RIAA surta completamente, encarna Dr Evil e pede US$72 TRILHÕES de indenização

drevil

A única função real da RIAA – Recording Industry Association of America é fazer com que o ECAD, Hitler, o Imperador Palpatine e o Capitão Gancho, que perseguia os Brasinhas do Espaço não pareçam tão ruins em comparação.

A entidade (e-hê) representa uma indústria falida que come na mão da Apple e da Amazon, mas insiste em viver no século passado, um mundo de jabá, Restarts, Milli-Vanillis e outras porcarias pré-fabricadas. Em suas táticas terroristas a RIAA resolveu ir atrás de indivíduos. Alguns casos:

Fred Lawrence – Processado pela MPAA (a RIAA de Hollywood) por pirataria. O neto de 12 anos baixou QUATRO filmes (3 dos quais eles tinham em DVD). A MPAA exigiu US$4 mil de indenização. O coroa achou um absurdo. Corrigiram para US$600 mil.

Sarah Ward – Professora aposentada de 66 anos, acusada de baixar milhares de músicas via Kazaa, em especial Snopp Dogg. Só que ela era usuária de um Mac antigo, Kazaa só existia pra Windows. Não que a RIAA, os juízes ou alguém se importasse.

Gertrude Walton – Outra das avós que a RIAA ama perseguir. Essa tinha 83 anos, processada em 2005 por baixar 700 músicas. Só não deu muito certo por dois atenuantes menores: Gertrudes não tinha um computador, e estava morta desde 2004.

A lista segue adiante, mas com este caso a RIAA se superou. Processando o LimeWire, aquele site/serviço P2P que nem usuários do eDonkey usavam, resolveram extrapolar o valor aleatório e irreal dos “danos” causados pela pirataria, provavelmente argumentando que toda entidade sensiente da galáxia iria eventualmente comprar 10 CDs do Justin Bieber,

 

Daí a conta de US$72 trilhões exigidos de indenização.

O Juiz do caso achou um tiquinho exagerado, pois o PIB do mundo é de US$60 trilhões, e a indústria fonográfica inteira não chegou nem perto desse faturamento em toda sua existência.

Por um lado a grana resolveria boa parte dos problemas deles, ao menos por algum tempo, mas seria complicado pro LimeWire operacionalizar o pagamento, já que não existe tanto dinheiro assim no planeta.

Não que o acusado possa respirar aliviado, ou mesmo aqui. A indenização foi reduzida para os valores convencionais, algo em torno de US$150 mil por violação, o que daria algo em torno de US$1 bilhão. Um belo desconto mas não creio que o LimeWire tenha isso em caixa.

  • http://nada-aqui.posterous.com Marcio Neves Machado

    PUTAQUEPAROLA!!!!

  • http://www.facebook.com/felipe.is.here Felipe Vieira

    Basta ver algum planeta por perto empreste 12 trilhões.

  • http://www.facebook.com/alfarichard Michael Richard

    Classe méd… ops, indústria fonográfica sofre!

  • http://profiles.google.com/dragonavenger dragon avenger

    Mais uma ação de marketing da RIAA

  • Alexandre Oliveira

    A “matemática” desses “danos” nos EUA é simplesmente absurda.
    No caso da Oracle X Google o juiz basicamente disse que o especialista da Oracle “estava de sacanagem” e mandou ele calcular tudo de novo duas vezes. Claro, não com essas palavras…
    Se buscar por “Copyright Math” dá pra achar vários absurdos, e uma apresentação no TED onde o cara fala que o iPod dele vale 8 BILHÕES segundo a RIAA.

  • achsanos

    A RIAA padece do mesmo mal do Ecad – ou o contrário -, que é se deixar administrar por juristas. Jurista só entende de juros, digo, leis, de maneira que o modus operandi a se esperar deles é esse aí mesmo. No fundo, e como sempre, os advogados serão os únicos a lucrar alguma coisa quando o último prego do caixão desse modelo falido for batido.

  • Daniel Almeida

    Superou uma indenização trabalhista que apareceu anos atrás aqui no Brasil de 63 trilhões. Contadores malucos, correções monetárias, mudanças de moeda chegaram a isso.

    “respirar aliviado, ou mesmo aqui” Eu vi o que você fez…

  • http://www.facebook.com/bruno.lrck Bruno Lrck

    A máfia dos processos nos EUA é semelhante a do Brasil. Não tenho dúvidas de que esses valores estratosféricos sanham da cabeça de advogados e donos de agencia de advocacia, pois num processo de valor colossaís, como esses processos absurdos, eles sairiam ganhando oceanos de dinheiro, mesmo que o caso termine num processo bem menor que o esperado e/ou um acordo ente as partes. O estrago já foi feito e tem colarinho branco feliz da vida tirando férias na Suíça, esquiando com uma loira gostosa de 1,80 e olhos azuis.
    Espero que não venha aparecer algum advogadozinho do Diabo me ameaçando de calúnica, contra os pobres advogados, afinal de contas, é óbvio que a maioria deles não aconcelha os clientes a mentirem perante o juiz.
    Só falei do que realmente ocorre no sistema de processos judiciais nos Estados Unidos.

