperar, pelo menos, até o lançamento da versão 2 lá nos EUA.

    Quanto à falta de tela Retina: não consigo mais me acostumar com a falta dela. Chega a “doer os olhos” quando olho para a tela de um iPhone 3G.
    Mas sabemos como a Apple é… e aposto que esta versão 2 virá com tela Retina.

    • NickEllis

      Sem nenhuma dúvida!

  • Kadu Gaspar

    Ontem fui na FastShop e fiquei babando num iPad Mini. Me parece mais ideal que um iPad de tamanho padrão.

    • Cassiano “SpellCat” Calegari

      Eu tenho desde o lançamento um iPad 2 e inicio do ano dei um mini pra minha namorada, fiquei morrendo de inveja dela depois. Meu proximo iPad será um iPad mini!

  • Brommelia

    Acabei comprando Ipad e Iphone por estar em NY e não querer perder tempo procurando tranqueiras eletrônicas. Nunca tinha usado um Ipad e tinha algumas dúvidas em relação ao tamanho que foram embora logo que eu pus a mão em um mini e não larguei mais.

    Não comprei a versão 3G porque não era tão necessário pra mim mas pra quem o carrega o dia inteiro talvez seja vantagem.

    Me acostumei fácil a ler no ipad, cheguei a pensar em comprar só um leitor, mas também queria um aparelho que pudesse acessar a internet no fim de semana, quando vou para outra casa, porque levar notebook é levar trabalho!. Baixei o Ibooks pra ler, praticamente só leio formato pdf, então tá ótimo.

    Sem dúvida, o maior diferencial dele é o tamanho. Pra quem dá aulas é ideal, pra mulher, mais ainda porque cabe em qualquer bolsa!

  • http://www.samuelcorradi.com.br/ Samuel Corradi

    Tenho um alguns meses. Nada a reclamar. O tamanho é perfeito. Se tivesse tela com densidade de pixels maiores seria perfeito (ele tem a mesma quantidade de pixels do IPad 2, condensada em um tamanho de tela menor…).

  • Pingback: Apple pode fabricar iPad mini 2 e iPad 5 na cor “Space Gray” - EXAME.com - Livros()

  • Pingback: iPad Mini vem com tudo com tela retina e processador A7()

  • Pingback: iPad Mini vem com tudo: tela retina e processador A7 | Você já leu ?()