    Teve uma mulher que tentou suicídio batendo o carro. Infelizmente ela não morreu e foi socorria das chamas por dois homens que se queimaram para salva-la. O cômico, ou trágico, é que ela tentou processa-los por impedi-la de se matar. Outro caso engraçado, foi no McDOnald’s. Uma mulher se queimou com café e quis processar a empresa por não informá-la que o café estava quente. Isso é Unites fuk State of America.

    Forte abraço

    Bruno Rocha

    ~não me processem~

    • OverlordBR

      Pois é… é aquela velha estória:

      1) processa e pede trocentos cacetilhões de dólares.
      2) Se o juíz reclamar, baixa só para 10 cacetilhão de dólares e diz “Pô, seu juíz, eu baixei um montão! Aceita aí!”

      Aproveitando uma matéria passada do Cardoso, digo que é tudo culpa do Scotty: “Esta bagaça vai levar 3 semanas mas eu faço em 2 dias, ok?”

  • Keaton

    Quem disse que música não dá dinheiro? Sério, a MPAA, RIAA e ECADs da vida estão rindo a toa com a grana que estão ganhando.

    Ps.: Não tinha um jargão para esse tipo de coisa? Como era mesmo? Copyright troll?

  • Luiz Felipe

    É como porco antes de morrer, da aquele grito para chamar a atenção, mas não adianta.

    • achsanos

      Caceta, essa analogia veio das profundezas…

  • Gabriel Cavalcante

    Não tem jeito mesmo com isso. Pelo menos a imagem relacionada ao post ficou sensacional.

  • O_Energumeno

    PUTZ!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • MaxRicardi

    parece mentira, né. cambada de putos

  • André Kittler

    Interessante: uma rapida pesquisa online acusa uns 40 trilhoes de dolares apenas no planeta terra. Portanto graças a essa usuária todos os terráqueos, e algumas gerações a seguir, estão devendo dinehiro para a RIAA.
    Isso que dá compartilhar mp3. O pessoal não pensa no legado para a humanidade que uma ação dessas pode trazer :/

  • Jacques Marques

    Não é a toa que o nome deles é RIAA, é de morrer de rir se não fosse triste o desespero deles…. Mas que se dane, kkkkkkkkkkkkk

  • http://www.facebook.com/people/Tiago-Morais/100001995734858 Tiago Morais

    UHHAUHAUSUHASHUSUHAhushuahsuAUHShuashuaHUSHUHUSA
    72 trilhões e o PIB do mundo n paga AHUHAUUAHHUAUHA

    Shoow de bolaa!

  • BielSilveira

    Sério. Alguém realmente tem que me explicar como funciona isso. Eu não consigo entender da onde eles tiram essas contas.

    • http://profiles.google.com/1bertorc Humberto Ramos Costa

      Direito autoral como está não pode ficar. A RIAA e outros envolvidos resistem em se apegar a seu osso mas fariam MUITO melhor em tentar passar uma lei menos estúpida e oferecer mais atrativos em conteúdo legal. Assim ela poderia exigir o cumprimento e as pessoas interessadas teriam a opção de algo legal e com boa qualidade. Como justificar multas de milhões de vezes o valor da obra (que já não é fácil de definir) e o fato de você conseguir achar conteúdo ilegal com qualidade superior ao que eles vendem? Se isso não é queimar dinheiro eu não sei o que seria.
      O golpe de misericórdia na RIAA vai ser quando desenvolverem uma mistura de streaming e torrent ai as pessoas vão poder assistir as obras sem ter os arquivos físicos no computador… Quando isso acontecer (e acontecerá) como a RIAA vai processar alguém?

  • http://profiles.yahoo.com/u/FWN2ANUTZPJOBTZ53KS4GXJI5M Ivan

    Notícia errada, vide update da notícia-fonte.

  • Pingback: Blog do Lucho()

  • Pingback: Piratas Gastam Mais com Música, Cadê seu Deus Agora, RIAA? « Meio Bit()

  • Pingback: PayPal acidentalmente transforma cliente em quadrilhonário por um dia « Meio Bit()

  • Pingback: Indústria do copyright está introduzindo currículo anti-pirataria em escolas primárias da Califórnia()

  • Pingback: Iron Maiden ensina como ganhar (muito) dinheiro com a pirataria()